Aos 33, homem termina viagem de dez anos por todos os países do mundo

- O Estado de S.Paulo

Apesar de dez anos 'de férias' parecerem um sonho, Johnny Ward não teve uma década tão fácil assim

  

   Foto: Maxmann/Pixabay

O norte-irlandês Johnny Ward terminou, na última semana, uma década completa de viagens por todos os 197 países do mundo. (O número exato de nações é alvo de discussões, já que alguns Estados não são reconhecidos oficialmente.)

Aos 23 anos de idade, ele terminou a universidade na Inglaterra e comprou uma passagem só de ida para Nova York. De lá, precisou voltar à Irlanda pois ficou sem dinheiro. Johnny se ofereceu para pesquisas em uma universidade irlandesa, onde era pago para participar de testes de medicamentos.

Em menos de dois meses, conseguiu comprar uma passagem para a Tailândia e seguiu sua jornada a partir daí. "Eu ensinei inglês na Ásia, guardei dinheiro, viajei, fiquei sem dinheiro, voltei a ensinar, guardar, viajar", relata. Com altos e baixos, ele afirma ter aproveitado todos os países, não só 'pisado' em terras estrangeiras. 

Criado apenas pela mãe, ele ressalta: "quando as pessoas ouvem minha história, elas normalmente presumem rapidamente que eu sou só mais um cara branco de uma família rica, viajando por aí com o cartão de crédito do papai. Isso não poderia estar mais longe da realidade", escreve no blog que criou, sua maior fonte de renda na viagem.

A família, formada por ele, a mãe e uma irmã, não tinha boas condições financeiras. Segundo Jhonny, eles receberam ajuda financeira do governo por 13 anos e não tinham carro nem aquecimento em casa (item essencial no país europeu). Hoje, ele ganha a vida com as divrsas propriedades que comprou em Londres e Bangkok, além da renda adivinda do blog. Ele afirma que chegou a juntar um milhão de dólares com a página em três anos.

Os altos e baixos não foram apenas financeiros. Johnny precisou lidar com situações perigosas, como quando estava na Angola e viu um homem levar dois tiros dentro de um carro que estava ao seu lado.

O norte-irlandês terminou sua jornada na Noruega, na última segunda-feira, 13, onde celebrou com sua família e amigos. Agora, ele espera resposta do Guinness, o livro dos recordes, para ser considerado a pessoa mais jovem e o único irlandês a visitar todos os países no mundo. Ele não considera correto que a publicação considere que você visitou um país apenas por ter cruzado a fronteira. 

Motivo. Johnny afirma que gosta de ter um estilo de vida que foge do esperado. "Se você não está feliz, um bom salário não é um progresso, é uma prisão financeira. A vida é feita para ser vivida, não vendida para quem pagar mais. [...] Eu quero viver agora, hoje, então eu faço exatamente isso. Todos os dias."

Veja algumas fotos postadas por ele:

 

I'm in Afghanstan! Country 184/196 and it's freeeeezing but gorgeous #everycountryintheworld #Afghanistan #middleeast #realtravel #bbctravel

Uma publicação compartilhada por Johnny Ward (@onestep4ward) em