'Frappuccino de Unicórnio' do Starbucks tem sabor de arco-íris - e é horrível!

Luciano Guaraldo - Especial para o Estado de S.Paulo

Bebida em edição especial foi lançada nessa quarta, 19, nos Estados Unidos

.

. Foto: Starbucks via The New York Times

NOVA YORK - O mundo é feito de modismos. E, enquanto os brasileiros se dividem entre os que amam e os que odeiam a lista de 'nove verdades, uma mentira', os norte-americanos encontraram nessa quarta-feira, 19, a moda que deve refrescá-los nos próximos meses - mas, claro, antes será preciso que a temperatura faça jus à estação, pois suportar uma primavera que não passa dos 10 graus não está fácil.

Disputas climáticas à parte, o Starbucks lançou nesta quarta o Unicorn Frappuccino, ou frappuccino de unicórnio, uma bebida "feita somente com os melhores arco-íris", como define a propaganda das lojas. De passagem por Nova York, pude experimentar a novidade e, se esse é o gosto dos melhores arco-íris, prefiro não prová-los nunca mais. Decepção define.

O tal frappuccino não vai chegar ao Brasil, mas seguem cinco motivos pelos quais a falta de acesso à bebida não fará a menor falta aos brasileiros - e nem adianta procurar uma mentira entre os itens, pois aqui é tudo verdade.

.

. Foto: Maura Judkis/Washington Post

1. Propaganda enganosa

Segundo a divulgação do Starbucks, o frappuccino muda de cor conforme você o bebe. Não é verdade. A bebida é escandalosamente rosa o tempo todo, com apenas uma calda azul esguichada no copo para criar um efeito colorido. Para deixar mais 'unicorniano', jogam um glitter rosa comestível por cima de tudo. É bonito e vai lotar o Instagram de todo mundo, mas não muda de cor como anunciado.

2. Prova do crime

O glitter, diga-se de passagem, deixou minha mão manchada de rosa. Claro, pode ser apenas minha falta de coordenação para tomar uma bebida e caminhar ao mesmo tempo, mas a montagem do meu frappuccino fez com que um pouco do líquido vazasse para a parte de fora do copo. O corante passou para a minha mão e estou até agora tentando limpá-la. Se juntar o rosa do glitter, o azul da calda e o roxo dos meus dedos congelados por causa do frio, minhas mãos já estão mais coloridas do que o frappuccino propriamente.

.

. Foto: Matt Rourke/AP

3. Doce, muito doce

Tecnicamente, o sabor do novo frappuccino é de manga. Devo confessar que não é minha fruta favorita, então já comprei a bebida com um pé atrás. A boa notícia é que o gosto não é exatamente de manga - está mais para um chiclete de manga, algo que nunca provei, mas imagino que teria esse gosto. A má notícia, porém, é que tudo é muito doce. Dá para sentir o nível de glicose subir no seu sangue a cada gole de tão doce. Ou seja, é muito enjoativo. Os heróis da resistência que chegarem até o fim do copo, porém, vão ser surpreendidos por uma mudança no gosto: tudo fica subitamente muito azedo. Deveria ter seguido meu instinto natural e parado de beber ainda na parte enjoativa. Aliás, deveria ter seguido meu instinto natural e apenas experimentar os copinhos de degustação que estavam oferecendo para os clientes.

.

. Foto: Matt Rourke/AP

4. De olho no bolso

O preço do frappuccino de unicórnio varia de acordo com a cidade. Aqui em Nova York, paguei US$ 4,95 (mais os impostos, sempre surpreendentes na hora de separar as moedas) pelo tamanho grande (que, na real, é o médio, pois o grande de verdade se chama 'Venti'). Para quem recebe em dólar, um preço razoável. Para os pobres coitados que dependem da conversão em real, a diversão fica mais salgada - embora não muito distante do preço cobrado pelo Starbucks no Brasil por outros sabores de frappuccino. Porém, pagar caro por algo que nem é tão bom é jogar dinheiro no lixo. Melhor apostar no frappuccino de morango com creme, 60 centavos mais barato e 60 vezes mais gostoso.

Funcionários do Starbucks divulgaram imagens do frapuccino nas redes sociais

Funcionários do Starbucks divulgaram imagens do frapuccino nas redes sociais Foto: https://www.instagram.com/hungryhugh/

5. Piscou, perdeu

Se, mesmo com tudo o que eu já escrevi, você ainda tiver vontade de experimentar a novidade (não vou julgar, sou capricorniano e entendo algumas coisas sobre teimosia), é melhor correr: segundo a loja, a edição especial sairá do cardápio já neste domingo. Comprar uma passagem internacional tão em cima da hora não vai sair nada barato. A não ser que o sabor de arco-íris da sua bebida também inclua o pote de ouro, melhor ficar em casa e fazer sua lista de nove verdades e uma mentira mesmo; é um modismo mais acessível (e, honestamente, menos desagradável também).