Escola destrói celulares que confisca dos alunos

Redação - O Estado de S.Paulo

De acordo com representante, os pais dos alunos concordam com a prática

Alunos com celulares? Escola chinesa tem uma 'ideia' para evitar isso.

Alunos com celulares? Escola chinesa tem uma 'ideia' para evitar isso. Foto: Pixabay

O uso dos celulares nas escolas pode atrapalhar o desempenho e concentração nas aulas e, para acabar com o problema de vez, uma escola da cidade de Guiyang, na China, está tomando uma medida um pouco controversa.

A instituição confisca os celulares dos alunos, coloca-os dentro de um balde com água e, depois, destrói-os com um martelo na frente de todos os alunos da escola.

"Se os estudantes insistirem em trazer o celular para a escola e escondê-los, e se não tiverem uma permissão para carregar um celular, nós vamos afogá-lo na água e amassá-lo", disse uma representante da escola ao Pear Video. "É uma regra da escola. Você não está autorizado a trazer seu celular para a escola", completou.

Ao chegar na escola, os estudantes devem entregar seus celulares a funcionários da instituição e pegá-los na saída. "Nós repetimos muitas vezes, e não há nada mais a fazer com os alunos que tentam esconder seus aparelhos, a não ser destruir os celulares na frente deles", justificou a representante, que disse que os pais "concordam" com a atitude da escola.