Depois de 137 anos, nasce primeira menina em família norte-americana

Redação - O Estado de S.Paulo

Todos ficaram muito surpresos quando os pais revelaram o sexo de Carter

Família sabia que não nascia uma menina na família havia muito tempo, mas nunca tinham percebi que eram tantos anos

Família sabia que não nascia uma menina na família havia muito tempo, mas nunca tinham percebi que eram tantos anos Foto: Pixabay

Na família Settle não nascia uma mulher há 137 anos, até Carter chegar. Will e Kelen anunciaram o sexo de seu bebê durante a comemoração de Natal da família e todos ficara muito surpresos. 

"Todos ficaram um pouco assustados no começo!", disse Kelen à People. "Nós realmente achávamos que seria um menino. Todos surtaram no começo, especialmente os pais do Will." 

Os pais de Carter sabiam que havia anos não nascia uma menina na família, mas não sabiam que era tanto tempo. Foi o pai de Will que, ao olha a árvore genealógica, chegou à conclusão de que já eram 137.  

Will já tinha um filho, Rowland, de 7 anos, fruto de seu primeiro casamento. "Ele ama ela. Ele estava muito animado para ter um irmão e pensou que, instantaneamente, apareceria um menino de seis anos para brincar com ele. Mas, da primeira vez que a viu, ele ficou falando 'ah, ela é muito fofa'", relembra Kelen à publicação. 

Um colega de trabalho de Will fez uma surpresa para o casal: criou um outdoor na cidade deles, na Carolina do Sul, para anunciar o nascimento de Carter. "Will trabalha em uma companhia de anúncios de outdoor, então, quando ela nasceu, eles pegaram fotos do Facebook e fizeram esse painel", conta a mãe. "Foi absolutamente ridículo, uma surpresa engraçada." 

VEJA TAMBÉM: Casal faz ensaio fotográfico de adoção