Saiba quais são os 4 alimentos que ajudam a curar a ressaca do Carnaval e outros 13 para desintoxicar o organismo

 

 

Jacou no Carnaval? Desde as festas de fim de ano você resolveu também dar férias para a dieta? Hora de retomar um cardápio saudável. Afinal, para muitos 2015 começa agora.

 

Pedimos a orientação de Ana Maria Gonçalves, coordenadora do Curso de Gastronomia  do IBMR, para listar alguns alimentos que ajudam a curar a ressaca do Carnaval e outros essenciais para desintoxicar o organismo.

 

Ana Gonçalves esclarece que “não há uma fórmula exata para receitas e sucos” quando o assunto é desintoxicação.

 

Ele sugere “variar os ingredientes funcionais devido à variedade de substâncias e seus compostos bioativos”. E prossegue: “Eles agem no organismo, prevenindo ou amenizando o aparecimento de doenças crônicas por meio da ação dos antioxidantes, que evitam a formação de radicais livres, e que levam ao envelhecimento e morte precoce de nossas células.”

 

A seguir, os alimentos que não devem faltar após o consume de álcool:

 

1) Água: é o principal item que deve ser ingerido. O álcool age diretamente nas células corporais, desidratando-as e interferindo no funcionamento normal do mesmo, causando dor de cabeça, típica do quadro de ressaca. O ideal seria alternar álcool e o dobro de água.

 

2) Gengibre: sucos que contenham gengibre também são ótimas opções, pois o gengibre combate a náusea e tem ação anti-inflamatória no sistema digestivo.

 

3) Ovos: Comer um ovo depois do excesso de consumo de álcool pode também combater os sintomas da ressaca. O ovo possui uma proteína rica em cisteína, que contém glutationa, capaz de auxiliar o organismo a reverter o processo de intoxicação, provocado pela ingestão de álcool. A grande observação é nunca consumir ovo cru, já que ele possui substâncias antinutricionais , que não ajudam a eliminar a ressaca.

 

 

4) Atum em lata no azeite de oliva: peixe rico em ômega 3, fonte de vitaminas e minerais, como ferro, magnésio, fósforo, selênio, e vitaminas do complexo B, além de ser uma fonte de proteína com baixo teor de gordura – que o corpo perde quando tem contato com o álcool. Com azeite de oliva, o atum diminui o ritmo de absorção do álcool pelo organismo.

 

 

 

E para quem estiver interessado em uma dieta Detox, Ana Maria também preparou uma lista de alimentos que podem ajudar!

 

1) Chás: camomila, erva-doce, erva-cidreira e Hibisco possuem fitoquímicos com ação antiinflamatória da mucosa gástrica

2) Alho: tem ação antioxidante e proteção de fígado

3) Cebola: é rica em quercetina, combate os radicais livres e auxilia na eliminação de toxinas

4) Alecrim: tem potente ação antioxidante e auxilia na eliminação de toxinas

5) Cúrcuma: é rica em flavonóides e curcumina, diminuindo risco de doenças cardiovasculares e câncer

6) Gengibre: é rico em fitoquímicos com ação anti-inflamatória, e auxilia contra enjôos

7) Hortaliças Brássicas: como brócolis, couve flor, couve manteiga, couve de Bruxelas, agrião, rabanete, repolho, mostarda e rúcula. Contêm compostos que auxiliam na eliminação de toxinas e na prevenção de doenças como câncer

8) Frutas oleaginosas e sementes: (castanha do Pará, amêndas, avelãs, nozes, sementes de girassol, abóbora e linhaça). Fornecem gorduras monoinsaturadas e minerais com ação antioxidante e antiinflamatória, além de reduzir o colesterol

9) Cereais integrais: (arroz integral e cateto, milho, centeio e cevada) e leguminosas (soja, grão de bico, ervilha seca, feijões). São fontes de fitoquímicos e fibras solúveis, que favorecem a detoxificação e reduzem a absorção de toxinas

10) Peixes: como sardinha e salmão. Têm fontes de aminoácidos e de ômega 3;

11) Frutas: especialmente as vermelhas, como uvas, cerejas, mirtilo, amora, açaí. São ricas em antioxidantes e compostos anti-inflamatórios

12) Ovos: ótima fonte de colina, essencial para o processo de detoxificação

13) Água e água de coco.  Hidratam e eliminam toxinas

 

 

Beijos e até semana que vem!