Décor e design invadem o Sul

- O Estado de S.Paulo

Em Bento Gonçalves, a feira de móveis Casa Brasil promove criadores e aponta aumento dos negócios

.

Reportagem de Marcelo Lima

Fotos de divulgação

 

Conhecido como um dos principais polos produtores de móveis no Brasil, o município de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, está em vias de se transformar em cidade-sede da principal feira de design e decoração do País. Lá, há duas edições, é realizada a Casa Brasil, exposição bienal, organizada pelo Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis), que dá mostras de surpreendente vitalidade.

 

Poltrona Canapé, de Tina Azevedo Moura e Lui lo Pumo e Steelwood Colection (estante, mesa e cadeira), da Magis

 

"Com ênfase no segmento de alto padrão e de design inovador, a Casa Brasil foi pensada para preencher uma lacuna que existia no mercado de feiras nacionais", afirma Henrique Bertolini, presidente do Casa Brasil 2009. Com 148 expositores de seis Estados, o evento, que terminou no fim de semana passado, superou em 30% o volume de negócios previstos e recebeu um número 24% maior de visitantes que a edição anterior.

 

Sistema modulável de estante Elysée, de Pierre Paulin e cadeira Tupi, da Schuster

 

Promissoras do ponto de vista dos negócios, não menos animadoras são as notícias que sopram do Sul quando o assunto é o design. Amparado por uma curadoria técnica de alto nível, o evento vem crescendo em tamanho e qualidade, valorizando o design contemporâneo, autoral, e, portanto, avesso a cópias.

 

Detalhe do aparador Aproximando Conceitos, de Bernardo Senna e estante Ponto de Fuga, de José Marton

 

Um diferencial que salta aos olhos quando comparada a outras iniciativas do gênero, e que já chama a atenção, inclusive, de expositores internacionais, como os italianos da Maggis, da Snaidero e da Barriviera Cappe, que ajudaram a imprimir uma atmosfera cosmopolita aos pavilhões de Bento Gonçalves.

 

Da Magis, a Pipe Chair, e Mesa Estrada, de Fernando Mendes e Roberto Hirth

 

Além de exposições paralelas e do Prêmio Casa Brasil, a feira apresentou a mostra Aproximando Conceitos, reunindo móveis assinados por quatro estúdios de design (Marton e Marton, Adriano Studio, Bernardo Senna e Guto Índio da Costa) encarregados de desenvolver linhas de produtos inéditos.

 

Entre os muitos lançamentos, destaque para a coleção da Schuster, que contou com a curadoria de Sergio Rodrigues à frente de seis estúdios de jovens designers; do brasileiríssimo revestimento criado por Marcelo Rosenbaum para a Finger e dos móveis dos irmãos italianos Davide e Gabriele Adriano para a Bertolini.