A aposentadoria é vista por muitas pessoas como o período em que finalmente elas estarão em férias permanentes. Será o momento, segundo dizem, para fazer tudo aquilo que, trabalhando não se consegue fazer. Viajar, praticar aquela modalidade esportiva, iniciar um curso, enfim, fazer só o que gosta.

people-1394377_1280

Muitas vezes a situação financeira e até a pressão da sociedade fazem com que estas pessoas tenham que interromper essas tão almejadas férias. Acho muito importante voltar ao mercado de trabalho, seja qual for o motivo para que isso ocorra.

No entanto, quero discutir aqui a obrigação que muitos senhores e senhoras se impõe. A cobrança, até mesmo de nós médicos, para que os idosos façam uma atividade é para que se sintam úteis e para que se divirtam e vivam felizes.

Mas esta volta às atividades não pode ser algo que não seja prazeroso. Não tenha vergonha de estar aposentado e ter vontade, de repente, de não fazer nada. Ou fazer algo, mas respeitando seu tempo, seu momento.

Respeitar a nós mesmos é muito importante e evita aborrecimentos, tédio e até mesmo desilusões. Se você está aposentado, mas quer continuar na ativa. Vá em frente! Mas se prefere ficar sossegado sem ter obrigações, vá em frente também. O importante é que você faça atividades que lhe dê prazer e, quem sabe, lhe renda um dinheirinho extra, por que não?

O importante é respeitar seus limites dentro da capacidade intelectual e física de cada um. Viva mais e melhor.