Acabou-se o que era doce. Fim de festa, especialmente para você que acha que o ano novo só começa depois do Carnaval. Mas, mesmo para aqueles que começaram a se alimentar melhor antes, mas deram aquela relaxada básica nos últimos dias, chegou a hora de um detox. Ele é essencial para a saúde humana, segundo especialistas. Para falar sobre o tema, convidamos hoje a ginecologista e obstetra Bruna Pitaluga Peret Ottani, pós-graduada em Nutrologia e membro do The Institute for Functional Medicine (IFM).

A seguir, eis a entrevista.

O que é detox e para que serve?

Dra Bruna  – Detox é a retirada de elementos que prejudicam a saúde de uma pessoa e a introdução de atitudes, alimentos ou suplementos que melhoram a saúde. Destoxificar é essencial para a saúde humana. Por exemplo, quando uma pessoa se a queixa de falta de energia, cansaço, fadiga, falta de ânimo para acordar, etc. O profissional que a acompanha deve entender a causa desses sintomas. Um dos erros mais comuns é a alimentação, mas podem ser metais pesados, hábitos e estilo de vida. Estamos acostumados com hábitos alimentares errados e pobres em nutrientes, logo não nutri o corpo e ainda desgasta o pouco que tem. O resultado final são sinais e sintomas de doenças. Quando esses erros são corrigidos, a pessoa se sente muito melhor: com mais vitalidade, vigor físico e mental, melhora da concentração e do humor, melhora os seus relacionamentos sociais e se sente bem consigo mesmo.

Verdade ou mito que detox consiste em apenas consumir sucos?

Dra Bruna – Mito. Como eu disse, o conceito de detox é muito mais do que o consumo de determinados sucos. Pode ser que a prescrição de sucos até faça parte do tratamento, mas o conceito é muito mais amplo do que isso. Precisamos identificar as causas dos sintomas e ajudar a pessoa a atingir o equilíbrio e a saúde plena.

Qual o período mínimo e máximo para a realização de um detox eficiente?

Dra Bruna – O tempo da desintoxicação depende de cada caso. Como o conceito não se refere a ingestão de sucos ou atitudes extremas específicas, cada pessoa necessita do seu tempo. O tratamento é personalizado, visando o bem-estar ee saúde. Pessoas podem demorar mais ou menos tempo dependendo da sua queixa, da adesão ao tratamento, de como mantém o estilo de vida, dos alimentos que consome.

Passado o Carnaval, onde os excessos costumam ser inevitáveis, qual o detox mais indicado?

Dra Bruna – Ajudar o fígado a superar os dias de folia! Recomendo a suspensão da ingestão de bebida alcóolica por 14 dias depois das festas (e a grande maioria das pessoas manteve essa ingestão  desde as festas de final de ano) e suporte para recuperação hepática com alimentos e suplementos, se for necessário. Pessoas com polimorfismos genéticos para alterações nas vias metabólicas de destoxificação necessitam de mais atenção e orientação. Para saber se tem ou não essas mutações, recomendo a realização de exames genéticos que são feitos de maneira simples, através da coleta de saliva, no consultório.

De forma geral, quais os alimentos são bons para o detox  depois do carnaval?

Dra Bruna – Além da suspensão do consumo de bebida alcóolica, o consumo de frutas vermelhas, gengibre, cúrcuma, beterraba, castanhas, ômega 3, aveia e muitas folhas verdes (todos orgânicos, pois os pesticidas sobrecarregam muito o fígado). E, claro, ingestão de água de boa qualidade. Alguns suplementos podem ser necessários como ácido alfa lipóico e silimarina, para potencializar os efeitos do consumo desses alimentos. O consumo de alimentos com grande quantidade de açúcar devem ser evitados nesse período, pois o açúcar sobrecarrega o fígado também.

De quanto em quanto tempo é recomendado fazer detox?

Dra Bruna – Destoxificar não se trata de retirar os alimentos e sim de reequilíbrio metabólico. Logo, sempre que uma pessoa se sentir mal, desanimada, sem energia ou com qualquer outra queixa que a esteja incomodando, deve procurar um profissional qualificado para identificar as causas, nutrir o corpo e, se necessário, realizar outros tratamentos, de forma individualizada. Não existe um tempo mínimo nem máximo para fazer detox.

 

Feliz 2018! Agora vai!

Até semana que vem!