Garotinho fica preso em máquina de capturar bichinhos de pelúcia

Redação - O Estado de S.Paulo

Ele conseguiu o 'feito' através de uma pequena entrada e precisou ser resgatado

Garotinho ficou preso em máquina para pegar bichinhos de pelúcia

Garotinho ficou preso em máquina para pegar bichinhos de pelúcia Foto: Titusville Fire and Emergency Services via AP

Quem nunca quis 'capturar' um bichinho de pelúcia naquelas máquinas de 'capturar' bichinhos de pelúcia que existem em diversos fliperamas e shoppings? Um garotinho chamado Mason parece ter levado essa vontade a um outro nível.

Ele utilizou uma pequena abertura que havia em uma máquina para entrar dentro dela. Na hora de sair, porém, encontrou obstáculos. Por sorte, havia um funcionário do departamento de emergências da cidade durante sua folga no locaal, e o garotinho foi socorrido rapidamente, em menos de cinco minutos.

Abertura que o garotinho utilizou para adentrar na máquina

Abertura que o garotinho utilizou para adentrar na máquina Foto: Titusville Fire and Emergency Services via AP

"Nesta tarde, o pequeno Mason estava curtindo algumas guloseimas e decidiu que queria um bichinho de pelúcia. Ele queria tanto que entrou dentro do jogo para conseguir o brinquedo! Felizmente ele n ão entrou em apuros, já que um de nossos tenentes estava no local fora do expediente e ajudou na situação", escreveu o departamento de fogo e emergência da cidade de Titusville, na Flórida, Estados Unidos.

"O operador Lane e o bombeiro George foram capazes de tirar Mason de lá rapidamente e com o mínimo de dando à maquina. Nós amamos um final feliz e estamos contentes que tudo funcionou", complementaram.

Veja as fotos de Mason dentro da máquina:

Garoto preso em máquina de pegar bichinhos de pelúcia

Garoto preso em máquina de pegar bichinhos de pelúcia Foto: Titusville Fire and Emergency Services via AP

Criança presa em máquina de pegar bichinhos de pelúcia

Criança presa em máquina de pegar bichinhos de pelúcia Foto: Titusville Fire and Emergency Services via AP

Confira também a publicação feita pelo departamento de emergência de Titusville: