'Instagrammers' criam grupos de apoio para manter popularidade na rede social

Redação - O Estado de S.Paulo

Mudança do algoritmo do Instagram dá preferência à posts mais populares

Grupos são chamados de 'pod', o coletivo de golfinhos em inglês

Grupos são chamados de 'pod', o coletivo de golfinhos em inglês Foto: Pixabay

Em junho de 2016 o Instagram mudou seu algoritmo. Antes, as fotos apareciam na ordem em que foram postadas, agora, as mais populares têm prioridade. A mudança tem criado dificuldades para os influenciadores da rede social e, por isso, eles criaram um mecanismo para solucionar seus problemas: os 'pods'. 

Em inglês, o termo quer dizer 'grupo de golfinhos'. Entre 10 e 20 pessoas se juntam pelo Facebook ou Twitter para 'manipular' o algoritmo do Instagram. Eles se seguem, curtem e comentam fotos das pessoas do 'pod', o que faz com que elas fiquem mais populares e ganhem mais visibilidade. 

Em entrevista ao Mashable, Meggan, dona do Instagram @CardiganJezebel, explica que o novo algoritmo "estragou várias contas menores. Tornou impossível que nossas fotos sejam vistas". Por isso, "esses grupos ajudam e impulsionar um pouco nossos posts na timeline das pessoas". 

No entanto, não é qualquer um que pode participar de um 'pod', a pessoa deve ser convidada. Assim, toda vez que um membro posta uma foto, avisa os outros e todos têm de interagir. Alguns dos grupos são mais rígidos e requerem que os participantes postem, no mínimo, uma foto por dia.