Cachorrinhos ganham ensaio 'newborn' para fomentar adoção

Redação - O Estado de S.Paulo

Fotógrafa é especializada em retratar bebês, mas não resistiu aos filhotes

Os três filhotinhos Tito, Messi e Love Bug

Os três filhotinhos Tito, Messi e Love Bug Foto: Imagem cedida pelo 11 Sixteen Photography/ - facebook.com/11Sixteen/

Kelly Frankenburg é uma fotógrafa especializada em retratar bebês em seu estúdio 11 Sixteen Photography, que fica na cidade de Richmond, nos Estados Unidos.

Apaixonada por animais, ela decidiu receber cães provisoriamente em sua casa para ajudar o abrigo municipal Richmond Animal Care and Control, até que os filhotes pudessem ser adotados por famílias permanentes.

Ao receber uma família com três filhotinhos de apenas duas semanas de idade, ela não resistiu: "Eu pensei que, se as pessoas pudessem vê-los além da imagem de cães sem lar, de abrigos, e ver o quanto eles são adoráveis, seria mais provável que eles fossem adotados", disse a fotógrafa à People.

Com dois filhos pequenos, ela explicou ao E+ que a separação dos cãezinhos não será fácil.  "Vai ser difícil para as crianças se separarem deles. Mas eu tenho explicado que nós poderemos ajudar mais cachoros se deixarmos esses irem para novos lares."

Além disso, ela afirma que sente que seu trabalho é dar aos cãezinhos um ambiente seguro e saudável para crescerem. "Há lares maravilhosos esperando por eles. Estou cruzando os dedos."

Com o cenário pronto para fotografar bebês, Kelly não teve muita dificuldade em registrar os animais. Ela relata que manteve um aquecedor ligado, para deixar os filhotes mais confortáveis.

Veja a seguir as fotos dos filhotes Tito, Messi e Love Bug, de três semanas de idade, e da mãe deles, a chihuahua Mama Paris: