Membro do governo inglês pede demissão após chegar dois minutos atrasado em sessão do Parlamento

Redação - O Estado de S.Paulo

Lorde Bates se envergonhou por se atrasar para o início da sessão na Câmara dos Lordes

Um membro da Câmara dos Lordes da Inglaterra pediu demissão do cargo que ocupava no governo após se atrasar dois minutos para o início da sessão parlamentar

Um membro da Câmara dos Lordes da Inglaterra pediu demissão do cargo que ocupava no governo após se atrasar dois minutos para o início da sessão parlamentar Foto: Kirsty Wigglesworth/Reuters

Um acontecimento chocou a usualmente pacata Câmara dos Lordes da Inglaterra na última quarta-feira, 31: um dos seus membros pediu demissão do cargo que ocupava no governo inglês após chegar dois minutos atrasados na sessão parlamentar.

Michael Bates, que tem o título de barão, chegou minutos atrasados para o início da sessão em que responderia perguntas da baronesa Ruth Lister sobre sua atuação no Departamento de Desenvolvimento Unternacional, um órgão do governo britânico que auxilia países pobres. Na sua ausência, outro lorde começou a responder as perguntas.

“Quero oferecer minhas sinceras desculpas à baronesa Lister pela minha falta de cortesia em não estar presente para responder as perguntas no início da sessão”, disse Bates. “Eu sempre acreditei que temos que manter os níveis mais altos de cortesia e respeito ao falar em nome do governo nesta Câmara. Estou totalmente envergonhado de não ter chegado no horário e, por isso, vou entregar minha carta de demissão imediatamente à primeira-ministra. Peço desculpas novamente”, finalizou o barão, saindo da Câmara do Lordes sob protestos dos seus colegas para não fazer isso.  

A baronesa Lister, que é do partido de oposição, disse para a imprensa que ficou chocada com o pedido de demissão. “De todos os membros do governo que eu quero que saiam, ele era um dos últimos”, disse para o The Guardian. “Reitero que ele é um dos governistas mais cordiais que existem e sempre responde às indagações do nosso partido sem nos enrolar”, continuou.

O gabinete da primeira-ministra Theresa May anunciou que convenceu lorde Bates a não deixar seu cargo. “Com sua sinceridade típica, lorde Bates entrou com um pedido de demissão após perder o início da sessão na Câmara dos Lordes, mas ela foi negada pelo governo encarar como desnecessária”, disseram em comunicado obtido pelo jornal.

Veja abaixo o momento em que lorde Bates pede demissão do cargo.