‘Vida é aquilo que acontece enquanto você faz planos’, cantou John Lennon ao filho pequeno. E acontece mesmo enquanto a gente dorme. Abro este post com a letra e a música do jovem compositor Caio Prado (ouça seu disco Incendeia). O post de hoje saiu meio a contra-gosto, em meio a tristes eventos, novos e velhos ventos, lamentos e (des)acontecimentos. Passa o tempo velozmente (mente). Muito trampo, muita conta, e a gente nem dá conta. Muito assunto pendente. A gente sofre, canta: ‘Bandeira desfraldada a farda a fantasia’. Foram meus versos no Sopa de Letrinhas, sábado passado. Toda hora tem um militar falando asneira e sendo desmentido. ‘Não há clima’, sempre desautorizam, no dia seguinte. Temer já diz, abertamente, que o que houve em 1964 não foi um golpe. Foi um ‘desejo de centralização’ (como assim, man? e o Congresso fechado? e o AI-5? e os jornais censurados? e os mortos e desaparecidos?). E diz isso com todas as letras e mesóclises, impunemente. E nós lá, no dia 31 de março, resistindo com alegria no sarau Sopa de Letrinhas. Nós e nossa vibe de amor e liberdade, com Vlado Lima já chamando pra grande festa de 16 anos do Sopa, em abril. Na Paulista, na mesma hora, milhares pediam a volta da ditadura militar (pode isso, Arnaldo?). Até os meus 24 anos vivi sob a ditadura. Não quero aquilo nunca mais. Nem pra mim, nem pra meus inimigos. Não quero mais ninguém preso, morto e torturado. Não quero mais nenhum jovem estudante silenciado. Não quero mais viver sem sarau, luau, sem respeito à diversidade e sem liberdade. Não… Esse não é um assunto em discussão. Ao menos, até hoje, eu acreditava que não fosse.

Enquanto você dorme
Eles planejam um novo golpe
Dão armas aos fascistas
Eles são falsos moralistas

Enquanto você ri
Eles dão curso ao retrocesso
Conspiram ministérios
Eles sustentam privilégios

Transformam o oprimido em opressor bandido
Legislam pela redução da idade penal
Reprimem manifestações com militares
Iludem livremente em rede nacional

Precisamos falar de política
A todo custo a praça pública ocupar
Precisamos falar de política
A nossa luta é pela resistência popular

Enquanto você dorme
Eles planejam um novo golpe
Grampeiam o seu sono
Eles são ratos desumanos

Enquanto você ri
Eles torturam o seu passado
E se você não pensa
Os mortos não estão na imprensa

Massacram todo dia pobre nas favelas
Defendem morte como pena pra marginal
Revogam previdências de trabalhadores
Governam para a exploração do capital

 

… … …

CONRADO PERA
NO BAR BRAHMA

… … …

QUARTA-FEIRA – 11 de abril – 21hProjeto Talento MPB, no Bar Brahma (Avenida São João, 677), recebe um dos mais talentosos artistas da nova geração: Conrado Pera. Vencedor do Festival Nacional da Canção – o maior do Brasil – em 2015 com sua música “Corte e Costura” em parceria com Achiles Neto, Conrado lançou o elogiado cd “Enlaçador de Mundos”, tendo se apresentado em quase todos os estados brasileiros e em países como Peru, México e Estados Unidos. O jovem músico já tocou no Centro Cultural São Paulo, na Virada Cultural Paulista, na Virada Cultural de BH, no FICA – Festival Internacional de Cinema Ambiental e compartilhou o palco com Ricardo Herz, Dandara e Chico César, além de abrir shows de Lenine, Jair Rodrigues e Renato Teixeira, entre outros.

Algumas de suas composições foram premiadas em diversos festivais pelo Brasil e fazem parte da trilha sonora de filmes e documentários, como é o caso da música “Caminho”, tema da série “Bipolar” transmitida pela Globosat. O videoclipe da sua música “Vem Plantar Tudo de Novo” já alcançou mais de 140 mil visualizações no youtube. No momento Conrado grava seu segundo álbum com produção musical de Paulo Monarco e Raul Misturada e participações da cantora moçambicana Lena Bahule e do grande Chico César.

Sobre Conrado Pera escrevi:

Sampa recebe mais um show de Conrado Pera, jovem talentoso, águas de muitos mundos escorrendo pelas cordas do seu violão. Sua voz mistura sotaques e cria idiomas novos: é caipira com latino, sertanejo com urbano. Menino inquieto, não sossega… Quer aprender e vai lá pra perto ver. Viaja, corre trecho, dorme ao relento, ouve os sons da natureza, trovões, cantos e gritos. De gente e de bicho. Nossa solidão e desamparo estão lá nos seus ritmos. Mas a procura da felicidade sobressai. Sua música é um afetuoso abraço na diversidade. Esse “Enlaçador de Mundos” faz show quarta-feira no Bar Brahma (na famosa esquina da Ipiranga com a São João). Vai lá, que alguma coisa boa vai acontecer no seu coração. Nesse Conrado iluminado, bate o sol quente e aconchegante da mais inspirada canção.

Sobre ele, os críticos já disseram:

“O álbum de estréia do artista Conrado Pera, surpreende pela sensibilidade e pluralidade dentro da música brasileira contemporânea.” – Correio Braziliense, de Brasília.
“As letras são pura poesia, que fogem do senso comum, fala-se do amor em toda sua pureza, mas sem ser clichê. O que mais chama à atenção é o trato com a natureza nas canções, chega a ser uma exaltação à terra em toda sua plenitude…” – O Jornal, de Pernambuco.
“Influenciado pelas tradições do interior do país, Pera faz uma tradução de tradições e mostra uma cultura brasileira misturada, complexa e que já teve mais espaço na grande mídia com os Novos Baianos e Clube da Esquina.” – O Fluminense, do Rio de Janeiro.
“O primeiro CD de Conrado Pera demonstra um mergulho numa brasilidade quase psicodélica.” – Correio do Povo, de Porto Alegre.
“Conrado Pera lança primeiro CD e surpreende com mix de ritmos” – Divirta-se, de Belo Horizonte.
“CD de Conrado traz a pluralidade brasileira, indo do baião ao coco; do violino à viola caipira e até rabeca.” – A Tarde, de Salvador.

 

… … …

JOANA REAIS JAZZ ENSEMBLE

… … …

QUINTA-FEIRA – 5 de abril – 21hJoana Reais (ou Joaninha das Canções), cantora portuguesa radicada no Brasil, se apresenta no espetáculo ‘Joana Reais Jazz Ensemble‘, acompanhada por Leo Costa (violão), Marcos Paiva (contrabaixo) e Kabé Pinheiro (bateria e percussão corporal). No repertório, clássicos da época de ouro do jazz e do blues. No Sampa Jazz Bar, à rua Arcipreste Ezequias, 245, no Ipiranga. Ingressos a R$15.

Joana Reais apresenta seus espetáculos na Europa e no Brasil, ministra workshops e conferências sob o tema “A Voz e o Movimento numa Performance Inclusiva” e colabora com diversos projetos musicais, teatrais e comunitários, como o projeto internacional ‘Música nos Hospitais’. Com um disco gravado ‘a Lisboa’, dedicado à cidade que a viu nascer, que a inspira e a move – o seu trabalho tem sido alvo de vários elogios:

“A voz da Joana mastiga o samba que dança em cima das ruas de Lisboa enquanto brinca com o Fado que lhe veio nas malas do outro lado do Atlântico.” – Múcio Sá, músico, compositor, arranjador, produtor musical (Salvador, Bahia)

“Na voz da Joana há esta necessidade de ser feliz aqui, amanhã e depois e, nas suas canções, a Joana é capaz de iluminar.” – Catarina Vasconcelos, cineasta (Lisboa)

“Corre nas suas veias o jazz, não aquele feito por cantores que se aventuram em alguns standards: Joana canta de forma excepcional, com improvisos deliciosamente ousados, demonstrando o esforço de quem sopra as pétalas de um dente-de-leão.” – Augusto Moraes, jornalista (São Paulo)

“Joana cresceu com a sua música e a sua música cresceu consigo.” – Inês Figueiredo, jornalista (Lisboa)

 

… … …

O CD DO LEO COSTA

… … …

O violonista brasileiro, Leo Costa (que acompanha a cantora Joana Reais – ver matéria acima) possui sólido trabalho como compositor, instrumentista, arranjador e produtor há mais de 15 anos. Com shows em São Paulo e Paris, recebeu elogios de importantes referências da música brasileira como Swami Jr, Filó Machado, Marco Bosco, Ulisses Rocha, Ivan Vilela e Tavito.

Lançado este ano, seu primeiro álbum, ‘Leo Costa’, traz tanto o lado solista do compositor como o seu trabalho em grupo. Ao baterista Rodrigo Digão Braz e ao baixista Marcos Paiva juntam-se a participação do violonista Muari Vieira e da flautista francesa Amina Sonicflute Mezaache.

Leo recebeu o Prêmio Funarte de Música Brasileira pelo coletivo de violonistas Comboio de Cordas, em 2012, e é fundador do Ponto de Cultura de Torrinha-SP, centro cultural da sua cidade natal dedicado ao ensino da música, luthieria e à viola caipira.  De seu cd, ouça ainda ‘Balada, ‘Brimstone e Valsa pra Lila.

 

 

… … …

HORA DO RANGO ESPECIAL

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – 12h … O Programa Hora do Rango, comandado pelo apresentador Oswaldo Luiz Vitta, o popular e querido Colibri, realiza edição especial com transmissão ao vivo do Instituto Acqua, em Santo André. O Instituto promove o espetáculo em parceria com a Rádio Brasil Atual (98,9 FM) visando resgatar a história musical do Grande ABC, estimular novas atrações culturais e homenagear a cidade nos 465 anos, reunindo diversas atrações musicais, como Kleber Albuquerque, Rubi, Nômade Orquestra, Lurdez da Luz, Freud à Deriva e Everson Pessoa. No auditório do Instituto, à avenida Lino Jardim, 905, na Vila Bastos. Além de acompanhar o famoso programa de rádio ao vivo, o público poderá degustar o típico prato brasileiro Baião de Dois (vendido a R$20), preparado pelo chef andreense Bruno Wolf.

Sobre a Hora do Rango e a excelente programação musical e informativa da Rádio Brasil Atual (FM – 98.9), eu já falei aqui. Mas volto ao assunto, porque eles merecem (no meio do texto coloquei algumas canções que ouço lá):

Grandes artistas permanecem anônimos porque o sistema de divulgação das emissoras de rádio e tv está podre, de tão viciado e corrompido. Quem não pagar, não toca. E quem paga não gosta de arriscar seu rico dinheirinho, por isso não inova, nem diversifica. O resultado é a mesmice generalizada, com raras exceções: rádio Usp, Eldorado e uns poucos programas independentes na net. Após papear sobre isso com um amigo, ele me sugeriu ouvir a rádio Brasil Atual, no 98.9. No dia seguinte, sintonizei. Em casa pega com chiado, mas tocou, numa sequência matadora, Itamar, Laya, Los Hermanos, Yzalu e Mautner, com comentários interessantes sobre os compositores e cantores. Fiquei ouvindo com chiado mesmo. Ela tem um bordão que me conquistou de imediato: ‘a rádio que dá a notícia que as outras não dão. E toca a música que as outras não tocam’.

Ao meio-dia, o apresentador Colibri faz entrevistas ao vivo. Ouvi um super bate-papo com o grande Edvaldo Santana. E conheci a banda Macumbia, que cantou sua mistura de latinidade índigena com negritude brasileira. São ótimos, e nunca foram ao Faustão, claro. E as cantoras Marina Melo e Juliana Kehl, com trabalhos intimistas, alternativos e muito poéticos. A entrevista com o André Abujamra foi sensacional, recheada de ótimas histórias e canções. Então, chega de blablablá e escuta aqui: escuta lá! O Brasil atual ganhou mais um endereço digno pra se fazer ouvir e se expressar: 98.9, já!

Lá ouvi canções de artistas como Tassia Reis, Alafia, Almerio, Daniel Medina e tantos outros que prezam pela pesquisa e pelo fazer artístico inovador. São sons que nos dizem respeito, mas que a maioria das rádios não toca. Porque não são emissoras representativas dos mil sabores do nosso caldeirão cultural. Não diversificam. Boicotam. Não cumprem seu papel de concessões públicas que nos devem uma ‘contrapartida cultural’. Noutras palavras, roubam o espaço que seria de um amplo leque de artistas e o ‘oferecem’ sempre aos mesmos nomes e estilos viciados. E o grande público (acostumado à repetição) consome, claro. É fresquinho porque vende mais ou vende mais porque é mais fresquinho? O nome disso é propina, jabaculê, business.

Cito Adorno e Max Horkheimer, filósofos dedicados ao estudo dos efeitos e causas da massificação:

‘A Indústria Cultural é responsável por uma brutal pasteurização da obra de arte, e o artista, transformado em mero funcionário dos grandes meios de comunicação, repete fórmulas prontas ditadas pelas grandes indústrias‘. Ou uma frase do grande escritor e prêmio Nobel Amós Oz:

‘O problema é que a política misturou-se às concepções da indústria do entretenimento. Há uma infantilização da raça humana. Adultos sofrem lavagem cerebral da indústria cultural para virar criancinhas, porque as criancinhas são melhores consumidores”.

Por isso este blog alternativo batalha pela diversidade. Sarau, Luau e o Escambau esclarece e adverte: cuidado, gente: indústria cultural emburrece!

Pra fechar o tema, fui ouvir o Hora do Rango um pouco antes de postar. E quem o Colibri estava entrevistando? O grande compositor pernambucano Zé Manoel, que faz show no Bona, nesta sexta-feira, dia 6, às 21h30. Ingressos a R$30 e R$35. Vai lá que vale a pena. É música brasileira de muita lindeza e de primeira grandeza. Na rua Álvaro Anes, 43, em Pinheiros.  Ouça o lindo cd que ele fez com várias cantoras interpretando suas músicas. Chama-se Delírio de um Romance a Céu Aberto. Mas ouça tudo. É maravilhoso!

 

… … … 

EU E LEO MIDDEA
NO ‘SONS DO BRASIL’

… … … 

Em 25 de setembro de 2016 eu participei do programa Sons do Brasil, apresentado pelo produtor cultural Serginho Sagitta, na Rádio USP. Falei de Sarau da Maria e deste blog, entre outros assuntos. Comigo estava o jovem e talentoso cantor e compositor Leo Middea. Como o programa só foi disponibilizado na internet agora, clique aqui pra você ouvir como foi.

O ‘Sons do Brasil’ virou programa na rádio USP em 2015 (todo domingo, às 14h, com reapresentação à meia-noite de quinta-feira). Lá, Serginho Sagitta apresenta artistas independentes e seus trabalhos autorais. Segundo ele (e nós concordamos), há belíssimas canções ignoradas pela grande mídia. A intenção é divulgar essa boa música que sobrevive à margem da indústria cultural e criar espaço para que os talentos cheguem ao ouvinte cansado de mesmice e ansioso por novidades. Além das entrevistas, o programa tem uma seção chamada ‘Pitacos’, onde o Serginho divulga cds de artistas alternativos. No ano passado, o ‘Sons do Brasil’ ganhou o ‘Prêmio Profissionais da Música 2017’ de ‘melhor programa de rádio’. Neste ano, foi indicado ao prêmio novamente. O resultado sai no dia 21 de abril.

 

 

… … …

TIÊ ALVES EM CAMPANHA
PARA FINANCIAR CD

… … …

TÁ OSSO >>> O cantor e compositor paulistano Tiê Alves está em campanha de arrecadação de fundos para a realização de seu segundo cd, o ‘Tá Osso’. O projeto inclui gravação, mixagem, masterização e prensagem. Em 2014, o artista lançou seu primeiro álbum, O Rio e a Lua. Desde então, segue realizando shows em espaços como Teatro Itália, Ao Vivo Music, Centro Cultural Rio Verde, Livraria Cultura, Bar Brahma, Bistrô Esmeralda, Tanger Sessions, Museu de Arte Sacra e até fora do País, como no Ritzy (Londres) e no Club de Vila Real (Portugal). Lágrima de Amor, uma das canções desse disco, foi premiada no 44º Festival Nacional da Canção, o FENAC, na voz da cantora Daniella Alcarpe (que fará participação especial no novo disco). ‘Tá Osso’ terá produção musical do guitarrista e arranjador Luiz Cláudio Sousa. Entre aqui, saiba mais e colabore.

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – das 18h às 23hTiê Alves participa da primeira edição do ‘Festival Conexões – Talentos da Música’, com mais três artistas: Jonah, Mari Merenda e Lincoln Glauber. Entrada franca. Na V. Garage – Galeria Underground – Espaço Cultural, à rua Amazonas da Silva, 624.

 

 

… … …

QUEM MATOU MARIELLE?

… … …

Há três semanas a vereadora Marielle Franco (PSOL), de 37 anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comissão dos Direitos Humanos que acompanhava a intervenção no RJ. Havia feito denúncia contra abusos policiais e voltava de um evento para jovens negras quando foi baleada. Anderson Gomes, motorista do carro em que ela estava, também foi executado. Protestos e manifestações contra o bárbaro crime se repetem diariamente em várias cidades brasileiras. Marielle lutava por justiça, inclusão e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos nós, artistas e coletivos dos saraus, também defendemos. Três semanas se passaram e este blog continua aguardando o esclarecimento do caso e a punição dos assassinos. Diante da indignação geral, mensagens de ativistas e organizadores de saraus e coletivos de artistas continuam a chegar. Músicas, poemas e textos homenageiam Marielle. As balas que a mataram ainda atingem a todos nós. Não podemos nos calar. No último dia 30 de março, o jornal italiano Il Manifesto publicou uma hq de quatro páginas sobre a vida da vereadora (veja aqui).  Abaixo um poema de William Martins dos Santos e o belo livro ‘Marielle, presente!’, antologia com a colaboração de poetas e escritores (alguns já publicados aqui), com edição de João Gomes, sob comissão editorial de Lubi Prates e Taciana Oliveira.

 

 

… … …

AGENDÃO

… … …

Eis aqui a superagenda dos saraus para o seu findi, com fotos e vídeos (clique nas palavras azuladas para acessar links e nos cartazes para ampliar a imagem e ler detalhes). Acompanhe também as muitas opções contidas na página da Agenda da Periferia. Informe-se, inconforme-se, atue e divirta-se!

… … …

ATÉ 14 DE ABRIL … Exposição ‘Madeira Velha’… O artista sergipano Euflávio Gois Lima, ou Madeirart, participante de saraus e eventos artísticos, expõe seus trabalhos em madeira na Biblioteca Pública Alceu Amoroso Lima, na Rua Henrique Schaumann, 77, em Pinheiros. De segunda à sexta, das 10h às 19h. Sábados, das 9h às 16h e aos domingos das 10h às 14h.

… … …

QUINTA-FEIRA – 5 de abril – 18h … Lançamento do livro ‘InCorPoros – Nuances de Libido‘, com recital dos autores Nina Silva e Akins Kintê. Participação de Michel Yakini, Jenyffer Nascimento, Sidney Santiago e do grupo 2 Africanos. Na Galeria Olido, à av. São João, 463.

… … …

QUINTA-FEIRA – 5 de abril – 20h … A poeta Mariana Portela faz sarau de lançamento de seu livro ‘Viver é Fictício’ acompanhada dos escritores Davi Kinski e Luisa Micheletti, que também divulgarão seus trabalhos. Com palco aberto. Na rua Cardeal Arcoverde, 714.

… … …

QUINTA-FEIRA – 5 de abril – 20h30 … Festa mensal, a ‘Gloriosos Vagabundos‘ chega à terceira edição. Com música, intervenção cênica, exposição, recital e a poesia de Marcelo Montenegro e diversos convidados (clique no cartaz para ler melhor). No Presidenta – Bar e Espaço Cultural, à rua Augusta, 335. Entrada R$10.

… … …

QUINTA-FEIRA – 5 de abril – 21h … Idealizada pelo tecladista Renato Moog, a banda Rick Wakeman Project, reproduz o som e os incríveis discos do tecladista britânico, como “The Six Wives Of Henry VIII” e “The Myths And Legends Of King Arthur” e outros. No Café Piu Piu, à rua Treze de Maio, 134.

… … …

QUINTA-FEIRA – 5 de abril – 21h … Joana Reais (ou Joaninha das Canções), cantora portuguesa radicada no Brasil, se apresenta no espetáculo ‘Joana Reais Jazz Ensemble’, acompanhada por Leo Costa (violão), Marcos Paiva (contrabaixo) e Kabé Pinheiro (bateria e percussão corporal). No repertório, clássicos da época de ouro do jazz e do blues. No Sampa Jazz Bar, à rua Arcipreste Ezequias, 245, no Ipiranga. Ingressos a R$15.

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – 12h … O Programa Hora do Rango, comandado pelo apresentador Oswaldo Luiz Vitta, o popular e querido Colibri, realiza edição especial com transmissão ao vivo do Instituto Acqua, em Santo André. O Instituto, em parceria com a Rádio Brasil Atual (98,9 FM) promove o especial visando resgatar a história musical do Grande ABC, estimular novas atrações culturais e homenagear a cidade nos 465 anos, reunindo diversas atrações msuicais, como Kleber Albuquerque, Rubi, Nômade Orquestra, Lurdez da Luz, Freud à Deriva e Everson Pessoa. Além de acompanhar o famoso programa de rádio ao vivo, o público poderá degustar o típico prato brasileiro Baião de dois (vendido a R$20), preparado pelo chef andreense Bruno Wolf. No auditório do Instituto, à avenida Lino Jardim, 905, na Vila Bastos.

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – das 18h às 23h … O cantor e compositor Tiê Alves participa da primeira edição do ‘Festival Conexões – Talentos da Música’, com mais três artistas: Jonah, Mari Merenda e Lincoln Glauber. Entrada franca. Na V. Garage – Galeria Underground – Espaço Cultural, à rua Amazonas da Silva, 624.

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – 19hÀ Dois, espetáculo de duas vozes, reúne canções autorais estruturadas em linhas melódicas de violão e violoncelo. Com os parceiros Leonardo Lago e Renato Boaventura. Na abertura, pocket-show de Gabriel Peri e Philipo Hebrom. Entrada franca. Na Biblioteca Municipal Monteiro Lobato, à rua João Gonçalves, 439, em Guarulhos.

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – 19h30 … Pocket-show da cantora e compositora Rosa Rocha, com samba autoral e grandes clássicos da mpb. Participação do músico Ayrton Mugnaini Jr. Couvert R$10. No República Bar e Gastronomia, à rua Visconde de Itaboraí, 233.

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – 20h … O baiano Giovani Cidreira, cantor, compositor, arranjador e instrumentista, mostra as canções de seu disco “Japanese Food”, além de músicas do primeiro ep e releituras. Ingressos R$20. No Teatro De Bolso do IV Mundo, à praça Jesuino Bandeira, 124, na Vila Romana.

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – 20h … Clássicos internacionais e nacionais em formato acústico na voz e no violão de Mauricio Forni. No repertório, Elvis, Johnny Rivers, Rod Stewart, Elton John, Beatles, Stones, Dylan, Creedence, Hendrix, Janis, Roy Orbison, Doors, Chucky Berry, Little Richard, Simon and Garfunkel, Bee Gees, Simple Minds, Rush, Stevie Wonder, Joe Cocker, B.B King, Ray Charles, Tina Turner, Amy Winehouse, U2 e muito mais. No Carauari Bar e Mercearia, à praça Carauari, 8, na Vila Maria.

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – 20h … Show do Obinrin Trio, banda formada por Elis Menezes, Raíssa Lopes e Lana Lopes, que propõe reflexões sobre o machismo, o aborto, a lesbofobia e o racismo. O trio se apresenta no Periferia Trans, evento com temática LGBT (que vai até 29 de abril) organizado pelo ator Bruno César Lopes em parceria com o Galpão Cultural Humbalada, na periferia da ZS, com um mês de programação de teatro, dança, música, performance, filmes e debates com o recorte LGBT. Entrada franca. No Galpão Cultural Humbalada, à av. Grande São Paulo, 282, no Grajaú.

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – 20h30Guilherme da Mata faz show em tributo a Vander Lee. No Grão Espresso, à rua Voluntários da Pátria, 3558, em Santana.

… … …

SEXTA-FEIRA a DOMINGO – 6 a 8 de abril … Interiores – Teatro … Dividida em quatro momentos, que correspondem a habitações diferentes, a peça trata das relações que se estabelecem em torno da venda desses imóveis, de seus espaços vazios e de suas ausências. Texto e direção de Lucas Mayor e Marcos Gomes. No elenco, Anette Naiman, Daniela Schitini, Marcos Gomes, Rebecca Leão, Rodrigo Sanches, Paulo Salvetti e Mário Bortolotto (voz em off). Sexta e sábado, às 21h, domingo, às 20h. No Teatro Cemitério de Automóveis, à rua Frei Caneca, 384.

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – 21hBanda Forró do Assaré toca os grandes clássicos de Luiz Gonzaga, Gordurinha, Gilberto Gil, Jackson do Pandeiro, Sivuca, Dominguinhos e Hermeto Pascoal. Com Paola Gibram (sanfona), Ana Flor de Carvalho (voz e triângulo), Gabriela Silveira (voz e zabumba), Eva Figueiredo (voz e clarinete), Maiara Moraes (flauta transversal) e Guilherme Kafé (voz e baixo). Couvert R$12. No Bar Exquisito, à rua Bela Cintra, 532.

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – 21h30 … O grande compositor pernambucano Zé Manoel faz show no Bona. Ingressos a R$30 e R$35. Na rua Álvaro Anes, 43, em Pinheiros.  Ouça o lindo cd que ele fez com várias cantoras interpretando suas músicas. Chama-se Delírio de um Romance a Céu Aberto.

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – das 23h às 6h … Décima segunda edição do Samba na Gruta, que acontece toda primeira sexta-feira do mês. Com Zulu Reichenbach (cavaco), João Pellegrini (7 Cordas), Vitor Enoki (sax), Daniel Figueiredo (percussão), Fernando Miranda (percussão) e Renato Passarinho (percussão e voz). Nos intervalos, a dj Marina Lopes gira as vitrolas. Couvert R$5. Na rua Major Quedinho, 112-A.

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – 23h … Cantora Monica Elizeche interpreta os grandes clássicos de Billie Holiday. Ingressos a R$38. No All of Jazz, à rua João Cachoeira, 1366.

… … …

SEXTA-FEIRA – 6 de abril – 23h … Show da cantora e compositora Anelis Assumpção (filha e herdeira do talento musical do grande Itamar) que lançou recentemente o cd Taurina. Ingressos a R$30. No Mundo Pensante, na rua Treze de Maio, 830, na Bela Vista.

… … …

SÁBADO E DOMINGO – 7 e 8 de abril – das 9h às 20h69º Aniversário de Suzano é comemorado em dois dias de muitas atividades artísticas variadas e gratuitas: com música, dança e gastronomia. No Parque Max Feffer, à avenida Senador Roberto Simonsen, em Suzano.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – das 10h às 20h … Diversas atividades no terceiro aniversário da Gibiteka Barueri: exposição, palestra, games, impressão 3D, fanzinada, cosplay, rpg e convidados especiais (mais informações no cartaz). A Max Zendron é a primeira gibiteka pública da região oeste de SP, o que a tornou um ponto de encontro de Geeks, oferecendo eventos e oficinas de grande procura, além de um acervo com 5.250 hqs. Na rua Rio Grande do Sul, 234, em Barueri.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 11h … Dentro do ciclo ‘Mulher e Seus Saberes’, acontece a palestra ‘O romance e o lugar da mulher na consolidação da família nuclear‘, com Valéria de Marco, doutora em Teoria Literária e Literatura Comparada (USP). Incrições a R$40, com 30 vagas. Na Fundação Ema Klabin, à rua Portugal, 43, no Jardim Europa.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – das 12h às 18h … A Feirinha Gastronômica África 54 é um evento para quem quer experimentar comidas e bebidas típicas africanas. Com venda de roupas, brincos e outros acessórios. No Le Boucan, à rua Rego Freitas, 570. Entrada franca.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 13h … Lançamento do livro “Mário-Casa”, coletânea de contos em homenagem à Casa Mário de Andrade (e ao escritor e pesquisador que nela viveu). O livro estará à venda por R$25. Na Casa Mário de Andrade, à rua Lopes Chaves, 546, na Barra Funda.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 15h … Sarau dos Mesquiteiros na Ocupa convida o Grupo VOPO (Vozes Poéticas), dirigido por Felipe Yanez. Com palco aberto, banca de livros para leitura, mesa de desenho e pintura. Na Ocupação Cultural Mateus Santos, Na avenida Paranaguá, 1633.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 15h30 … Lançamento do livro “Ninguém me ensinou a morrer”, romance de Mike Sullivan pela Editora Reformatório. Autor ‘explora o universo de um homossexual oprimido pela família religiosa e o custo dessa repressão ao longo de sua vida, entre drogas, cinismo e abandono’. Na UP Cozinha & bar, à rua Antônio Carlos, 395A.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – das 16h às 20h … ‘Bombons Sortidos’, de Plínio Camillo, é uma coleção de contos divididos nos volumes/sabores: Amargo, Ao Leite, Castanhas, Crocante, Meio Amargo, Meio Doce, Mel, Pimenta, Recheados e Trufados. Os textos, segundo o autor, ‘desejam trazer novos olhares sobre temas já conhecidos e são escancaradamente baseados em fatos irreais’. No Espaço Kazuá, à rua Ana Cintra, 26, em Santa Cecília. A coleção completa, com os dez volumes, custa R$200. Cada volume, separadamente, sai por R$25.

Plínio Camillo, nascido em Ribeirão Preto, é ator, educador social, atuou com crianças e adolescentes de rua e já publicou os livros ‘O Namorado do Papai Ronca’, ‘Coração Peludo’ e ‘Outras Vozes’, além de antologias e trabalhos de oficina de criação. Recentemente, com Júlio Dias, lançou o livro de contos ‘De Rua’, sobre a vida dos menores abandonados.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – das 16h a 0h … StickerUp acontece na Cold Galeria e BowlHouse. O StickerUp é um encontro de adoradores de adesivos realizado de forma itinerante com objetivo de fomentar a cultura e a produção de sticker/adesivos. Na rua Morgado de Mateus, 652, na Vila Mariana (próximo ao Parque Ibirapuera).

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 16h30 … Projeto ‘Tardes Musicais’ traz a cantora Geovana, filha de senegaleses, que despontou no cenário artístico em 1971, quando apresentou “Pisa Nesse Chão com Força”, samba de sua autoria, na Bienal do Samba de São Paulo. Conhecida como ‘A Deusa Negra do Samba Rock’, a carioca tem muita história pra contar: conviveu com artistas como Elis Regina, João da Baiana e Pixinguinha e participou das históricas noites do Teatro Opinião e da fundação da Escola de Samba Quilombo dos Palmares, de Candeia. Entrada franca. Na Fundação Ema Klabin, à rua Portugal, 43, no Jardim Europa.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – das 17h a 0h … Décima edição do Festival da Mosca Branca, traz as bandas Os Artefactos e 3Z. Mais um evento gratuito do Jardim Psicodélico promovendo artistas independentes na ZL. Discotecagem de Edu Osmédio com o convidado André Girardi. No Menino Muquito Bar, à av. Vila Ema, 5090.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 18h … 23ª Batalha da Catedral: mais uma edição de disputas poéticas na praça Padre Aleixo Monteiro Mafra, 42, em São Miguel Paulista.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 18h … O projeto Dança no MIS é realizado mensalmente, com curadoria de Natalia Mallo. Coreógrafos são convidados a escolher uma área do museu para compor um trabalho em dança bem como ocupar o auditório com espetáculos de repertório e novas criações. Nesta edição, a bailarina Andrea Prior apresenta o espetáculo MandalaMis na área externa do museu.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 18h … Sarau ‘Sarradas Batidas‘ apresenta a sua ‘Vai Malandra Edition’, com microfone aberto. Na casa da Cia Teatro Documentário, à rua Maria José, 140.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 18h … O escritor Jorge de Barros lança seu livro de contos “O idílio de Maria Elefanta e Perna Seca“. O exemplar estará à venda por R$38. É a primeira publicação da Editora Fractal. Na Patuscada Livraria, Bar e Café, à rua Luís Murat, 40, na Vila Madalena.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 19h … ‘Sarau Escrevivências: Conceição Evaristo’ é um encontro poético conduzido por Ana dos Santos (escritora, poeta e professora) e Fernanda Bastos (poeta e jornalista). As mediadoras farão leituras de poemas e textos de Conceição Evaristo. Entrada franca. Na Livraria Taverna, à rua Fernando Machado, 370, no Centro Histórico de Porto Alegre.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 19h … Um tributo ‘meio bossanova e Rock And Roll’ à Cazuza. Esse é o projeto apresentado pelo cantor e compositor Caio Bars. Com os convidados Limonge, Kio Olivieri e Camila Rodrigues. Ingressos a R$15 e R$12. No Escotilha (fica entre a Paulista e a Brigadeiro, mas o endereço só será enviado aos que confirmarem presença aqui).

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 19h30 … A banda Caramelus Dei apresenta seu projeto autoral de música experimental, influenciada por mpb e rock. Participação da Banda Rock Fútil. Couvert R$10. No República Bar e Gastronomia, à rua Visconde de Itaboraí, 233.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 20h … O senhor e a senhora Roncoroni convidam os amigos para a festa de casamento mais rock and roll do pedaço com a banda Ratos do Blues. No Carauari Bar e Mercearia, à praça Carauari, 8, na Vila Maria.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 20h … Celebração do 7º aniversário do grupo DI Mandê conta com as participações especiais de: Denna Souza, Marcy Santos, Yunei Rosa, Jay bone, Tom Oliveira e discotegem de Guinho Botelho. Na casa Aparelha Luzia, à rua Apa, 78.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 20h … O cearense Vitoriano, cantor e compositor da banda ‘Vitoriano e Seu Conjunto‘, faz show voz e violão apresentando as canções do álbum duplo “Para Manter a Loucura Estável” e de seu primeiro disco solo “Plantando Semente no Asfalto Quente”. No Teatro De Bolso Do Iv Mundo, à praça Jesuino Bandeira, 124, na Vila Romana.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 20h … Duas ótimas bandas apresentam música autoral criativa: Mamparra e Os Amanticidas. Depois ainda tem discotecagem com dj Tahira e dj Maurício UM. Na rua Padre Justino 672, no Morro do Querosene (perto do metrô Butantã).

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 20h30 … Cantora Li Sousa, acompanhada pelo violão de Luis Mea, apresenta repertório mpb no Grão Espresso, à rua Voluntários da Pátria, 3558, em Santana.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 21h … Celebrando o lançamento do ep de duas faixas com canções do compositor e cantor Phill Veras, São Yantó e Chicão apresentam seu duo de piano e voz no Teatro da Rotina, à rua Augusta, 912. Ingressos a R$40 e R$20 (antecipado).

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 21h … As Choronas, grupo instrumental de música brasileira formado somente por mulheres, celebra vinte anos de carreira e lança seu quarto cd, Choronas Sampa, homenagem à cidade que as acolheu. Com Maicira Trevisan (flauta transversal), Ana Cláudia César (cavaquinho), Paola Picherzky (violão de 7) e Miriam Caoua (percussão). Antes da apresentação, as artistas batem papo com o público (às 20h). No Teatro Paulo Eiró, à avenida Adolfo Pinheiro, 765, em Santo Amaro. Entrada franca.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 21h … O cantor, compositor e guitarrista congolês Yannick Delass apresenta sua música africana com alma latino-americana, acompanhado por Rafa de Oliveira (percussão), Daniel Doctors (baixo) e Leandrade (guitarra). No Exquisito Bar, à rua Bela Cintra, 532. Couvert R$12.

… … …

SÁBADO – 7 de abril – 23h … A Casa Matahari, espaço de eventos culturais que funcionou no mesmo local durante 5 anos e foi fechada pela Prefeitura, reabre suas portas num galpão a dois quarteirões do antigo endereço. Na (re)inauguração, duas bandas e três djs fazem a festa da galera: Cangaço Blues e Rock’n’roll (com participação de Lu Vitti), Camisa Tropical e Birão Ramin, Caio Duarte e Tiago Costa. Com bazar de roupas e livros (qualquer peça por R$10) e ‘comidas veganas e carnívoras’. Na rua Silva Bueno, 493, no Ipiranga.

… … …

DOMINGO – 8 de abril – 8h … O violeiro Junior da Violla participa (tocando seu instrumento) da Maratona Internacional de São Paulo. O músico se apresenta no ponto de largada e chegada localizado em frente ao Obelisco do Parque do Ibirapuera, na Avenida Pedro Álvares Cabral.

… … …

DOMINGO – 8 de abril – das 14h às 20h … Exposição do projeto ‘Toda Cor Tem Seu Valor‘, da artista Jae Alves, leva a bandeira da igualdade, respeito e resistência. Envolve graffiti, customizações em camisetas e moletons, trabalhos com reciclagem e telas. Com som do dj Boloro e Flash Day de Tattoos com as Tatuadoras Jess Araújo, Maiara Ruth e Amanda Maria. Entrada franca. Na rua Niterói, 127 (perto do mercado D’avo), em Itaquaquecetuba.

… … …

DOMINGO – 8 de abril – das 15h às 21h … Que o Sarau da Casa Amarela, organizado e apresentado pelo poeta Akira Yamasaki, é um dos mais legais da cidade, eu sempre escrevo aqui. Mas esta 65ª edição promete ser muito especial. Além do tradicional palco aberto, um trio megapower de convidados: o jornalista e escritor Gilberto Vasconcelos, o escultor e poeta Euflávio Madeirart e o músico e organizador do sarau ‘Toca do Autor’, Alexandre Tarica (mais informações no cartaz). Na Casa Amarela, à rua Julião Pereira Machado, 7, em São Miguel Paulista.

… … …

DOMINGO – 8 de abril – 16h … Barbatuquices é uma aula-show “onde o público interage e aprende com os integrantes do grupo Barbatuques, vivenciando brincadeiras musicais e descobrindo a sonoridade do corpo”. No repertório, músicas do grupo e do cancioneiro popular. Na Casa Natura Musical, à rua Artur de Azevedo, 2134, em Pinheiros.

… … …

DOMINGO – 8 de abril – das 16h às 21hSarau Urutu (realizado na Rua Urutu, na Vila Jacuí) tem microfone aberto e os seguintes convidados:
– A selvagem cidade de pedras e os corpos Invisíveis (NPC) – dança
– Lançamento Memorial Poético – sítio Mirim
– Intervenção em dança – crianças da Urutu
– Sarau Alcova
– Núcleo Ximbra – Improviso de Música ao Vivo – com Renato Pessoa e Luciano Sallun
– Cine Urutu – A alma da Gente

… … …

DOMINGO – 8 de abril – das 17h às 23h … Estreia da banda Samba Tum, formada por ‘mestres da cultura popular oriundos do recôncavo baiano onde o Samba Chula e o Samba Duro se manifestaram através dos ancestrais’. Entrada franca. Na Nossacasa Confraria das Ideias, à rua Mourato Coelho, 1032, na Vila Madalena.

… … …

DOMINGO – 8 de abril – das 17h às 20h … 18ª Edição da Festa “Doces Tardes de Domingo“, com apresentação de três bandas: Oskarface, Hitchcocks e Os Longes (mais detalhes no cartaz). Com churrasco Comunitário (leve carne, linguiça, frango ou vegetais). Produção da equipe do Jardim Psicodélico. No Komb Bar ZL, à rua Praça Miguel Ramos, 171, no Jardim IV Centenário.

… … …

DOMINGO – 8 de abril – das 17h às 20hO programa de rádio Santo de Casa (de que já falei aqui) estende suas atividades para a Web-TV e realiza gravação de seu primeiro programa. Será transmitido ao vivo pelo Facebook e, depois de editado, irá para o YouTube. É mais um esforço dos organizadores para divulgar a música autoral da Baixada Santista. No programa, Rogério Baraquet é acompanhado pela Banda Querô e a Chico Osso. No Parceria, à av. Tupiniquins, 7, em frente à Ponte Pênsil, em Santos.

… … …

DOMINGO – 8 de abril – das 17h às 22h … Xote, xaxado, pé-de-serra e forró e baião chiando nos discos de vinil da festa ‘Cacete di Agúia‘. E ainda tem aula de forró na oficina de dança com Alexandre Silva e Patricia Caixeta. Entrada franca. No Espaço Cultural Casa da Vila, à rua Engenheiro de Armando Pereira, 943B.

… … …

DOMINGO – 8 de abril – 18h … O IJC (Instituto Juca de Cultura) apresenta o concerto SUR, do duo Pedro Macedo (baixo acústico) & Rafael Cardoso (violão seis cordas). Compositores de Cuba, Argentina, Venezuela, Colômbia e Brasil estarão representados no recital que busca a unidade latino-americano através de sua música e cultura. Entrada R$20 (em dinheiro). No IJC, à rua Cristiano Vianna, 1142, perto da estação Sumaré do metrô.

… … …

SEGUNDA-FEIRA – 9 de abril – 12h … O apresentador Colibri, do programa Hora do Rango, recebe o trio Freud à Deriva para um bate-papo sobre sua trajetória musical. O trio é formado por Rene de França (guitarras e vocais), Marcelo Mazzucatto (contrabaixo e vocais) e Zé Terra (voz, violão e outros instrumentos). Na Rádio Brasil Atual, FM 98.9.

… … …

SEGUNDA-FEIRA – 9 de abril – 18h30Batalha de Rap de ataque temático. A partir desta 39º edição as batalhas serão filmadas em full hd, com postagem na página. Na praça Padre Aleixo Monteiro Mafra (Praça do Forró).

… … …

SEGUNDA-FEIRA – 9 de abril – 19hSindicato dos Artistas e Técnicos (Sated-SP) conclama categoria para discutir a ADPF 293 e informar-se sobre as ações legais cabíveis quanto ao julgamento da ação no STF. Na Funarte, à alameda Nothman, 1058, em Campos Elíseos.

… … …

SEGUNDA-FEIRA – 9 de abril – 21h30 … Cantora  faz show na sala de sua casa com transmissão ao vivo pelo Facebook. No repertório desta quinta edição do ‘Na Minha Sala’, canções autorais do seu disco “Esquerdo Direito”, além de novos arranjos para músicas de Lenine, Gonzaguinha e Red Hot Chili Peppers. Acompanhe pela página oficial da cantora.

… … …

TERÇA-FEIRA – 10 de abril – 19h … Os escritores Bruno Ribeiro e Wander Shirukaya celebram o centenário da obra-prima da literatura latino-americana ‘Contos de amor, de loucura e de morte’ de Horacio Quiroga, lançando a antologia “Cem anos de amor, loucura & morte“, onde quinze autores reescrevem os quinze relatos originais de Quiroga. Uma publicação da editora mineira Moinhos. Na UP Cozinha & Bar, à rua Antônio Carlos, 395 A. O livro, de 108 páginas, estará à venda por R$35. Participam os contistas Alexandre Willer Melo, Tadeu Sarmento, André Ricardo Aguiar, Matheus Borges, Cristina Judar, André Timm, Irka Barrios, Nara Vidal, Janailson Macêdo, Tiago Germano, Astier Basílio, Mariana Travacio, Márcia Barbieri, Fabio Fernandes e Rinaldo de Fernandes.

… … …

TERÇA-FEIRA – 10 de abril – 20h … Antes dos shows de lançamento de seu primeiro cd, “Evoé!“, o cantor e compositor Daniel Medina faz pocket-show informal na Yb Music, à rua Purpurina, 434.

… … …

TERÇA-FEIRA – 10 de abril – 20h30 … AI-5 – A Peça: reconstituição da histórica cena acontecida em 13 de dezembro de 1968, quando 24 ministros se reuniram com o Presidente Artur da Costa e Silva e o vice-presidente Pedro Aleixo para deliberar sobre o Ato Institucional Nº5, que resultou na nefasta ditadura militar (1964-1985). Ingressos a R$30 e R$15. Todas as terças-feiras de abril (no dia 10, com o ator convidado Decio Vaz). No Casarão do Belvedere, à rua Pedroso, 283.

… … …

QUARTA-FEIRA – 11 de abril – 15hCarol Naine, cantora e compositora finalista do Prêmio da Música Brasileira de melhor canção de 2017, apresenta o show “Qualquer pessoa além de nós”, acompanhada pelo trio Alexandre Vianna, João Benjamin e Rafael Lourenço. Entrada franca. Na sala multiuso da Fábrica de Cultura Brasilândia, na avenida General Penha Brasil, 2508.

… … …

QUARTA-FEIRA – 11 de abril – 18h … Sarau organizado e apresentado pelo poeta Claudinei Vieira, o Desconcertos de Poesia tem palco aberto e os seguintes poetas convidados: Ellen Maria Vasconcellos (com seu novo livro ‘Gravidade’), Janaína Moitinho, Edson Valente (lançando ‘Lençóis em leitos coletivos’), Macaio Poetônio e o grupo musical Anhangabahy, além da exposição de artesanato Bazar Para Tudo, com o Coletivo Arte Permanente (Wilson Neves, Maria Angela Assunção e Monica Marcondes, entre outros). Na Patuscada – Livraria, bar & café, à rua Luís Murat, 40, na Vila Madalena.

Autora dos livros de poemas Gravidade e Chacharitas & gambuzinos, Ellen Maria Vasconcellos é formada em Letras na USP, atua como revisora e tradutora de textos. Aqui, alguns poemas de seu novo livro:

castigo
exílio interior
ruínas no canto da sala
conjurando uma nova pompeia
a cada lágrima engolida

gravidade

onde caem as maçãs
jaz a teoria
quanto pesa um corpo
quando ainda é
semente?

ferro industrial

controlar a/à força
do braço e do punho:
lágrimas lavadas a seco
broncas estendidas à sombra
rasuras desaparecem
se passadas a limpo

… … …

QUARTA-FEIRA – 11 de abril – 20h … A programação ‘Quarta é Feira com Vinil‘ conta sempre com discotecagens em vinil e um quitute cortesia com produtos da feira do dia na Rua Cayowa. Nesta edição, com os djs Fred Lima (residente) & Marcelo Pinheiro (convidado) tocando ‘brazucagens de todos os tempos e grooves em geral’. No Bebo Sim, à avenida Professor Alfonso Bovero, 1107, Pompeia. Até 4h, com entrada franca (couvert opcional R$5).

… … …

QUARTA-FEIRA – 11 de abril – 21h … Guaiamum e LouBlu se apresentam no Teatro Viradalata. Guaiamum, codinome do cantor e compositor Daniel Ribeiro, é influenciado por rock e baião. O trio LouBlu (com a cantora Giulia Cricenti, o baterista Guilherme Oliveira e o guitarrista Raphael Ávila) se inspira no folk rock dos anos 70. Na rua Apinajés, 1387, em Perdizes. Ingressos a R$35 e R$30.

… … …

QUARTA-FEIRA – 11 de abril – 21h … Mutum, show de música e poesia, é uma pesquisa do “artivista” Jairo Pereira (um dos vocalistas e compositores da banda Aláfia). Trata de conexões, intolerância e das batalhas cotidianas. Com os músicos Gabriel Catanzaro (direção musical e baixo), Fabio Leandro (teclado), Lucas Cirillo (gaita), Pedro Damian Bandera Izquierdo (percussão), Filipe Gomes (bateria) e Dudu Tavares (guitarra). Participação especial de Bivolt & Lews Barbosa. Ingressos a R$25. No JazzB, à rua General Jardim, 43.

… … …

QUARTA-FEIRA – 11 de abril – 21hGringa Music, projeto que abre espaço à música de imigrantes residentes em SP, apresenta o percussionista Eduardo Cubano. Couvert R$10. No Al Janiah, à rua Rui Barbosa, 269.

… … …

QUARTA-FEIRA – 11 de abril – 21hConrado Pera faz show no Projeto Talento MPB, no Bar Brahma (Avenida São João, 677). Entrada R$20. Conrado é um dos mais talentosos artistas da nova geração da mpb. Vencedor do Festival Nacional da Canção – o maior do Brasil – em 2015 com sua música “Corte e Costura” em parceria com Achiles Neto, lançou o elogiado cd “Enlaçador de Mundos”.

… … …

QUARTA-FEIRA – 11 de abril … Não posso deixar de registrar quando uma companhia de dança brasileira faz uma turnê internacional: a Focus Cia de Dança, do coreógrafo Alex Neoral, se apresenta na Costa Rica (dias 11 e 12) e no México (dias 14 e 20) com o premiado espetáculo ‘As Canções Que Você Dançou pra Mim’, com músicas de Roberto Carlos. Parabéns aos artistas.

… … …

SÁBADO – 14 de abril – 19h30 … Vem aí mais uma edição do Sarau da Maria. Com palco aberto e os convidados Fernando Cavallieri (lançando seu cd “Modernidade Líquida”), as poetas Lu Sousa e Rose Dorea (do Sarau da Cooperifa), o poeta Rudá Ventura (lançando o livro “PreAmar”) e a projeção de curtas do Grupo Transformar. No Clube Vila Maria, à rua Professora Maria Jose Barone Fernandes, 483. Entrada R$8.

… … …

AGENDÃO >>> Fique ligado, pois o agendão é diariamente atualizado. Alguns eventos que acontecem até quarta-feira ainda serão incluídos. Confira. Na quinta-feira sempre tem um post novo. 

… … …