As pessoas estão vivendo mais! Vamos comemorar! A questão é o que fazer com o tempo que ganhamos?

A vida em família – pais, filhos e avós – ganhou uma dinâmica nova com o aumento da longevidade e ninguém está preparado. São varias as situações relatadas no meu consultório onde essa dinâmica mostra-se difícil. São filhos que não visitam os pais; avós que assumem as responsabilidades de pais, enfim…

O pai de um amigo diz sempre a seguinte frase: “Não espere que seu filho o trate como você o tratou. Espere apenas que ele trate seu neto do mesmo jeito que você cuidou dele”. Isso parece ser uma verdade. Por que reagimos assim? Ingratidão?

Um saudoso amigo já falecido comentava que o ideal seria criar casas de idosos ao lado de escolinhas de infância. E você visita seus pais e busca seus filhos na escola?