Na busca por um corpo saudável – o que inclui comer bem e deixar o sedentarismo de lado -, muita gente procura alternativas aos exercícios tradicionais como caminhada e corrida, na rua, e a musculação e ginástica localizada, na academia. Mas existem outras opções. O importante é buscar algo que te deixe feliz.  

Pensando no público avesso aos exercícios mais tradicionais, muitas academias têm investido em modalidades alternativas. E, entre elas, a dança tem conquistado, a cada dia, mais adeptos.

Audrea Lara, profissional de educação física e criadora pioneira do método Ballet Pilates, apostou na combinação de dança e atividade física para turbinar o treino e detonar calorias.

“As aulas de dança têm tido muito mais procura por conta da animação e do gasto energético. As pessoas não têm rotina nessas aulas, porque cada dia é um ritmo e uma intensidade diferentes. A única coisa que é sempre a mesma é o resultado: corpo mais esguio, pernas torneadas e ânimo a mil!”, conta a profissional de educação física, de São Paulo. A procura pelas aulas de dança se repete nas demais capitais do Brasil. 

A dinâmica da aula de dança como exercício físico é mais divertida e fluída e atrai tanto homens quanto mulheres, ainda que elas sejam maior número.

“Diferente da musculação, na qual intercalamos as séries de exercícios para membros superiores e inferiores, na dança o corpo todo é movimentado de uma só vez. E assim, os resultados também surgem de forma mais clara”, diz Audrea.

Segundo a profissional,  “além da perda de peso, as aulas de dança trazem melhora no condicionamento cardiorrespiratório, na flexibilidade e no equilíbrio pelo fortalecimento do core”.

 

Até semana que vem!