Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Emais » Dez alimentos que você deve dar adeus em 2015

Estadão

Dez alimentos que você deve dar adeus em 2015

Nutricionista recomenda exclusão de alguns alimentos do cardápio para quem se preocupa com a boa forma

Ana Paula Scinocca

31 Dezembro 2014 | 08h00

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que, em 2015, cerca de 2,3 bilhões de pessoas estarão com sobrepeso e mais de 700 milhões serão obesos. No Brasil, o excesso de peso atinge 40% da população, elevando o risco de problemas associados, como hipertensão arterial e colesterol alterado. Dessa forma, além de comer de maneira saudável, é essencial estar atento às quantidades.

Preocupada com o quadro, a nutricionista Cintia Azeredo, do Vita Check-Up Center, listou dez alimentos que devem ser abolidos do cardápio de quem pensa em saúde e boa forma.

Segundo Cintia, o dia a dia corrido e a falta de tempo, muito em função da jornada excessiva de trabalho, o estresse, entre outros fatores, têm levado a sociedade a procurar refeições mais práticas, mas quase nunca saudáveis. “Essa nova cultura, esse novos hábitos têm comprometido a saúde da população, causando aumento da pressão sanguínea, diabetes, problemas renais e cardíacos e obesidade. Por isso, o ideal é tentar reduzir ao máximo os alimentos nocivos à saúde. É importante lembrar ainda que o maior problema não está  no consumo dos alimentos, mas, sim, na frequência e nas quantidades”, disse.

A seguir, a lista da especialista dos alimentos que devem ser esquecidos de 2015 em diante. Ninguém precisa virar um Dalai Lama da alimentação. Mas vale a pena pensar sobre isso.

 

 

Feliz 2015! Com muita saúde para todos vocês!

 

 

Refrigerante: Esse é o tipo de alimento que possui o que chamamos de “caloria vazia”. São ricos em calorias e pobres em nutrientes. Apresenta uma grande quantidade de açúcar e sódio, que, em excesso, pode levar ao aumento da pressão arterial e a problemas renais. Mesmo os refrigerantes zeros em açúcar causam danos à saúde, pois a quantidade de sódio costuma ser bem maior comparada ao refrigerante comum.

 

Biscoitos  e salgadinhos de milho: Apresentam uma quantidade grande de sódio, além de produtos químicos, que podem causar alergias, e agredirem a mucosa gástrica e intestinal.

Temperos industrializados: Possuem um teor de sódio altíssimo, muitas vezes equivalente às necessidades de sódio para um único dia. Além disso, são ricos em corantes, conservantes e outros agentes químicos, que em excesso se tornam nocivos à saúde. A melhor opção é sempre utilizar os temperos naturais, como as ervas e especiarias.

Macarrão instantâneo: o macarrão é rico em gordura e calorias. Os temperos utilizados são ricos em sódio, muitas vezes possuindo uma quantidade maior que a estipulada para o dia todo, além de produtos químicos, que agridem o trato gastrointestinal e causam alergias.

Biscoitos recheados: Oferecem grande quantidade de calorias e gorduras, principalmente a gordura trans, que traz grandes prejuízos à saúde, como o aumento do colesterol ruim e a redução do colesterol bom. Prefira os biscoitos sem recheio e, sempre que possível, os integrais.

Alimentos congelados: Apresentam grande quantidade de sódio, calorias, conservantes entre outros produtos químicos. Além disso, muitos são feitos com farinha branca, que é absorvida de forma mais rápida, fazendo com que a fome apareça em pouco tempo.

Sorvetes industrializados: São ricos em calorias, açúcar, gorduras, principalmente a trans, produtos químicos e pobres em nutrientes. Dê preferência aos picolés de frutas, pois são menos calóricos e contêm vitaminas e minerais.

Embutidos: Os alimentos embutidos como salsichas, linguiças, mortadela e presunto são extremamente gordurosos e ainda oferecerem uma enorme quantidade de sódio e de produtos químicos.

Batata frita: O grande problema da batata ocorre quando ela é submetida a altas temperaturas, que provocam grandes modificações em sua molécula, agregando um alto teor de gordura. Quando a batata é industrializada, a mesma já vem com uma grande quantidade de gordura e, após a fritura, este valor fica ainda mais elevado. Uma opção é fazer a batata natural assada no forno, podendo fazer em corte chips.

Bacon: Este tipo de carne processada oferece uma quantidade altíssima de gordura saturada (gordura ruim), que leva a um aumento significativo do colesterol ruim, além de poder causar inflamação nas artérias, levando ao comprometimento cardíaco”.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato