Simplicidade à mesa

Marcelo Lima - O Estado de S. Paulo

A designer Adriana Fortunato conta sobre seu trabalho com peças de tecido para mesas e seus acessórios

Panos de mesa criados pela designer que ressaltam o artesanal e as qualidades de cada tecido.

Panos de mesa criados pela designer que ressaltam o artesanal e as qualidades de cada tecido. Foto: Ateliê Adriana Fortunato

Para Adriana Fortunato, receber é, antes de tudo, um ato de altruísmo. "A proposta é fazer o melhor para reunir pessoas queridas. É assim que eu vejo e entendo a mesa", conta a arquiteta de formação, há mais de uma década dedicada ao projeto de peças de tecido para mesas de fino trato. Toalhas, jogos e suportes de contornos delicados, que colocam em evidência a qualidade dos materiais envolvidos em sua confecção. "Bem como todo o saber artesanal do local em que são produzidos", acrescenta ela, que a convite da curadora Barbara Vergnano participou da prestigiosa mostra Tavola all Italiana, durante a Semana de Design de Milão deste ano. "Me senti lisonjeada. Uma reunião de talentos tendo a mesa como tema", como afirmou nesta entrevista ao Casa.

De onde partiu seu interesse pela questão da mesa e seus acessórios?

Estudei Arquitetura e morei fora do Brasil por dezessete anos, trabalhando como consultora de sustentabilidade, mas, o que eu sempre gostei mesmo foi da possibilidade de criar ao lado de artesãos e de pessoas com habilidades manuais. Meu trabalho me levou a conhecer toda a cadeia produtiva do linho o que fez com que eu acabasse me apaixonando pela matéria-prima. Por tudo isso, e incentivada pela minha mãe, Ruth Gagliotti, resolvi abrir meu ateliê em 2013 com o objetivo de compor peças para vestir ambientes contemporâneos. 

A designer Adriana Fortunato.

A designer Adriana Fortunato. Foto: Ateliê Adriana Fortunato

Com quais materiais trabalha e quais seus objetivos como designer?

Além do linho, com fibras naturais como a seda e o algodão. Procuro sempre enfatizar as qualidades e propriedades intrínsecas de cada uma delas. A simplicidade na arte de receber com elegância é outra fonte de inspiração. Seja por meio de peças feitas de tecidos naturais, da releitura de acabamentos manuais tradicionais, da criação de formatos não convencionais. Além disso me preocupo muito com a questão da flexibilidade do uso. Meus módulos em linho e crochê para mesa, por exemplo, permitem diversos tipos de composições.

Composição para a mostra milanesa.

Composição para a mostra milanesa. Foto: Ateliê Adriana Fortunato

O que se espera de um serviço de mesa hoje?

A rotina caótica que vivemos em nossos ambientes urbanos tem levado as pessoas a repensarem o serviço de mesa. Hoje elas estão à procura de maior simplicidade e facilidade na ambientação e, principalmente, no pós-evento. Daí a conveniência, por exemplo, de se trabalhar com tecidos pré lavados e pré amaciados.

Jogo americano e capa para copo apresentados no evento Tavola alla italiana.

Jogo americano e capa para copo apresentados no evento Tavola alla italiana. Foto: Ateliê Adriana Fortunato