tape-403593_640

 

Na busca pelo corpo ideal, um número considerável de pessoas, segundo especialistas, têm focado muito mais na estética do que na saúde. Erro grave.

“Vejo pessoas querendo ter vida e comportamento de atletas, quando não são. Não precisa abdicar do seu lazer. Apenas faça o que tem que ser feito durante a semana e no final de semana ache uma atividade diferente ao ar livre, por exemplo. Assim, não soa como obrigação. Se quiser comer algo diferente sábado à noite, prepare-se para isso. Faça sua rotina, gaste calorias e, à noite, seja feliz”, afirma Giovanna Barros Sobenes, nutricionista esportiva e ortomolecular.

A mudança, segundo ela, começa pela cabeça e pelos hábitos de vida. E vem aos poucos, sem pressa.

Leia, a seguir, a entrevista com a conceituada nutricionista de Brasília.

 

Como ter uma alimentação saudável sem neurose?

 

Giovanna Barros Sobenes – Primeiramente, mudando sua cabeça e seus hábitos de vida. Tudo é possível desde que queira realmente mudar. A mudança vem aos poucos, sem pressa. Acreditar que não existe nada milagroso e que o conjunto de fatores como dormir cedo, praticar exercícios físicos diariamente, beber ao menos 2,5l de água por dia, evitar o consumo de carboidratos simples, farinhas e produtos artificiais, já é um bom começo.

 

É possível estar em boa forma, com percentual de gordura adequado, e não ter que levar frango e batata doce nos compromissos sociais?

 

Giovanna – Claro! Na nutrição temos vários alimentos muito essenciais que não têm porque ficar na monotonia. Na verdade, o equilíbrio está justamente na mudança dos alimentos. Tudo que é repetitivo demais acostuma e enjoa. Se você tem um dia muito corrido e às vezes não dá tempo para se exercitar, faça ao menos 20 a 30 min em casa de um exercício funcional ou troque o elevador pela escada, que já é algo diferente para o corpo. Sobre a alimentação, invista em comidas de verdade e desembale menos.

 

Como saber quando a busca pelo corpo ideal vira um comportamento inadequado?

 

Giovanna – Acredito que isso hoje em dia tem acontecido muito. Tudo o que é demais não é bom. Vejo pessoas querendo ter vida e comportamento de atletas, quando não são. Não precisa abdicar do seu lazer. Apenas faça o que tem que ser feito durante a semana e no final de semana ache uma atividade diferente ao ar livre, por exemplo. Assim, não soa como obrigação. Se quiser comer algo diferente sábado à noite, prepare-se para isso. Faça sua rotina , gaste calorias e, à noite, seja feliz.

 

 

Para você, qual é a dieta ideal?

 

Giovanna – Não existe. Existe um aprendizado na alimentação. A alimentação ideal para mim é aquela aonde você encontra tudo o que precisa em alimentos frescos, que são plantados e sem agrotóxicos. Fuja de produtos alimentícios, com listas de ingredientes enormes, cheias de químicos.

 

Até semana que vem!