A maioria das mulheres já ouviu falar, se é que não sentiu na própria pele, as marcas das varizes. Aquelas veias dilatadas e alongadas, que costumam aparecer nos membros inferiores, incomodam. E muito. Além da dor, também produzem, para muitas mulheres, um desconforto estético.

 

O que nem todas as mulheres sabem é que o exercício físico ajuda a prevenir as varizes. Por isso, pedimos ao cirurgião vascular Caio Focássio dicas sobre elas.

 

 

Por que as muitas mulheres sofrem com as varizes? Quais as causas?

As mulheres possuem mais fatores desencadeantes do que os homens como, por exemplo, a atividade hormonal e a gestação. Além disso, as que são mais sedentárias são estatisticamente mais acometidas pelas varizes.

 

Há uma idade em específica ou faixa etária em que as varizes surgem? Ou podem ocorrer dos 20 aos 90?

As varizes podem ocorrer dos 20 aos 90 anos, mas a mais provável faixa etária acometida é dos 35 aos 55 anos.

 

O exercício físico ajuda a previnir as varizes?

Sim, com certeza. A atividade física ativa a bomba da panturrilha e, assim, facilita o retorno venoso.

 

Quem tem varizes pode malhar normalmente? Musculação ou corrida? O que é mais indicado?

As atividades aeróbicas e a musculação feita com pouca carga e mais repetições são muito indicadas. Agora, os casos de varizes em estágios muito avançados devem tratar primeiro o problema e depois, então, começar a prática de atividades, e sempre usando a meia elástica.

 

A alimentação pode ajudar no combate às varizes?

Não. A alimentação está relacionada principalmente a doenças arteriais, mas a obesidade é, sem dúvida, um fator predisponente das varizes. Por isso, cuidar da alimentação é sempre fundamental na prevenção de qualquer doença.

 

 

Abaixo, confiram outras dicas do cirurgião vascular:

 

1 – Alongamento: Deve estar no início da rotina de exercícios, pois evita lesões e aumenta o desempenho muscular.

 

2 – Caminhada: Ficar muito tempo em uma mesma posição não é apropriado. Por isso, a caminhada é indicada para quem quer se movimentar de forma rápida e prazerosa. O cirurgião vascular indica que esse exercício deve ser feito diariamente, por 30 minutos.

 

3 – Ciclismo: Pedalar ativa a circulação das pernas ajudando a função dos vasos sanguíneos.

 

4 – Hidroginástica: Além de ser uma delícia, o contato com a água exige harmonia de movimentos da musculatura e ajuda muito na circulação sanguínea.

 

5 – Musculação: Se gosta de ir à academia, vale aproveitar esse momento para se livrar das varizes. Nesse caso, dê preferência às repetições do que ao excesso de carga. Dessa maneira, é possível ativar a panturrilha e estimular o retorno venoso. Se as varizes são pequenas, não há problema nenhum em fazer esse exercício, eles são até recomendados. Mas, o ideal é evitar os que exijam muito esforço. A musculação pode ser até indicada sim, mas sem muita carga, já as atividades aeróbicas são essenciais para quem quer se proteger das varizes pois além de fortalecerem a panturrilha ainda auxiliam na circulação do sangue. Agora, aqueles que sofrem com dores nas varizes precisam ter auxilio profissional e orientação médica para a prática segura de qualquer atividade física.

 

6 – Pilates: Esta prática é focada no tônus e fortalecimento da musculatura. Ela promove a oxigenação sanguínea, relaxamento e alívio das dores crônicas, entre outras vantagens para quem tem predisposição a ter varizes.

 

 

Até semana que vem!