Mãe e filha são agredidas em shopping por serem confundidas com casal gay

Redação - O Estado de S.Paulo

Homem viu as duas vítimas abraçadas na saída de sessão de cinema e as agrediu física e psicologicamente

'Isso precisa acabar', pede Solange após sofrer agressão

'Isso precisa acabar', pede Solange após sofrer agressão Foto: Facebook / @solange.adolfo.7

Atualizado em 03/10 às 7h05 e às 12h

Uma mulher publicou vídeo nas redes sociais na última sexta-feira, 29, para denunciar agressão sofrida em um shopping de Brasília. Solange Afonso conta que a violência ocorreu porque o agressor acreditou que ela e sua filha fossem um casal gay. Uma situação parecida ocorreu com pai e filho no interior de São Paulo há alguns anos.

“Começou com agressão verbal, chamou a gente de cretinas e safadas porque achou que a gente era um casal gay”, disse no vídeo. Ela relatou que foi ao cinema no Liberty Mall, na Asa Norte, Brasília, com a filha de 20 anos. Na saída da sessão, um homem as abordou e lhes disse ofensas.

Ela se zangou e teria xingado de volta, até pedir para os agentes de segurança do shopping conterem o homem para que fossem todos à delegacia. No vídeo, Solange mostra um machucado na região dos olhos e afirma que o rapaz chegou a agredi-la fisicamente.

“Eu não sou gay, mas eu me botei no lugar de todas as pessoas que eu conheço e que só querem viver, serem felizes e viverem a vida delas”, desabafa a mulher. Ela pede a todos que sofrerem uma agressão desse tipo que não se calem e defendam os seus direitos.

“Minha filha tem 20 anos e nunca passou por um constrangimento desses. Só que eu me orgulho porque eu mostrei para ela que a gente tem que lutar. Que a gente não tem que ficar calado”, declarou.

Durante todo o vídeo, Solange mostra estar muito abalada e chega a chorar.

A Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal (SSP-DF) informou que duas mulheres, uma de 47 e outra de 20 anos, foram levadas até a 5ª Delegacia de Polícia, vítimas de injúria e lesão corporal. “O homem foi autuado por Injúria e Lesão Corporal. Ele assinou um Termo de Compromisso de Comparecimento do Juizado Especial Criminal e foi liberado”, dizia o comunicado.

O vídeo não está mais disponível no perfil de Solange.

Veja a nota completa da Delegacia de Polícia:

A Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal (SSP-DF) informa que, de acordo com o boletim de ocorrência, no dia 28 de setembro, por volta de 23h, a Polícia Militar do Distrito Federal encaminhou à 5ª Delegacia de Polícia duas mulheres, de 47 e 20 anos, vítimas de injúria e lesão corporal, bem como o autor, um homem de 55 anos. O fato ocorreu no Shopping Liberty Mall, no Setor Comercial Norte. O homem foi autuado por Injúria e Lesão Corporal. Ele assinou um Termo de Compromisso de Comparecimento do Juizado Especial Criminal e foi liberado.
 
VEJA TAMBÉM: Após decisão de juiz do DF, personalidades se posicionam contra 'cura gay'