Projeto de reforma coloca funcionalidade acima da estética

Natália Mazzoni - O Estado de S.Paulo

Visual é decorrência de escolhas feitas durante a reforma e de soluções que facilitam o dia a dia do morador

Vista do estar com paredes descascadas

Vista do estar com paredes descascadas Foto: Zeca Wittner/Estadão

A obra que transformou por completo este apartamento de 64 m² foi tocada por arquitetos que colocam a funcionalidade acima da estética. Isso quer dizer que o resultado visual é uma consequência de escolhas feitas durante a reforma para preservar materiais já existentes no imóvel, ou criar soluções que funcionem para o dia a dia do morador. O arquiteto Thiago Rodrigues, do Superlimão, escritório que assina o projeto, explica que essa maneira de pensar é muitas vezes desafiadora, mas o resultado costuma compensar. “As soluções com certeza vêm antes de qualquer coisa. E aí, assumindo materiais e estruturas a gente chega a uma linguagem visual que se aproxima muitas vezes do industrial, mas em nenhum momento teve a pretensão de se encaixar nesse ou em outro estilo”, diz Rodrigues.

No caso deste apartamento reformulado para se adaptar melhor aos hábitos de um único morador, jovem, a obra começou derrubando todas as paredes de alvenaria que não eram estruturais. Isso fez com que os ambientes parecessem maiores, e eliminou estruturas, nesse caso, desnecessárias. “Como o cliente mora sozinho, não era preciso ter parede entre o quarto e a sala de estar, por exemplo. A separação agora é feita por uma chapa metálica vazada”, explica o arquiteto. 

Na cozinha, a parede também foi eliminada, o que trouxe uma linguagem bem mais moderna ao living. “Usamos tinta de poliuretano cinza no piso, o mesmo tipo aplicado no banheiro da suíte, amarelo”, comenta. A solução de pintar as paredes do banheiro do único quarto do apartamento veio porque os arquitetos gostariam de ter uma superfície única, sem a interferência de rejuntes ou qualquer tipo de emenda. O resultado inusitado é como um ponto de luz que contrasta com as cores sóbrias da área de dormir.

A iluminação, feita por meio de dutos aparentes, veio para descomplicar a reforma, e também para deixar em aberto a possibilidade de fazer mudanças no apartamento. “É algo simples, que tem um impacto visual mas também facilita uma possível interferência no futuro, se for preciso criar novos pontos. Em casos como esse, é preciso redobrar a atenção aos detalhes: se o técnico não fizer as ligações com extremo cuidado, o resultado estético vai ser ruim”, diz Rodrigues. Nesse caso, os arquitetos optaram por instalar junto às luminárias do estar uma grade que serve para organizar visualmente o projeto luminotécnico, na cozinha, os dutos ficaram totalmente aparentes.

No lavabo, feito onde antes existia um banheiro de serviço, respingos de tinta dão o colorido às paredes e cuba. Usados como torneira, os canos da tubulação existente caíram bem para deixar o ambiente com ainda mais personalidade. “Lançar um olhar para o que você já tem no imóvel resulta em ideias únicas, isso é sempre bem-vindo. E o orçamento ganha respiro, sobra dinheiro para investir em boas peças de design que vão durar e acompanhar você por muito tempo. Vale a pena.”