Chocolate naturalmente rosa é criado pela maior processadora de cacau do mundo

Redação - O Estado de S.Paulo

O produto seria a primeira inovação em 80 anos, depois da invenção do chocolate branco

O novo chocolate 'ruby', da empresa suíça Barry Callebaut

O novo chocolate 'ruby', da empresa suíça Barry Callebaut Foto: Barry Callebaut/Divulgação

A cor do momento, o millenial pink, não deve ir embora muito cedo. Aliás, se depender da Barry Callebaut, a maior processadora de cacau do mundo, o rosa pastel deve estar presente cada vez mais no nosso dia a dia. Isso porque a empresa suíça lançou nesta semana o que afirma ser o primeiro chocolate naturalmente cor de rosa do mundo.

De acordo com a empresa, essa é a primeira inovação na cor do produto em mais de 80 anos, desde que a Nestlé criou o chocolate branco. O desenvolvimento levou mais de 13 anos, desde que a empresa descobriu um novo tipo de cacau durante experimentos em laboratório. 

"É natural, é colorido, é hedonista e tem um aspecto de indulgência, mas ele mantém a autenticidade do chocolate", afirma Antoine de Saint-Affrique, CEO da empresa, à Bloomberg. Isso tudo sem adição de corante nem de sabores na composição, criando um resultado menos doce e mais leve do que o chocolate branco, garante a produtora.

Com grãos de cacau da Costa do Marfim, do Equador e inclusive do Brasil, a empresa sai na frente em uma época em que os alimentos precisam ser cada vez mais apelativos visualmente para as redes sociais. "Ele tem um bom equilíbrio e conversa com os millenials", pondera Saint-Affrique.

O chocolate rosa deve chegar ao mercado do Reino Unido daqui seis meses, informa o The Guardian. Ainda não há previsão para a chegada no Brasil.

Veja as fotos do evento de lançamento do produto, em Xangai, na China: