carnival-411494_640

 

 

O Carnaval vem aí. Para aproveitar a época mais festiva do Brasil, é preciso garantir a hidratação e saúde do corpo antes, durante e depois da folia. Para isso, pedimos dicas para a nutricionista Gabriella Alves, da Corpometria, de Brasília, e para a médica e nutróloga Alice Amaral, de Minas.

Veja o que recomendam as especialistas, Primeiro, vamos às dicas da Gabriella.

 

Antes da folia

 

“Antes do carnaval é importante fortalecer o sistema imunológico, que é extremamente requisitado nesses períodos de festas consecutivas”, afirma a nutricionista.

Para isso, segundo ela, a orientação é consumir diariamente alimentos fontes de vitamina C (Ex: laranja, limão, acerola, tangerina).

Gabriella ressalta que outro aliado para fortalecer o corpo é a glutamina, aminoácido que age diretamente na imunidade. A substância pode ser encontrada em alimentos como carnes e ovos, ou também pode ser consumida como suplemento. Outro ponto importante a ser observado é a hidratação. Afinal, as tradicionais festas do carnaval combinam consumo de álcool, o que resulta em muito exercício e pouca ingestão de água. Portanto, consuma bastante água para evitar desidratação.

 

Gabriella explica que, como nesse período normalmente ocorre consumo exagerado de bebidas alcoólicas, preparar o fígado é indispensável. “No fígado são processadas todas as toxinas, medicações e álcool que consumimos”, observa. Para isso, é ideal consumir alimentos protetores hepáticos como alho, açafrão, alcachofra, chá de boldo e folhas verde escuras.
Mas imediatamente antes da folia, o que devo comer? Segundo ela, uma excelente e prática opção é a castanha, rica em lipídios e fornecedora de muita energia. Carboidratos são importantes também, mas são rapidamente consumidos e dificilmente paramos para comer alguma coisa nas festas. Com isso, as castanhas proporcionarão energia e saciedade por mais tempo. “E não tem desculpa! Elas são práticas de levar para todos os lugares, já que não amassam e podem ser colocadas até no bolso”, brinca a nutricionista.

 

 

 

Depois do Carnaval

 

Após as festas, a água continua sendo peça chave, como em todos os momentos da vida. A água auxilia a recuperação de homeostase (estabilidade do organismo) e evita inchaços causados pelo consumo de álcool. Outro bom aliado é o repositor hidroeletrolítico, também conhecido como isotônico, que ajuda a repor os sais minerais e água perdidos durante as festas.

 

Independente do consumo de álcool, as repetidas festas combinadas implicam no comprometimento do sono e da rotina, causam estresse orgânico e para combater os radicais livres produzidos, os alimentos antioxidantes são uma excelente escolha. “Eles incluem alimentos ricos em vitamina C (Ex: laranja, limão, acerola, tangerina), frutas vermelhas (Ex: amora, morango, mirtilo, framboesa), açafrão, cenoura, beterraba e castanha do pará)”, sugere Gabriella.

 

Todo tipo de estresse demanda do organismo esforço especial para manter a imunidade. Além disso, a frequente escassa alimentação durante as festas faz com que o corpo busque energia nos músculos. Portanto, alimentos fontes de proteína são fundamentais nesse período pós festa (Ex: Ovo, Frango, Carne Bovina ou Peixe).

 

 

Agora, vamos à entrevista com a médica Alice Amaral:

 

 

No Carnaval, em geral, as pessoas acabam bebendo mais e fazendo escolhas menos saudáveis em relação à alimentação? Como promover um detox e voltar para uma dieta equilibrada?

 

Alice: Sim, parte da população acaba por ingerir bebidas alcoólicas numa proporção acima do recomendado e se alimenta de forma pouco saudável. O ideal é não exagerar muito durante o Carnaval, visto que exageros sempre causam males ao organismo.

 

O organismo precisa se desintoxicar o mais rápido possível. Para isso, seguem algumas dicas: beba bastante água de coco natural, direto da fruta (esqueça água de coco embalada em caixinha ou em outra forma de embalagem); faça coquetéis com frutas e gengibre; procure ingerir alimentos antioxidantes, como frutas cítricas, castanhas, e também vegetais verdes e escuros e alaranjados; alimentos ricos em fibras também ajudam bastante; experimente usar farinha de linhaça nas refeições.

 

O que é imprescindível em uma alimentação saudável?

 

Alice: Inicialmente, a hidratação. Beba bastante água, sem esperar sentir sede. De preferência, água de coco natural. Evite ficar longos períodos sem se alimentar (recomenda-se comer de três em três horas), com refeições leves, que contenham carboidratos com baixo índice glicêmico, como a batata doce, frutas, carnes magras, sementes e raízes. Se for possível, prepare em casa o que vai ser consumido e divida em pequenas porções.

 

No caso dos diabéticos, os cuidados são redobrados, tanto para evitar a hipoglicemia (quando o nível de glicose no sangue está abaixo do normal) quanto à hiperglicemia (quando o nível de glicose no sangue está acima do normal). E, nada de bebidas alcoólicas.

 

O que não deve, de maneira alguma, entrar no cardápio?

 

Alice: O corpo é muito exigido nessa época. Então, não podemos sobrecarregar ainda mais abusando de uma alimentação rica em gorduras, produtos industrializados, com excesso de açúcar ou sal, refrigerantes e também excedendo no consumo de álcool.

 

Vale lembrar que o churrasquinho, os espetinhos de queijo coalho, hot dog e outros tipos de produtos vendidos nas ruas devem ser evitados. O risco de contaminação é grande e você poderá contrair uma infecção que irá estragar os seus dias de folia.

 

Uma boa dieta é aquela que …

 

Alice: Uma boa dieta é a que, juntamente com outros bons hábitos de vida, promove o equilíbrio vital do organismo. Ocasiões especiais, potencialmente, alteram nossa rotina e alguns hábitos, porém mesmo assim podemos agir com as opções mais favoráveis.

 

Lembrete: É carnaval, folia, mas a higiene não pode ser esquecida. Se for comer fora, é preciso lavar bem as mãos, higienizar e conservar os alimentos, e procurar um local apropriado

 

 

Bom Carnaval e até semana que vem!