Especial liquidação

- O Estado de S.Paulo

Ater-se ao orçamento disponível é medida essencial para aproveitar bem a temporada de liquidações

Boas sugestões de compras para a temporada de liquidação

Boas sugestões de compras para a temporada de liquidação Foto: Denis Fidalgo/Estadão

O ano começou, e como já era esperado, boa parte das lojas baixou seus preços, em muitos casos, oferecendo descontos consideráveis. Para quem esperou o momento para comprar algo de que estava precisando há tempos, a hora é perfeita. Quem não tem muito dinheiro sobrando para dar uma repaginada na casa deve partir para o garimpo: nem sempre é possível comprar um sofá novo, mas o seu pode ficar mais bonito com novas almofadas, assim como uma luminária na mesa de apoio é capaz de transformar a sala.

Antes, porém, de partirmos para algumas dicas práticas, que vão ajudar você a escolher o que merece ir para sua sacola, é relevante, em especial em tempos de crise econômica, destacar a avaliação do professor do Instituto de Finanças da Escola de Administração de Empresas de São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas (FGV-EAESP) Willian Eid. “Compra por impulso é o primeiro passo para a falência pessoal, isso com certeza vai dar ressaca no dia seguinte. Avalie muito bem o seu orçamento disponível antes de comprar, e não se esqueça que o cenário hoje não é propício para contas a longo prazo”, diz. 

O arquiteto Marcelo Rosset gosta de vasculhar as prateleiras em busca de peças curingas capazes de transformar o ambiente. “Trocar o tecido pode renovar um móvel por completo e as lojas do segmento costumam oferecer bons descontos nessa época. Também gosto da ideia de comprar objetos decorativos. Eles acrescentam personalidade aos espaços”, ensina Rosset. 

Diferentemente do que acontece com aparelhos eletrônicos, em se tratando de decoração, comprar itens de mostruário é muitas vezes vantajoso, como bem lembra a arquiteta Flávia Sá. “É claro, precisamos avaliar bem e ver se não existe algum defeito, não aparente, que inviabilize o uso. Mas se só o tecido estiver desgastado, por exemplo, tudo o que temos de fazer é trocá-lo e isso, em geral, vale bastante a pena”, explica.

O arquiteto Pedro Bazani costuma aproveitar os descontos da temporada para adquirir peças atemporais. “Algo que você não poderia comprar com o preço normal, mas que, uma vez comprado, vai ficar com você por muito tempo. Gosto da ideia, por exemplo, de comprar um bom tapete. É uma peça que sempre vai ocupar uma posição de destaque na casa e que tem o poder de renovar por completo o visual da sala.” 

Nas próximas páginas, você encontra produtos em liquidação, separados por faixas de preços. De objetos simpáticos, por menos de R$ 100, até itens de peso, daqueles capazes de figurar em qualquer lista de objetos do desejo – e que, mesmo com bom desconto, continuam a exigir uma carteira mais bem preparada para bancar o investimento. Ainda assim, fique à vontade e dê uma olhadinha.