Você sabia que  ao aderir à uma alimentação rica em antioxidantes é possível melhorar a concentração e até a memória? Segundo especialistas, a realização de um detox vai além de uma simples “limpeza” do organismo e, consequentemente,  da melhora do shape.

Pedimos à nutricionista Camila Rodrigues, do Acqua Brasil Spa, dicas de alimentos que devem ser evitados e consumidos para a desintoxicação: “O consumo de água durante a detox é imprescindível, sendo recomendada a ingestão de 2 a 3 litros por dia.”

Alguns alimentos devem ser eliminados para potencializar os resultados da dieta detox, segundo ela. São eles:

– Todos os produtos de origem animal: leite e derivados, ovos, todos os tipos de carne (boi, frango, peixes, peru, porco ,frutos do mar, rã, etc);

– Farinha de trigo e derivados;

– Aveia e derivados;

– Nozes e castanhas;

– Feijões e grãos como lentilha, grão de bico, ervilha, milho e soja;

– Açucares e sobremesas;

– Bebidas alcoólicas;

– Café e cafeína, como mate, guaraná, chá preto;

– Temperos como vinagre e molho shoyu;

– Alimentos que causam intolerância individual, detectados através de exames específicos.

 

Conheça agora os alimentos benéficos para a desintoxicação:

Brócolis

Ele trabalha especificamente com as enzimas do seu fígado para transformar as toxinas em algo que seu corpo possa eliminar facilmente.

Se você quer formas de fazer o brócolis ter um sabor melhor, tente mudar a forma como você o cozinha ou considere comê-lo cru. Mas não o coloque no microondas ou ele não terá as mesmas propriedades.

Repolho

Como a maioria das coisas que viram moda, essa dieta tem alguns fatos verdadeiros, mas você não precisa ir a extremos. O repolho ajuda seu fígado com o subproduto sendo um colesterol mais baixo, então há mais de uma razão para incluir esse vegetal.

Além de limpar seu fígado, o repolho irá ajudar a fazer seu intestino funcionar, e, portanto, expelir toxinas.

Alho

Muitas dietas detox listam o alho como uma peça crucial. A razão é que o alho melhora o sistema imune e ajuda o fígado. Uma coisa boa sobre o alho é que você pode aumentar sua ingestão sem se preocupar se seu corpo vai se acostumar e criar resistência.

Outro aspecto positivo é que ele pode ajudar a dar sabor a alimentos sem gosto. Se você não gosta do sabor do alho, pode ter seus benefícios na forma de suplemento.

Gengibre

Essa é uma raiz cujo valor medicinal data das civilizações chinesas antigas, e ainda se acredita que ela pode oferecer muitos benefícios. Frequentemente usada em um chá ou outra bebida, você também pode colocá-la em alimentos. Ela ajuda a função do fígado e tem propriedades adstringentes.

Algumas dietas detox pedem que se mastigue o gengibre. Você também pode descobrir que adicioná-la à água quente faz a água ter um sabor melhor. Basicamente, qualquer forma que você possa pensar de colocá-la em seu sistema será benéfica, especialmente se você sofre de gordura no fígado causada por consumo excessivo de álcool.

Chá Verde

O chá verde frequentemente é uma ótima adição a qualquer programa detox por causa de seu valor antioxidante. Antioxidantes são úteis porque eles ajudam a procurar e matar radicais livres antes que eles possam causar danos.

Couve

A couve tem muitos nutrientes e também age como uma forma de ajudar a limpar os rins. Tem muitos antioxidantes e propriedades antiinflamatórias, sem mencionar as vitaminas e minerais que ela contém.

Limão

É uma simples questão de adicionar suco de limão à água e beber. Isso supostamente elimina toxinas do corpo. Algumas pessoas adicionam pimenta caiena e adoçam com açúcar, mas o açúcar não é recomendado se você quer o efeito de desintoxicação.

Ele ajuda com a digestão e você pode beber uma xícara de água quente com limão para preparar seu sistema digestivo para o dia.

 

Receita do suco detox: 1 folha de couve + 200ml de água de coco + ½ maça + 1 ramo do salsão ou salsinha + 1 lasca de gengibre + 1 col de sobremesa de semente de chia a bater todos os ingredientes no liquidificador

 

Até semana que vem!