Leilão reúne 48 artistas

- O Estado de S.Paulo

Todos os anos, geralmente em outubro, o Museu Lasar Segall promove o Leilão de Pratos para a Arte, que está chegando à 12ª edição. O evento, que ajuda a arrecadar fundos para as atividades do museu, foi idealizado em 1998 pelo então diretor Marcelo Araújo. Na época, ele inspirou-se na coleção de pratos do restaurante Trio para fazer o leilão.

Lá os pratos são expostos e vendidos, atraindo público diversificado, de membros da Associação Cultural de Amigos do Museu a colecionadores. "Ter uma peça de um dos 48 artistas convidados todos os anos é uma oportunidade única", diz Jorge Schwartz, atual diretor do museu. Já participaram do evento, entre outros, Beatriz Milhazes, Paulo Mendes da Rocha e Jac Leirner. Em 2006, o prato do artista Tunga foi vendido pelo lance de R$ 21 mil.