Famoso por suas propriedade antioxidantes, o chá verde pode interferir na absorção do amido, presente em alimentos como pão, arroz e batata. Cientistas da Universidade de Ciências Médicas de Poznan, na Polônia, relacionaram o consumo do chá verde com a dificuldade para a digestão de carboidratos.
A pesquisa foi realizada com  28 pessoas com idade entre 19 e 28 anos. Elas permaneceram 12 horas em jejum e, depois desse tempo, consumiram uma porção de cereais, fonte de amido, e uma pastilha de chá verde ou de placebo, aleatoriamente. Mediante o teste respiratório do hidrogênio expirado, os pesquisadores comprovaram que aqueles que tinham consumido a dose de chá apresentavam mais dificuldades na digestão e na absorção do amido do que aqueles que tinham tomado o placebo.
A pedido do blog, o nutricionista esportivo funcional Júlio Aquino, membro do American College of Sport Medicine (ACSM) e do Institute of Functional Medicine (IFM), comenta a pesquisa e fala sobre os benefícios ou malefícios do chá verde.

1. Como funciona essa relação do chá verde com a absorção dos carboidratos?
O que ocorre é uma inativação das substâncias químicas que são secretadas pelo corpo, chamadas de amilase e glucosilase, pela catequina, composto químico presente no chá verde. Elas são responsáveis pela digestão e, consequentemente, absorção do carboidrato pelo intestino. A catequina do chá verde, chamada mais especificamente de epigalocatequina (é ela, aliás, que dá o sabor amargo ao chá) influencia esta absorção e, por isso, a pessoa consome o carboidrato, mas não consegue absorvê-lo no intestino.

2. E não digerir esse carboidrato é bom ou ruim pra pessoa?
Para quem tem obesidade isso é bom, pois o consumo do carboidrato dá a saciedade, mas a não absorção possibilita a perda de gordura corporal e melhora os resultados de exames como o de colesterol, glicemia e insulina. Mas para quem já está com deficiência no consumo de calorias isso pode se tornar um tiro no pé, pois pode aumentar deficiências calóricas e desenvolver desnutrição.

3. Quais são os prós e contras do chá verde então? 

O chá verde tem várias substâncias que contribuem para a melhora do humor, da glicemia (açúcar no sangue), do colesterol e da obesidade. Também ajuda a melhorar a função intestinal. Mas, como ele tem grandes quantidades de cafeína, é preciso ter atenção com outros efeitos que a bebida pode causar, como problemas hepáticos, agitação, insônia, pressão alta e resistência a adrenalina, no caso daqueles que geneticamente tem resistência à cafeína.
4. O chá verde deve ser tomado em algum horário especifico ou com alguma recomendação? 
Ele deve ser ingerido de acordo com a recomendação de um profissional, após avaliação do estado geral de saúde da pessoa. O nutricionista é o profissional especialista em fitoterapia responsável pela orientação. Não deve ser tomado no período da noite, nem por gestantes, crianças e pessoas que tomam remédios psiquiátricos controlados. E a melhor forma de consumi-lo é preparando em infusão e beber assim que ele for preparado, para melhor absorção das substâncias químicas que contribuem para a saúde.
Até semana que vem!