Jovem tatua olhar de MC Livinho no braço: 'Não me arrependerei de nada que faço por ele'

Redação - O Estado de S.Paulo

E essa não é a primeira tatuagem em homenagem ao ídolo - da primeira vez, ela escreveu 'Oliver', nome de batismo do funkeiro

Cintia conseguiu mostrar sua tatuagem ao ídolo.

Cintia conseguiu mostrar sua tatuagem ao ídolo. Foto: Cedida por Cintia Pellegrine

A jovem Cintia Pellegrine, de 19 anos, é muito fã do MC Livinho. Muito mesmo. Tanto que tatuou o olhar do funkeiro em seu braço. Ela mostrou a tatuagem para o funkeiro, que postou em sua página no Facebook.

Ela contou ao E+ como começou a ser fã do cantor: "Tudo começou quando ouvi uma música dele pela primeira vez há três anos, a Tem Pra Todas. Depois disso, me apaixonei pela voz dele, ouvi outras músicas, aí veio o interesse de saber quem estava por trás dessa voz. Comecei a pesquisar sobre ele, segui-lo nas redes sociais e acompanhar a carreira dele, que na época não era de tanto sucesso. Após um ano como fã, sempre acreditando que um dia iria conhecê-lo, fiz minha primeira tatuagem para ele, sem nunca nem tê-lo visto pessoalmente".

A inspiração e a tatuagem.

A inspiração e a tatuagem. Foto: Cedida por Cíntia Pellegrine

A tatuagem em questão é o nome real de Livinho (Oliver) e um trecho de uma de suas músicas, na região das costelas. Mas uma tatuagem não foi suficiente e, há duas semanas, ela estampou o olhar do ídolo em seu braço. "Recebi várias críticas", relatou. Porém, Cíntia garante que não liga e está certa sobre sua decisão. "Com certeza não me arrependeria de nada que faço para ele. O amor que sinto por ele é um amor sincero e puro, pretendo levar para minha vida toda", disse.

Recentemente, ela encontrou o ídolo num show e mostrou a nova tatuagem para ele, que publicou a imagem em sua página oficial no Facebook. A foto já conta com mais de 14 mil curtidas e Cíntia comenta que, por ele, "faria de tudo". Para quem não gostou da tatuagem, Cíntia mandou o recado: "Quando o opinião de vocês pagar pra eu ir no show do MC Livinho vocês vem falar comigo".