Menino de sete anos mantém empresa de reciclagem para salvar animais

Redação - O Estado de S.Paulo

'As garrafas vão para o oceano, aí os animais ficam doentes e morrem', justifica o pequeno Ryan Hickman

  

   Foto: cocoparisienne/Pixabay

Aos três anos e meio de idade, o pequeno norteamericano Ryan Hickman fez uma visita que marcou sua vida a um centro de reciclagem na Califórnia. No dia seguinte ao passeio, ele avisou aos pais que daria sacos plásticos para os vizinhos separarem seu lixo reciclável e entregá-lo a ele.

Amigos da família e colegas de trabalho dos pais do pequeno empreendedor resolveram ajudar também e, em pouco tempo, estava aberta a Ryan's Recycling Company (Empresa de Reciclagem do Ryan, em tradução literal).

Cinco anos mais tarde, em 2017, o garoto ganhou a mídia ao aparecer no programa da apresentadora Ellen Degeneres e anunciar que já tinha conseguido juntar dez mil dólares com o trabalho. Ryan coleta os materiais, separa-os e leva a postos de reciclagem, onde vende o que conseguiu juntar.

Ele afirma que pretende comprar uma caminhão de lixo com o dinheiro arrecadado. No entanto, os pais do garoto afirmam no site da empresa (mantido por eles) que a renda será destinada à faculdade. "Eu e minha mulher o apoiamos, e dizemos que ele pode parar quando quiser. Eu quero vê-lo com amigos, mas reciclar o faz feliz", disse o pai, Damion Hickman, à CNN.

Ryan recebeu um Certificado de Reconhecimento de seu trabalho pela prefeitura de San Juan Capistrano, na Califórnia.

Quanto à motivação, Ryan sabe muito bem por que segue firme no trabalho: "Porque salva o planeta e mantém garrafas e latas fora do oceano, para que os animais não fiquem doentes ou morram."

Assista à entrevista de Ryan a Ellen, em inglês: