Mostra destaca as diversas modalidades do artesanato japonês

Marcelo Lima - O Estado de S. Paulo

De 19 de janeiro a 2 de fevereiro, na Galeria Deco, uma exposição inteiramente dedicada à arte koguei

Exemplares de cerâmicas koguei

Exemplares de cerâmicas koguei Foto: GALERIA DECO

Descendente de japoneses, desde a infância Marisa Ota conviveu com objetos funcionais e decorativos de origem nipônica na casa de seus avós. “Tinha particular afeição por um urso entalhado que ficava na sala de estar. E havia também muitos utilitários que faziam parte do nosso dia a dia”, conta ela.

Quanto à filiação dos referidos objetos à milenar arte koguei japonesa ela só veio a reconhecer anos mais tarde, ao visitar uma exposição em São Paulo. “Percebi que apesar de feita à mão, a arte koguei poderia abranger inúmeras áreas e não precisava ser exclusivamente artesanal”, recorda ela, que em parceria com Igor Miyahara, inaugura, na próxima sexta-feira, 19, na Galeria Deco, uma mostra inteiramente dedicada ao tema.

Boneca talhada à mão, dentro dos princípios da milenar arte

Boneca talhada à mão, dentro dos princípios da milenar arte Foto: GALERIA DECO

Produzidas em várias províncias do Japão, ao todo são 11 as modalidades da arte, concebidas sempre sob inspiração de elementos naturais como o fogo, a água, o ar e a terra, que estarão representadas. Criações de alto requinte artesanal que lançam mão de materiais como cerâmica, madeira e metal, entre outros, para dar origem, indistintamente, a utilitários domésticos ou objetos artísticos.

“Com o tempo, me aprofundando no assunto, entendi que no Japão não existem fronteiras entre artes plásticas e arte koguei. Nem entre artistas e artesãos. Ambos são igualmente respeitados por lá e considerados parte do patrimônio cultural”, comenta Marisa.

O instrumental utilizado no entalhe da madeira

O instrumental utilizado no entalhe da madeira Foto: GALERIA DECO