'Meu Projeto no Casa': Confira uma sala com cara de férias no campo

Redação - O Estado de S. Paulo

Leitora paulistana recebeu dicas do arquiteto Gustavo Neves para decorar apartamento de veraneio

Vista geral do projeto para sala no apartamento de veraneio

Vista geral do projeto para sala no apartamento de veraneio Foto: Estúdio Gustavo Neves

Uma sala com cara de férias no campo. Eis a proposta do arquiteto Gustavo Neves para o apartamento de veraneio de nossa leitora. E você? Tem alguma dúvida de decoração? Escreva para meuprojetonocasa@estadao.com.

PERGUNTA

Gostaria de contar com vocês para me auxiliar na decoração de minha sala de estar e TV. O ambiente tem 16 m² e precisamos de um sofá de três lugares, uma poltrona que atenda a uma senhora de idade, tapetes, apesar de nossos cachorros, quadros e mesas laterais. Nosso apartamento fica no interior e passamos lá nossos finais de semana.

(Rossana Franzese - São Paulo/SP)

Vista aérea da planta projetada

Vista aérea da planta projetada Foto: Estúdio Gustavo Neves

RESPOSTA

Olá Rossana, como o apartamento no interior é para finais de semana, pensei num clima de férias no campo. Assim, quis trazer um pouco da natureza para dentro do apartamento e isso ganha destaque no projeto, como nos pilares feitos com madeira proveniente de dormentes retirados de trilhos de trem, no uso de pedras brutas, nas peles naturais.

Por ser um espaço pequeno e muito recortado, posicionei a TV na maior parede, porém ela poderá ser escondida por um painel de correr de aço galvanizado quando você for receber, tendo em vista que o espaço tem dupla função. Uma lareira alimentada por biocombustível dá função ao painel envidraçado que divide sala e sacada.

Painel que esconde a TV quando ela não está em uso

Painel que esconde a TV quando ela não está em uso Foto: Estúdio Gustavo Neves

Nos meses quentes, ela pode ser retirada e se transformar em banco. Um sofá de três lugares, com bordas arredondadas, vai deixar o espaço mais descontraído. Texturas com materiais rústicos como areia, cal e cimento deverão ser aplicadas nas paredes, teto e piso, para completar a atmosfera rústica e acolhedora.

Os tapetes, um em fibra, outro em pele, ambos naturais, são uma boa opção para quem tem cachorros, por serem de fácil retirada para limpeza e manutenção. Obras de arte e poucos objetos complementam a ambientação. Mas, cuidado, a escolha de uma peça inadequada pode comprometer todo o projeto.

Para não sugerir improviso, invista em imagens figurativas do final do século 19 nas paredes e vasos de cerâmica ou pedra, sempre sem brilho ou polimento. Bem dentro da atmosfera de simplicidade e sofisticação que procuro imprimir a meus projetos.

O arquiteto Gustavo Neves

O arquiteto Gustavo Neves Foto: Salvador Cordaro