Enigma do Facebook faz internautas se chatearem com resultado

- O Estado de S.Paulo

Texto acaba revelando que muitas pessoas não associam competência profissional com o gênero feminino

Teste revela que, muitas vezes, as mulheres não são vistas como profissionais competentes.

Teste revela que, muitas vezes, as mulheres não são vistas como profissionais competentes. Foto: Pixabay

Um 'enigma' que circula pela Facebook vem causando reflexão. O texto serve para identificar o machismo enraizado na sociedade.

"Pai e filho sofrem um acidente terrível de carro. Alguém chama a ambulância, mas o pai não resiste e morre no local. O filho é socorrido e levado ao hospital às pressas. Ao chegar no hospital, a pessoa mais competente do centro cirúrgico vê o menino e diz: ‘Não posso operar este menino! Ele é meu filho!".

O segredo é descobrir quem é a pessoa mais competente do centro cirúrgico. Nos comentários das publicações, há diversas suposições: é o marido do pai, que seria homossexual; é o avô do menino. Mas, na verdade, a pessoa era a própria mãe.

Nos comentários, várias pessoas ficaram indignadas consigo mesmas após não pensarem imediatamente que era a mãe. "Por que automaticamente pensamos que a pessoa mais competente do local seria um homem e não uma mulher, mãe do menino?", disse uma internauta. "Poxa, pensei que era um homem também. Que triste para mim. Não relacionei competência com a figura feminina", comentou outra.