Desafio de comer detergente já causou quase 100 intoxicações

Agência Ansa - ANSA

Em três semanas o número de casos é quase igual aos ocorridos em 2016 e 2017 juntos

Sò nas três primeiras de 2018 já aconteceram 86 casos de intoxicação nos Estados Unidos por conta do consumo de cápsulas de detergente líquido

Sò nas três primeiras de 2018 já aconteceram 86 casos de intoxicação nos Estados Unidos por conta do consumo de cápsulas de detergente líquido Foto: Gary Cameron/Reuters

ROMA (ANSA) - O consumo de cápsulas de detergente líquido, sobretudo por adolescentes, provocaram 86 casos de intoxicação apenas nas três primeiras semanas de 2018, informou um relatório divulgado pela Associação Americana de Centros de Controle de Veneno (AAPCC, sigla em inglês).

Segundo os dados, que foram atualizados até 21 de janeiro, o número de casos entre pessoas de 13 e 19 anos ocorridos neste ano já é mais do que todos os registrados em 2017 (57 intoxicações) e em 2016 (36). 

Recentemente, diversos adolescentes publicaram vídeos nas redes sociais em que mastigam cápsulas de detergente e desafiam outras pessoas a fazerem o mesmo. O episódio ficou conhecido como Tide Pod Challenge e tem atingido, inclusive, youtubers.

"Não podemos enfatizar o quanto isso é perigoso para a saúde dos indivíduos. Isso pode levar a convulsões, edema pulmonar, parada respiratória, coma e até a morte", explica Stephen Kaminski, CEO da AAPCC. Para tentar combater este desafio, os gigantes da web e associações têm lançado campanhas de sensibilização no Facebook.   

Em Portugal, o Centro de Informação Antivenenos (CIAV) publicou um comunicado em sua página. "Comer cápsulas é estúpido! Coma bolachas", diz o texto.   

Além disso, o YouTube se prontificou a deletar qualquer vídeo de pessoas comendo as cápsulas e a Amazon disse que está trabalhando para remover os comentários que fazem apologia à ingestão do detergente. (ANSA)