'Alunos da classe média deveriam ficar de pé um dia todo', diz Karnal sobre caso no RS

O Estado de S. Paulo - O Estado de S.Paulo

Filósofo se posicionou sobre o comportamento dos estudantes que se vestiram de faxineiro e vendedor em festa 'Se Nada Der Certo'

O filósofo Leandro Karnal, colunista do Estadão, escreveu um texto de posicionamento em relação às atitudes dos alunos do ensino médio da Instituição Evangélica de Novo Hamburgo (IENH), no Rio Grande do Sul. Na última semana, nas típicas comemorações do 3º ano do Ensino Médio, os  alunos se fantasiaram de profissões como ambulantes, faxineiras e vendedores. O tema da festa era "Se Nada Der Certo". 

Intelectual. O historiador concilia aulas para estudantes da Unicamp com palestras, País afora, para o grande público

Intelectual. O historiador concilia aulas para estudantes da Unicamp com palestras, País afora, para o grande público Foto: Felipe Rau/Estadão

Assim como as fotos, as críticas também viralizaram. Segundo Karnal, o comportamento dos estudantes "estabelece de forma clara que trabalhos mecânicos/ braçais são inferiores e podem ser ridicularizados, reforçando nossa tradição". O filósofo também comenta o preconceito contra os que recebem salários baixos e diz que eles não se atualizaram sobre a categoria "milionário presidiário", em uma referência às prisões feitas pela Operação Lava Jato. 

Veja o texto, publicado no Facebook nesta terça-feira, 6.