Casais que pagam terceiros para realizar tarefas diárias são mais felizes, aponta estudo

Redação - O Estado de S.Paulo

Pesquisadores de Harvard conduziram estudos para saber se quem gasta dinheiro com o intuito de ganhar tempo apresenta maior satisfação em relacionamentos

Casais que não precisam realizar tarefas do cotidiano passam mais tempo juntos

Casais que não precisam realizar tarefas do cotidiano passam mais tempo juntos Foto: Pixabay/@stevepb

Um estudo da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, sugere que casais que contratam pessoas ou serviços para realizar as tarefas domésticas que eles mais detestam são mais felizes.

Ashley Whillans e mais dois pesquisadores conduziram sete estudos com mais de 3 mil pessoas em relacionamentos, nos quais ambos os parceiros trabalhavam pelo menos 20 horas semanais fora de casa.

“O modo como gastamos nosso dinheiro pode influenciar na felicidade que temos com nossos parceiros e nossas vidas”, falou Ashley ao ABC News. Ela ainda disse que o modo como se gasta o dinheiro pode influenciar mais na felicidade do que o quanto se ganha.

A pesquisa procurou identificar como as ocupações do cotidiano prejudicam o bem-estar das pessoas e de que forma isso poderia ser revertido. Os pesquisadores chegaram à conclusão de que aqueles que gastavam dinheiro com o intuito de economizar tempo, possuíam mais satisfação pessoal.

“Os benefícios ocorrem porque comprar tempo protege os casais dos impactos negativos do estresse do relacionamento e os deixa com mais tempo livre para fazer tarefas prazerosas juntos”, diz o estudo.