Entre os melhores

- O Estado de S.Paulo

Premiação alemã de design destaca 43 projetos nacionais

Projeto Casa P, do studio mk27

Projeto Casa P, do studio mk27 Foto: Divulgação

Ano após ano vem crescendo a participação e a premiação de brasileiros em um dos principais prêmios internacionais de design, o iF Design Award, com sede na Alemanha. Nesta edição, 43 projetos venceram em categorias diversas, como Iluminação, Utensílios, Cozinha, Revestimentos, Residencial - Arquitetura e Interiores e Móveis.

"Tivemos uma participação expressiva, batemos recordes em número de inscritos e em premiados - foram 141 projetos inscritos, 29 a mais que no ano anterior, e 43 premiados, enquanto em 2014 foram 25. Conseguimos garimpar projetos que têm o perfil da premiação", acredita Juliana Buso, coordenadora de projetos do Centro Brasil Design, que representa o iF no País.

Novidade deste ano, a disciplina Arquitetura e Interiores, tanto residencial quanto comercial, teve boa participação nacional com dez projetos premiados, entre eles três do studio mk27, do arquiteto Marcio Kogan. "Os números mostram a qualidade e a capacidade do design brasileiro, que está em nível de competição internacional", afirma Juliana, que comemora a maior visibilidade - e credibilidade - que a premiação dá aos vencedores.

No geral, o Brasil ficou entre os oito países mais premiados, ao lado de Alemanha, China, Coreia do Sul, Taiwan, Japão, Estados Unidos e Holanda. O júri também teve a participação de brasileiros - os designers Marcelo Rosenbaum e Gustavo Greco. A cerimônia oficial de premiação será no dia 27 de fevereiro, na cidade de Munique. Depois, os projetos vencedores serão expostos em Hamburgo.