Menina com queda de cabelo permanente recebe sua primeira peruca

- O Estado de S.Paulo

Careca, Diule Vitória era chamada de menino por colegas

.

. Foto: Reprodução/ Facebook

Diule Vitória, 4 anos, tem alopecia desde que a nasceu. A doença faz com que a menina tenha queda de cabelo permanente. Por não ter cabelo e ser diferente de outras meninas, ela era chamada de menino por colegas de sala, o que a deixavam triste. 

A resolução de seus problemas foi dada pela ONG Mundo Colorido: uma peruca. Diule foi a segunda pessoa com alopecia a receber uma doação da organização que, normalmente, ajuda pessoas que estão em tratamento de câncer. 

A doação foi como um presente de Natal para a menina. "Nunca teríamos condições para comprar uma peruca, era o sonho de Diule", disse a mãe.