Conheça os benefícios do óleo de moringa para o cabelo e para a pele

Anita Efraim - Especial para O Estado de S. Paulo

Produto tem propriedades hidratantes e ajuda a tratar a caspa

O óleo pode ajudar a tratar problemas com caspa

O óleo pode ajudar a tratar problemas com caspa Foto: Reprodução

Extraído da árvore Moringa oilefera, também conhecida como árvore da vida, o óleo de moringa é a nova sensação na indústria de cosméticos. Há quem diga que o produto é o novo óleo de argan marroquino, mas com propriedades mais intensas. 

A planta tem sete vezes mais vitamina C que a laranja, quatro vezes mais cálcio que o leite, quatro vezes mais vitamina A que a cenoura, três vezes mais potássio que a banana, duas vezes mais proteína que o leite, mais ferro que o espinafre, além de ter vitaminas A, B, C, E e betacaroneto. 

Normalmente usado para o cabelo, o óleo de moringa tem ácidos graxos, como ômega 6 e ômega 9, que ajudam na hidratação e dão maior elasticidade. "Ele é bom para todo tipo de cabelo que precisa de tratamento, além de dar brilho e maciez", explica Marcos Riegel, coordenador de cursos da Gaboni, marca de cosméticos que lançou uma linha que usa o óleo, a GBPro Cachos. 

De acordo com Riegel, a principal mudança nos cabelos de quem usa produtos com óleo de moringa é sensorial. 

Para a pele. O óleo de moringa ainda é pouco explorado na área dermatológica, mas tem propriedades muito importantes para a pele. De acordo com a dermatologista Maira Astur, o óleo hidrata muito a pele, ajuda na cura de machucados, tem efeito antisséptico, antibacteriano e antifúngico, além de ajudar a controlar a caspa. 

Por suas propriedades, o óleo é bom para o tratamento de acne e rugas, pele ressecada ou irritada, e micose. 

"Este óleo pode ser usado em cremes, xampu, esfoliante, óleo de massagem, aromaterapia e sabonete", afirma Maira. Mas, de acordo com ela, o componente ainda não chegou às farmácias de manipulação.