Livro incentiva prática de boas ações em contraponto ao jogo Baleia Azul

Redação - O Estado de S.Paulo

Material interativo traz 50 desafios que propõem o amor próprio e o desejo do bem às pessoas

Autores propõem fazer e desejar o bem a todos.

Autores propõem fazer e desejar o bem a todos. Foto: Pixabay

No capítulo desta segunda-feira, 19, da novela A Força do Querer, o personagem Yuri aceitou o convite para o jogo Baleia Azul. O viral, que teve casos no Rio de Janeiro em abril deste ano, consiste em 50 fases e propõe aos participantes realizar pequenas mutilações no corpo e até cometer suicídio.

Como um contraponto a esses desafios, foi criado o Baleia Rosa, movimento que ganhou fama na internet e foi parar nas páginas de um livro. Baleia Rosa - Você está espalhando o bem?, lançado também nesta segunda, traz uma corrente de positividade, autoestima e alegria de viver.

Livro reúne desafios para praticar e espalhar o bem.

Livro reúne desafios para praticar e espalhar o bem. Foto: Capa do livro 'Baleia Rosa – Você está espalhando o bem?'/Buzz Editora

O livro, de Ana Paula Hoppe e Rafael Tiltscher, reúne 50 desafios que vão desde elogiar a si mesmo em frente ao espelho até passar um dia inteiro desejando o bem para todas as pessoas que passam por você - inclusive no trânsito.

Outra atividade proposta é um caça palavras do bem em que  é preciso encontrar frases ou palavras como 'Respire fundo', 'Faça tudo com o coração', 'Sorte', e 'Persistência'.

Além de praticar o bem, a ideia é espalhá-lo. Assim, algumas páginas do livro vem com um QR code com o qual o leitor pode compartilhar seus desafios realizados no aplicativo Baleia Rosa - Oficial.

Na onda dos livros interativos, listamos abaixo mais três exemplos que se propõem a estimular a criatividade e o autoconhecimento.

 

Q&A a Day

Para se conhecer um pouco, refletir sobre os acontecimentos do dia ou suas emoções, o livro Q&A a Day traz uma pergunta ou proposta para cada dia do ano. São perguntas como "Em uma escala de 1 a 10, quão feliz você está?" ou desafios do tipo "Escreva a primeira linha da sua autobiografia". Ao final, você volta e começa de novo, repetindo o processo por cinco ou dez anos de acordo com a edição do livro. Assim, você pode comparar o quanto mudou ao longo do tempo. O livro, porém, é em inglês.

 

Roube Como Um Artista

Você se acha sem criatividade ou vive fazendo sempre a mesma coisa? No livro Roube Como Um Artista - 10 dicas sobre criatividade, o autor Austin Kleon fala como os artistas roubam de outros artistas e desmistifica o pensamento de que as ideias são originais. Embora seja um roubo constante, ele não é criminoso e se trata, na verdade, de inspiração. Já o Roube Como Um Artista - O Diário, um caderno de anotação para cleptomaníacos, traz várias atividades que estimulam a criatividade e faz a pessoa sair da sua zona de conforto.

 

Destrua Esse Diário

Talvez o mais conhecido, esse livro é autoexplicativo. No final, talvez ele não se parece mais com um livro e você estará cheio de tinta ou com picotes de papel pela casa. Isso porque a proposta é realizar diversas tarefas com o próprio livro, como rasgar páginas, desenhar e, às vezes, molhá-lo. A ideia é sair da monotonia do dia a dia e dar liberdade às ideias.