Em dia de frio, escola barra alunos que trocaram a bermuda do uniforme por calça jeans

Redação - O Estado de S.Paulo

Caso aconteceu em cidade da Bahia e secretário de educação afirma que houve ‘falta de bom senso’

O único kit entregue pela rede municipal não possui uniforme para o frio

O único kit entregue pela rede municipal não possui uniforme para o frio Foto: Tiago Queiroz/ Estadão

Um homem brigou com a diretora de escola municipal da Bahia após ter seu filho impedido de entrar na escola por estar de calça jeans ao invés de usar o shorts do uniforme. O pai alega que o tempo estava muito frio para que o filho usasse a vestimenta.

“Não é possível que meu filho não pode entrar no colégio porque está de calça. Num frio desse, meu filho e mais crianças não podem entrar porque deram um shorts de dormir para as crianças virem para a escola. É possível um negócio desses?”, fala Edu Barreto, o pai, em vídeo que ele mesmo gravou para denunciar o incidente.

No vídeo, é possível ver a diretora responder, alegando que todos os alunos estão vestindo o uniforme. Ele então ressalta que a peça é muito curta para o frio e que a escola se equivocou em fornecer só aquele uniforme.

A diretora, então, diz: “Mas a gente tem que fazer a coisa como é certa. A farda [uniforme] é essa e tem que vestir, senão não faz sentido entregar a farda”.

Ao G1, Edu Barreto contou que após ter o filho barrado, se dirigiu para a Secretaria Municipal de Educação e pediu para que o secretário interviesse. A autoridade ligou para a escola e autorizou a entrada dos alunos.

O secretário Marcos Paiva disse ao G1 que o uniforme só contempla o shorts porque o clima na cidade é quente na maior parte do ano, mas afirmou que “faltou bom senso” por parte da diretora e, por isso, autorizou a entrada de alunos com calça em todas as escolas da cidade em dias de frio.