Como lidar com grandes mudanças, sejam elas boas ou más

Barton Goldsmith - O Estado de S.Paulo

Lidar com mudanças é uma das coisas mais difíceis quando você já estabeleceu sua própria maneira de viver

Uma grande mudança pode ser exatamente a coisa de que você mais precisa, ou revolucionar sua vida de uma maneira que você jamais imaginou

Uma grande mudança pode ser exatamente a coisa de que você mais precisa, ou revolucionar sua vida de uma maneira que você jamais imaginou Foto: John Picton/ Creative Commons

Grandes mudanças ocorreram no seu mundo, agora, você passa a questionar muitas coisas, e principalmente tenta entender o que aconteceu com a sua vida. Quando estas grandes mudanças acontecem, ainda que positivas, você poderá se colocar inúmeras indagações, e particularmente se sentirá ansioso com o que virá a seguir.

Lidar com mudanças é uma das coisas mais difíceis quando você já estabeleceu sua própria maneira de viver.

Se o seu relacionamento com os familiares é bom, e os mais velhos (ou os mais jovens) decidem sair de casa, isto pode provocar um choque, e às vezes, você terá de aceitar esta decisão, e talvez a primeira coisa que lhe ocorra seja alugar o quarto daquele que saiu. E quando um filho casa, você não só perderá o filho ou a filha, como terá de aceitar parentes adquiridos em razão do casamento, com suas próprias ideias e estilo de vida.

Há também mudanças que não são positivas, como a perda de um ente querido, que o fará mergulhar no mesmo desespero, mas com uma dor e um estresse emocional maiores. É neste momento que você precisa respeitar os seus sentimentos e conversar com pessoas capazes de compreender sua situação. É importante lembrar que nem todo mundo conseguirá sentir o que você sente, portanto tenha cuidado com a pessoa que escolher para abrir o seu coração.

Experimentar a necessidade de chorar em vários momentos do dia é normal para alguém que passa por uma grande mudança e pelo estresse que ela acarreta. Muitas pessoas guardam o seu sofrimento emocional o dia todo até chegar em casa para então chorar ou mascarar a dor de algum modo. Sugiro que chore à vontade, porque é a melhor maneira de por tudo para fora. Tentar mascarar o sofrimento ou fugir dele nunca funciona.

Alguém disse que a única coisa com a qual se pode contar na vida é a mudança, porque tudo muda. 

Deixar-se ir com a corrente é uma grande solução, desde que você consiga; a maioria das pessoas resiste a isto, principalmente quando as mudanças que elas encontram provocam grande desconforto. A verdade é que a única escolha que você tem é encarar da melhor maneira possível o que está ocorrendo na sua vida ou no seu ambiente.

Estes são os momentos em que encarar os seus pensamentos e as emoções mais profundas pode ser de grande ajuda. Desse modo, você poderá analisar seus sentimentos e compreender o que acontece com você. Talvez seja difícil aquietar sua ansiedade e conseguir ouvir, mas não tenha pressa e não desista. Ensinei esta técnica a muitas pessoas, e quase sempre ela funciona. Respire fundo e sinta o que está havendo dentro de você. Esta é realmente uma experiência que acalma, e lhe proporcionará uma compreensão maior da maneira de lidar com o que virá a seguir. 

Uma grande mudança pode ser exatamente a coisa de que você mais precisa, ou revolucionar sua vida de uma maneira que você jamais imaginou. Muitas pessoas passaram por experiências negativas e viraram o jogo, procurando ter calma suficiente para pensar e processar as questões e os motivos do que está acontecendo. Procure apenas tentar.

O Dr. Barton Goldsmith é psicoterapeuta

Tradução de Anna Capovilla