Internet ajuda mãe a recuperar as únicas fotos que tinha de seu bebê

Redação - O Estado de S.Paulo

A criança, de 2 meses, morreu em decorrência de uma anomalia no coração

Uma das poucas fotos de Liam Hellriegel, bebê de dois meses que faleceu recentemente.

Uma das poucas fotos de Liam Hellriegel, bebê de dois meses que faleceu recentemente. Foto: facebook.com/CarinaSchmidt.1993

Carina é uma alemã de 24 anos que recentemente perdeu seu filho, um bebê de dois meses. Ele sofria de uma anomalia que deixava o coração acelerado mesmo quando o corpo e a mente estavam em repouso. Com pouco tempo de vida e provavelmente entre uma consulta médica e outra, Carina e seu marido registraram poucos momentos de Liam, que morreu há pouco tempo. Todas as fotos e vídeos estavam no celular de seu marido, Mario Hellriegel, que acabou esquecendo o aparelho no trem na terça-feira, 11 de abril. 

Carina entrou em prantos ao saber que o marido havia perdido o telefone. Ela postou no Facebook o que ocorrera e pediu para que, "se a pessoa tivesse coração", enviasse todas as imagens de Liam, sozinho e junto a seus dois irmão, Malene e Jonah. 

O post viralizou e depois de mais de 240 mil compartilhamentos, o casal foi avisado de que o aparelho, com todas as fotos, estava seguro e em um posto policial. O passageiro que encontrou o celular no trem viu o post de Carina e deu um jeito de que o telefone fosse devolvido.

Já com as fotos e o celular, Carina atualizou o post no dia 15 de abril, agradecendo os compartilhamentos e surpresa com o potencial que têm as redes sociais. "Estamos muito felizes! Muito, muito obrigado. É uma loucura o alcance que o Facebook e a mídia tem nos dias de hoje”.