Homem recebe carta garantindo seguro-desemprego ao seu cachorro

Redação - O Estado de S.Paulo

O caso é mais uma na alta de fraudes previdenciárias que acontecem no Estado norte-americano de Michigan

Em uma situação inusitada, o cachorro do advogado norte-americano Michael Haddock recebeu uma carta avisando que ele teve o benefício de seguro-desemprego aprovado

Em uma situação inusitada, o cachorro do advogado norte-americano Michael Haddock recebeu uma carta avisando que ele teve o benefício de seguro-desemprego aprovado Foto: Pixabay/groesswang

Michael Haddock, advogado que vive na região metropolitana de Detroit, nos Estados Unidos, recebeu uma carta inusitada na última semana: a agência que controla o seguro-desemprego no Estado de Michigan o avisou que seu cachorro, Ryder, tinha direito a um benefício de US$ 360 (cerca de R$ 1,1 mil) por semana.

“A carta estava endereçada para Michael Ryder: Michael é meu nome e Ryder é o meu cachorro. Fiquei surpreso em ver isso, mas dei uma boa risada”, disse Haddock à emissora local WZZM. Segundo o advogado, na carta constava que Ryder trabalhava em uma pizzaria local.

A agência acredita que o caso é mais um em uma alta de fraudes previdenciárias que estão acontecendo em Michigan e vai abrir investigação para apurar o que aconteceu. “Infelizmente, o benefício de Michael Ryder não será aprovado. É raro que o ‘melhor amigo do homem’ contribua financeiramente para a sua família e vai continuar assim”, brincou Tim Kolan, investigador da agência, em e-mail enviado para a emissora.