Acaba de ser lançado no Brasil o livro “O Segredo está nos Telômeros” escrito pela bióloga Prêmio Nobel de Medicina, Elizabeth Blackburn. Os telômeros são sequências de DNA situadas em cada ponta dos cromossomos. O tamanho do telômero é o que determina o grau de envelhecimento.

Cada vez que uma célula se reproduz, a ponta do DNA encolhe e quanto mais elas diminuem de tamanho, mais uma pessoa envelhece e vice-versa.

Segundo a escritora, alimentação, atividade física, saúde mental e as relações sociais influenciam o comprimento dos telômeros. Algo que já estamos conversando há algum tempo aqui no blog, certo?

Blog Viva Mais e melhor

Um estudo publicado na Preventative Medicine analisou o telômero de 5.823 pessoas adultas e, quem apresentava os mais curtos, tinha um estilo de vida bastante sedentário. Os adultos analisados que praticavam exercícios de alta intensidade tinham os telômeros mais compridos e, consequentemente, mais jovens.

Músculos saudáveis representam uma vida de autonomia. Isso pode ser traduzido da seguinte forma: caso a pessoa comece a se exercitar aos 70 anos, ela chegará aos 85 independente.

Outras questões que podem ser relacionadas ao envelhecimento são: Pessimismo, hostilidade e ruminação (ato de “remoer” pensamentos), segundo o livro. Há ainda fatores ambientais, como tabagismo e obesidade que podem provocar o encurtamento prematuro do telômeros.

O fato é que envelhecer pode assustar, mas faz parte do ciclo da vida, o importante é cuidar da saúde, praticar exercícios físicos e mentais para que as rugas sejam de experiência e não de estresses.  Vamos evitar o sedentarismo, consumo excessivo de bebida alcoólica, tabagismo e procurar ter pensamentos positivos e realizar atividades físicas? Ser saudável ao longo da vida pode fazer toda a diferença na terceira idade. Pense nisso. Aceite o desafio e viva mais e melhor.