Drenagem linfática para atletas

- O Estado de S.Paulo

Após os treinos, o procedimento gera uma maior oxigenação local que auxilia no descanso dos músculos

“Entre os principais benefícios do procedimento, podemos citar a eliminação de toxinas e o impedimento da acumulação de líquidos”, diz fisioterapeuta

“Entre os principais benefícios do procedimento, podemos citar a eliminação de toxinas e o impedimento da acumulação de líquidos”, diz fisioterapeuta Foto: Crimestoppers/ Creative Commons

A drenagem linfática pode trazer diversos benefícios para o organismo. Porém, além dos benefícios estéticos almejados pela maioria que procura o tratamento, o processo também pode ser positivo para os praticantes de atividades físicas.

Em entrevista ao programa Rota Saudável, da Rádio Estadão, a fisioterapeuta Priscila Pereira Brandão afirma que a drenagem linfática funciona como uma massagem. “Entre os principais benefícios do procedimento, podemos citar a eliminação de toxinas e o impedimento da acumulação de líquidos”, explica.

Para atletas, a especialista verifica que o procedimento traz um relaxamento ao organismo. “É muito interessante fazer a drenagem, principalmente após os treinos, pois gera uma maior oxigenação local que auxilia no descanso dos músculos”.

De acordo com Priscila, o sistema linfático tem como função retirar os líquidos em excesso do organismo e transportá-los ao sistema circulatório. Porém, ao contrário do que muitos imaginam, não tem a capacidade de quebrar gorduras. “É um mito que a drenagem faz a pessoa emagrecer de fato. Porém, a oxigenação do organismo que a massagem proporciona pode ser um acessório para a perda da celulite, por exemplo”, ressalta.

A fisioterapeuta ainda alerta para diversas clínicas que oferecem outros tipos de massagem sob o rótulo de drenagem linfática. “O processo de drenagem é constituído por movimentos lentos, constantes e sem muita pressão sobre a pele. Já as massagens modeladoras são mais bruscas contra o corpo e possuem um objetivo mais estético, mas são igualmente benéficas”.