Adolescente queria ir para Austrália, mas desembarca no Canadá

Redação - O Estado de S.Paulo

Quando comprava a passagem, Milan Schipper se esqueceu de checar os detalhes do voo

Sidney, o destino ao qual o adolescente Milan Schipper pretendia chegar quando se equivocou na compra da passagem. 

Sidney, o destino ao qual o adolescente Milan Schipper pretendia chegar quando se equivocou na compra da passagem.  Foto: Pixabay

A expectativa era sair de Amsterdã, na Holanda, para passar uns dias fazendo mochilão e trabalhando um pouco na Austrália. A realidade? Aterrizar em meio a uma tempestade de neve no Canadá, mais precisamente em uma cidade também chamada de Sidney. 

Holandês, Milan Schipper tem 18 anos e animou-se ao encontrar uma passagem por menos de U$ 300 para o trecho de 23h, de avião, entre Amsterã a Sidney, na Austrália. Considerada a distância, seria de fato um bom valor. No entanto, na verdade o valor de U$ 300 correpndia a um trecho de 12h, também de avião, entre Amsterdã a Sidney, no estado de Nova Escócia, ao leste do Canadá.

 

Em entrevista à radio CBC na quinta-feira, 30, Schipper disse que percebeu o erro quando viu o trajeto de viagem, já dentro do avião - essas informações são disponibilizadas em voos internacionais. Mas nem só más notícias são feitas as distrações: protagonista dessa situação cômica,  o adolescente acabou ganhando uma passagem de graça para Sidney - bônus que os aprendizados nos dão. No entanto, ele não garante que vá fazer a viagem neste momento.  

Não foi o primeiro. Schipper contou que uma de suas companheiras de voo para a Sidney canadense também já havia se enganado e ido para uma cidade enquanto pensava ir para outra. Que encontro de destraídos!