Um agendão imenso tinindo/trincando/tremendo uma quantidade enorme de eventos acontecendo num crescendo se espalhando aos quatro ventos pelos quatro cantos da grande metrópole ao mesmo tempo em que o prefeito eleito não entende o movimento e propõe o incabível: quer confinar num autódromo a força incontível a ocupação pacífica a dominação de quem habita e ama e trabalha e respira e faz arte em paz. Mas a cidade já é nossa e ninguém tasca mais: nossa parte, sr. alcalde, deixa que a gente mesmo faz.

… … … … … …

AO SR. PREFEITO ELEITO:

… … … … … …

Nem assumiu e já começa mal o prefeito eleito (claro que vai voltar atrás, mas…). Não sabe, desconhece, sequer tem noção da representatividade dos movimentos culturais ligados aos saraus, bibliotecas, ceus e que compõem também (em sua maior parte) a Virada Cultural. Claro, seu mundo é outro. É o mundo limpo, branco e saudável dos Jardins diferenciados, dos ricos, das crianças sorridentes e cheias de dentes, da família colorida posando para Romero Britto e das mulheres recatadas e do lar. Periferia? Feminismo? Rap? Racismo? Discriminação? Representatividade? Diversidade? Sinto dizer-lhe, sr. prefeito eleito, mas esses palavrões vão ter que entrar no seu vocabulário. A vida real é um pesadelo que vai lhe atormentar por quatro longos anos. Para que o sr. se ‘intere da coisa’ sem haver engano, lhe dedico essa canção, que o sr. talvez nem suporte ouvir até o fim. Porque não sente não entende não compreende o que é dito e o que é sofrido. Falamos outra língua off mídia sem cobertura sob o teto esburacado da desventura do desmantelo sob a ponte pênsil do subemprego. Longe muito longe do castelo encantado onde um céu cor-de-rosa sorri para uns poucos, obsceno.

Emicida:

“Eles querem que alguém
Que vem de onde nóiz vem
Seja mais humilde, baixe a cabeça
Nunca revide, finja que esqueceu a coisa toda
Eu quero é que eles se —–!”

… … …

Poema final: “Mandume” por Mel Duarte:

“É mais do que fazer barulho e ver retomar o que nosso por direito
Por eles, continuávamos mudos, quem dirá fazer história por livro feito
Entenda que descendemos de África e temos como legado ressaltar a diáspora de um povo oprimido
Queremos mais que reparação histórica, ver os nossos em evidência e isso não é um pedido
Chega de tanta didática, a vida é muito vasta pra gastar o nosso tempo ensinando o que já deviam ter apreendido
Porque mais do que um beat pesado é fazer ecoar na sua mente o legado de Mandume
E no que depender da minha geração, parça, não mais passarão impunes”

… … …

Pra não terminar o papo assim, só com as minhas indignadas palavras de artista e blogueiro parcial, deixo aos interessados três links de blogs de colegas legais, três respeitados jornalistas aqui do jornal, que também criticaram o prefeito eleito, cada qual com seus argumentos pra lá de pertinentes (clique nos nomes): Marcelo Rubens Paiva, Edison Veiga e Julio Maria. Sem falar que já está rolando na net a ideia de organizar uma Virada Clandestina. Pois é, prefeito eleito. Respeito é bom e a gente gosta.

 

… … … … … …

FERREIRA GULLAR,
MEU POETA PREFERIDO

… … … … … …

ferreira-gullar1

Claro. Tem a mãe, o pai, os irmãos, os amigos, os amores. Tem aquilo que você é e o que quer ser. Mas a primeira vez que o clarão do espanto incendiou minha mente e transcendeu o que eu era, foi ao ler Ferreira Gullar. Eu tinha quase 17 e senti que a minha vida, a vida mesmo, real (?), consciente (?) e apaixonadamente louca (!), tinha início ali, naquele instante iluminado, em meio a versos indecentemente incandescentes e inspirados como:

… … …

“turvo turvo
a turva
mão do sopro
contra o muro
escuro
menos menos
menos que escuro
menos que mole e duro menos que fosso e muro: menos que furo
escuro
mais que escuro:
claro
como água? como pluma? claro mais que claro claro: coisa alguma
e tudo
(ou quase)
um bicho que o universo fabrica e vem sonhando desde as entranhas
azul
era o gato
azul
era o galo
azul
o cavalo
azul
teu cu
tua gengiva igual a tua bocetinha que parecia sorrir entre as folhas de
banana entre os cheiros de flor e bosta de porco aberta como
uma boca do corpo (não como a tua boca de palavras) como uma
entrada para
eu não sabia tu
não sabias
fazer girar a vida
com seu montão de estrelas e oceano
entrando-nos em ti”

… … …

ferreira2

Se os Beatles me arrebataram pela música e liberdade de comportamento, se Pablo Picasso me alucinou pela capacidade de ruptura e invenção, foi Ferreira Gullar quem me falou de amor, sexo, justiça social e revolução, da forma mais poética, imagética e delirante possível.

… … …

“Entre lojas de flores e de sapatos, bares,
mercados, butiques,
viajo
num ônibus Estrada de Ferro-Leblon.
Volto do trabalho, a noite em meio,
fatigado de mentiras.

O ônibus sacoleja. Adeus, Rimbaud,
relógio de lilases, concretismo,
neoconcretismo, ficções da juventude, adeus,
que a vida
eu compro à vista aos donos do mundo.
Ao peso dos impostos, o verso sufoca,
a poesia agora responde a inquérito policial-militar.

Digo adeus à ilusão
mas não ao mundo. Mas não à vida,
meu reduto e meu reino.
Do salário injusto,
da punição injusta,
da humilhação, da tortura,
do horror,
retiramos algo e com ele construímos um artefato

um poema
uma bandeira”

 

… … …

Certa tarde, há uns três ou quatro anos, eu saí correndo de casa ao ler na internet que meu poeta preferido palestrava na Casa das Rosas. Corri feito um raio, com a roupa que estava. Perdi a palestra, mas cheguei a tempo de vê-lo, abraçá-lo de leve e dizer-lhe, entre soluços, que sua poesia iluminou a minha vida e melhorou meu mundo. E lhe agradeci, com olhos marejados e coração acelerado: obrigado, poeta, obrigado. Ele sorriu, tranquilo, e disse: ‘que nada’. A foto é essa:

ferreiragullar1

Leio que em seus últimos momentos, Gullar pediu à mulher para que não o entubassem. Que o levassem ao mar de Ipanema e o deixassem partir. Lembrei da cena final do filme ‘Cazuza‘,  quando o ‘cuidador’ do cantor o segurava no colo, em meio às ondas, pra que ele sentisse pela última vez o movimento incessante do mar. Os poetas são assim, eternos como as ondas, como a força das marés. Seus poemas sempre voltam.

“Como dois e dois são quatro
sei que a vida vale a pena
embora o pão seja caro
e a liberdade pequena”

… … …

Acho que ninguém tem dúvida de que Drummond é o maior poeta brasileiro. E que Bandeira, João Cabral e Vinicius vêm logo a seguir. E que aí, só depois, quiçá, talvez, quem sabe venha o grande Ferreira Gullar. Mas quem me diz que o maior é o melhor? Pra mim, pro meu coração juvenil de 17 anos, meu camarada Ferreira Gullar é e sempre será o melhor poeta de todos os tempos.

… … …

“meu corpo nascido numa porta-e-janela da Rua dos Prazeres
ao lado de uma padaria sob o signo de Virgo
sob as balas do 24º BC
na revolução de 30

e que desde então segue pulsando como um relógio
num tic tac que não se ouve
(senão quando se cola o ouvido à altura do meu coração)
tic tac tic tac
enquanto vou entre automóveis e ônibus
entre vitrines de roupas
nas livrarias
nos bares
tic tac tic tac
pulsando há 45 anos
esse coração oculto
pulsando no meio da noite, da neve, da chuva
debaixo da capa, do paletó, da camisa
debaixo da pele, da carne,

combatente clandestino aliado da classe operária
meu coração de menino”

 

… … …

O NOVO CD DE
DANIELLA ALCARPE

… … …

daniellajoel2

Conheci a cantora Daniela Alcarpe no Clube Caiubi, cantando a canção ‘Bosconeana’, uma das pérolas do Álvaro Cueva. Depois, pude vê-la num show, com banda, e em duas apresentações com o ótimo compositor Ruan Trajano ao violão (uma delas no Sarau da Maria). Ruan é um de seus parceiros musicais, mas Daniella também faz shows com Tiê Alves (ver abaixo), Carlos Careqa e Zé de Riba, compositores que gravou em seus dois cds anteriores (‘Qué que ce qué‘ e ‘O tempo salta‘). Agora ela lança ‘Eu e ela‘, com lindas canções de Joel Damasceno (a dupla, na foto acima) e arranjos de Robertinho Carvalho. Os dois textos abaixo são delírios poéticos de minhas impressões emocionadas ao vê-la cantar e ao ouvir seu novo cd. Daniella Alcarpe estudou canto lírico, é atriz, participa de festivais e saraus, se apresentou pelo Brasil e no exterior e, além de seus múltiplos talentos, vive descobrindo e nos apresentando grandes compositores. Como aqui, no cd ‘Eu e ela’:

… … …

… … …

O claro enigma do (en)canto de Daniella >>> Silêncio ausência fim. Ela acaba de partir. Daniella Alcarpe parte corações. Voz de cristal estilhaçando a emoção. O vidro pontiagudo dos agudos o corte aberto a seta ereta da paixão. Não bastasse o prazer de ouvi-la, há que vê-la. Ela brilha bela estrela instrumento vivo. Sua voz sóis entre bemóis sustenidos suspensos no palco do tempo. A alma salta iluminada de canções. A chama do desejo acesa municia o sonho. Solfeja hipnotiza. Seus lábios cantarolam molham as rimas. Versos ecoam ressoam procriam em nós sua melodia feliz felina. Sua terna potência feminina. Sob sua sonora ourivesaria ouviria viveria numa encantaria sem fim. Mas Daniella Alcarpe parte e o silêncio bate no peito um aflito pedido de bis. Arte, a beleza que deixa saudade. Felicidade, uma consumição fugaz. Por isso os fãs de Daniella (como os loucos os poetas e os amantes) nunca têm paz. O que tem um pouco, sempre quer mais. O que ama com tudo, jamais se satisfaz. A musa bisa. Dá adeus e se vai. Ai…

… … …

daniellacapa

… … …

‘Eu e ela’ é um disco de músicas. Bem compostas & letradas, bem tocadas & cantadas, bem arranjadas. Uma delicadeza sonora um biscoito fino um deleite para o espírito uma sutileza que plana muito acima da mesmice das ondas curtas e surdas do rádio. Um objeto voador muito bem identificado: é música boa de qualidade seja lá qual for o ouvido o gosto estilo idade. Basta um pouquinho só de sensibilidade. Joel criou inspiradas canções. Daquelas ‘que não se fazem mais’. Porque não se quer fazer ou não se consegue? Porque não toca mais ou porque não é qualquer um que faz? Eis a questão. Daniella desfila graça, leveza e competência nas interpretações. E tem ousadia e faro pra escolher os talentosos parceiros e compositores a quem empresta sua bela voz. Parabéns aos dois por esse filhão bonito que esbanja a vitalidade e a diversidade do nosso cancioneiro: samba, toada, chorinho, pop, marchinha, breque, valsinha, canção. Música! Eles fizeram um disco de músicas. Parece óbvio e redundante mas não é a todo instante que se faz isso hoje em dia. Como diria o Tom, às gargalhadas, ao ouvir o Chico e o Edu lhe mostrarem o fabuloso Choro Bandido (feito a seu modo e em sua homenagem): “Isso vai ser um sucesso! Vai tocar em tudo que é rádio, vai ser uma beleza!”. Claro que ele estava sendo irônico. Não tocou nas rádios, mas vai tocar pra sempre os nossos corações. E isso é o que mais importa. ‘Eu e ela’ terá vida longa (aqui no meu coração).

… … …

… … …

Antes de deixarmos o Planeta Dani, posto os links pra você ouvir e baixar o novo cd >>> Spotify  >>>  Apple  >>>  Deezer   >>>  Google  >>>   Napster  >>>  Amazon  >>>  e termino com a materinha sobre o show dela com Tiê Alves, no próximo sábado:

daniela1

Sábado – 10 de dezembro – 20h … Show – Amizade, felicidade (Daniella Alcarpe e Tiê Alves) … Nesse show, a cantora e o compositor celebram cinco anos de parceria e apresentam canções de seus álbuns e de artistas que admiram, como Zé de Riba, Carlos Careqa e Tom Jobim. Em 2014, Daniella foi premiada no Festival Nacional da Canção com a música Lágrima de Amor, de Tiê. Ela tem três álbuns gravados (matéria acima) e ele lançou o disco “O Rio e a Lua”. Participação do baixista Edu Simões. No Bistrô Esmeralda, à rua Esmeralda, 29.

 

… … … … … …

NIVER DE 12 ANOS
DA CASA DAS ROSAS

… … … … … …

07casa das rosas

A Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos (lá onde me encontrei com o poeta Ferreira Gullar) comemora 12 anos e oferece uma programação gratuita e muito especial aos seus frequentadores. Acompanhe:

>>>Sexta-feira – 9 de dezembro

20h – Moraes Moreira
Moraes fará uma performance poética baseada em seu novo livro publicado, ‘Poeta não tem idade’, de cordéis, poemas e cantorias. O repertório inclui canções do seu tempo nos Novos Baianos e os sucessos de sua carreira solo.

>>>Sábado – 10 de dezembro

Das 10h às 14h – Pegue Livros
Realização: Centro de Apoio ao Escritor
Venha descobrir, escolher e levar para casa até três livros, gratuitamente.

11h – Cooperativa da Invenção
Realização: Centro de Referência Haroldo de Campos, Gabriel Kerhart e Lucila Tragtenberg. Uma especial apresentação de performance inspirada no poema ‘Um lance de dados’, de Stéphane Mallarmé, resultado de criação coletiva dos alunos da primeira edição do Cooperativa da Invenção.

14h – Contação de Histórias: Saci e outras histórias
Com Paulo Farah. A partir de dois “causos”, um em que um caçador entra na mata para caçar uma onça, e outro contado pelo escritor Graciliano Ramos em suas Histórias de Alexandre, em que os dois narradores resolvem achar um Saci, fazendo várias artimanhas para pegá-lo.

16h – Coral da Casa das Rosas
Diretor musical: Adilson Rodrigues. Apresentação especial de aniversário do Coral da Casa das Rosas.

18h – Show de Péricles Cavalcanti
Péricles apresentará, no formato voz e violão, algumas de suas canções explicitamente ligadas à poesia e outras surpresas do seu vasto e diversificado repertório.

20h – Exibição do filme ‘Quanto vale ou é por quilo?’ (2005)
Direção: Sergio Bianchi. Em celebração ao Dia Internacional dos Direitos Humanos, os museus do Governo do Estado de São Paulo se mobilizam para realizar a ação Sonhar o Mundo. A Casa das Rosas exibe o filme de Sergio Bianchi.

 

 

… … …

AGENDÃO

… … …

Eis aqui a ‘superagenda dos saraus’ para o seu findi, com fotos, cartazes, links e vídeos. Devido a grande quantidade de eventos, às vezes eu posto apenas o cartaz, sempre acompanhado de um link para mais informações. Acompanhe também as muitas opções contidas no site e na página da Agenda da Periferia. Informe-se, inconforme-se, atue e divirta-se!

 

… … …

01VURB
Quinta-feira – 8 de dezembro – 19h … Festa de Lançamento – VURB … VURB é uma plataforma digital de vídeo e fotografia que tem como objetivo experimentar novas formas de olhar a cidade e pensar sobre arte, mobilidade, ocupação, movimentos e tudo que envolve o universo urbano. Mais uma forma de desvendar ícones, signos e símbolos das metrópoles. Haverá projeção de vídeos produzidos pelo VURB e a dj Camila Malhuy tocará batidas do norte e grandes clássicos da música brasileira. Na Galeria Overground, à alameda Nothmann, 280. Entrada franca.

 

… … …

03soleira
Quinta-feira – 8 de dezembro – 19h … Na Soleira da Noite – Uma proposição de Claudio Cretti … Comentário poético-visual que reflete a questão da ausência de luz na produção recente de arte. Os artistas presentes têm em sua obra a presença de uma luz finita, pequena, que surge na escuridão, ou simplesmente de uma paleta reduzida a cores escuras e noturnas, anunciando, porém, poéticas distintas. A exposição apresenta desenhos de Germana Monte-Mór, Pedro França e Lucas Costa; fotografias de Ana Bê Elorza, Mariana Galender e Regina Johas; pinturas de Karen de Picciotto e Thomas Rosa; filme de Flora Leite, e as gravuras de Oswaldo Goeldi. Até 23 de dezembro, na Galeria Sancovsky, à praça Benedito Calixto, 103.

 

… … …
02max

Quinta-feira – 8 de dezembro – 19h15 … Show ‘Fotografias’ de Max Gonzaga … No 2º Festival de Música Autoral de São José dos Campos, Max Gonzaga apresenta seu show ‘Fotografias’, acompanhado por Rafael Moreno (guitarra), Ricardo Pakal (bateria) e Titelo Prado (baixo). No cine teatro Benedito Alves, à av. São José, 935, no centro de São José dos Campos. Entrada franca.

 

 

… … …

bazarrrr

Quinta e sexta-feira – 8 e 9 de dezembro – 11h … Bazar Rosa Choque – Edição de Natal … Dois dias de Bazar com entrada franca e produtos criativos para fazer o seu Natal brilhar mais. Lenços de seda pintados à mão, patchwork, bijouterias, mosaicos, bordados, roupas infantis, cerâmicas, luminárias, abajoures, artigos para decoração, livros, agendas e arte em papelaria, cosmética natural, carolinas, brigadeiros gourmets, bolos de pote, molhos e conservas deliciosas. Além do bazar, palestras (com inscrições) e outras atrações. Confira a programação clicando no cartaz. No WorkUp Coworking, à rua Silvia, 423.

 

… … …

Quinta-feira, sexta e sábado – 8, 9 e 10 de dezembro – a partir das 15h … SIM São Paulo … Festival de música que acontece sempre em meados de dezembro. Entrada franca, no Centro Cultural São Paulo, à rua Vergueiro, 1000. Veja a programação:

>>> 8 de dezembro (quinta-feira)

15h – Jéf
15h40 – FingerFingerrr
16h20 – Deb and the Mentals
17h – Rodrigo Ogi
17h40 – Tássia Reis
18h20 – Verônica Ferriani
19h – Chocolat (Canadá)
19h40 – The Baggios
20h20 – Maglore

>>> 9 de dezembro (sexta-feira)

15h – Vicente Barreto
15h40 – Craca e Dani Nega
16h20 – Molina & Los Cósmicos
17h – Isaar
17h40 – Yangos
18h20 – Quartabê
19h – Iara Rennó
19h40 – Random Récipe (Canadá)
20h20 – Nômade Orquestra

>>> 10 de dezembro (sábado)

15h – Juliana Cortes
15h40 – Jack Nkanga (Angola)
16h20 – Luiza Lian
17h – Projeto Rivera
17h40 – Mi amigo Invencible (Argentina)
18h20 – Allie X (Canadá)
19h – Ventre
19h40 – Tagore
20h20 – As Bahias e a Cozinha Mineira

 

 

… … …

Quinta-feira – 8 de dezembro – 19h30 … Lançamento – ‘Vou Comer Brilhantes Para Ver Se Quebro Um Dente’ … A Editora Laranja Original convida para a festa de lançamento do livro da atriz e poeta Paula Cohen. No evento, Paula fará leitura dramática dos poemas, acompanhada de trilha sonora da dj Claudia Assef. A entrada é franca e O livro estará à venda por R$30. No Teatro Cemitério de Automóveis, rua Frei Caneca, 384. São Paulo).

 

 

… … …

Quinta-feira – 8 de dezembro – 20h … Sobrenome Liberdade – Edição 67 … Movimento cultural sem fins lucrativos formado por escritores, poetas, músicos, educadores e artistas em geral. Normalmente, o sarau acontece toda primeira quinta-feira no Relicário Rock Bar, à rua Manoel de Lima, 178, no bairro de Jordanópolis.

 

 

… … …

Quinta-feira – 8 de dezembro – 20h30 … Letícia Sábio no Horácio Café … Cantora e compositora traz canções do seu álbum “Hortelã”, algumas composições inéditas e covers de mpb e folk. Entrada R$10 ou R$30 de consumação. Na av. Horácio Lafer, 245.

 

 

… … …

Quinta-feira – 8 de dezembro – 21h … Show de Aline e Bedurê … A Ba Rocco Produções apresenta a grande cantora Aline Nascimento (vejam o vídeo) e o baixista André Bedurê em novo projeto artístico, focado em canções autorais, deles, de parceiros ou de amigos. Com Thyanderson Sales (guitarra), Eduardo Escalier (bateria) e Edu Simões (baixo). No Teatro da Rotina, à rua Augusta, 912. Ingressos a R$30 (porta) e R$15 (antecipado).

 

 

… … …

Quinta-feira – 8 de dezembro – 21h … Show lançamento – EP – Salve Paim … Acauã Capucho faz show acompanhado por Fidura (guitarra), Michel de Moura (guitarra), Thiago Moleque (baixo), Fernando Sousa (cavaco), Rodrigo Dário (sampler e beats) e Thiago Babalu (bateria). Entrada R$10 (lista) e R$15 (porta). No Secretinho, rua Inácio Pereira da Rocha, 25.

 

 

… … …

Quinta-feira – 8 de dezembro – 21h … Céu, General Elektriks e Sophie Hunger no Cine Joia … A cantora Céu (leia o que escrevi sobre ela AQUI), o indie eletrônico francês do General Elektriks e a cantora suíça Sophie Hunger se apresentam em programação que faz parte da SIM São Paulo – a semana internacional de música que há quatro anos agita a capital paulista. No Cine Joia, à praça Carlos Gomes, 82, na Liberdade. Ingressos de R$50 a R$140.

 

 

… … …

05vocalises
Sexta-feira – 9 de dezembro – 18h30 … Lançamento de ‘Vocalises ou Despetalar-se’ de Luciano Garcez … Multiartista lança seu drama lírico pelo Epigrama Coletivo Editorial. O evento terá mesa-redonda com Whisner Fraga, Nelson Oliveira e o autor debatendo a obra. Na programação, leitura dramática expandida, com figurinos e música da peça. Com Luciano Garcez (Ofélia 1), Catarina Gomes Taira (Ofélia 2) e Andréa Grecco Bretherick ao piano. Direção de Marko Concá. Na Livraria da Vila, Al. Lorena, 1731.

 

 

… … …

Sexta-feira – 9 de dezembro – 19h … Final Slam da Ponta 2016 – Valendo vaga para o Slam Brasil … Grande final do Slam da Ponta desse ano. Os slammers disputam o título de ‘Ponta de Lança de 2016’ e vaga para o Slam Brasil, que é o caminho para ir até a Copa do Mundo de Poesias, na França. Na rua Giácomo Quirino, a 10 minutos da estação José Bonifácio.

 

 

… … …

Sexta-feira – 9 de dezembro – 20h … XII Edição Sextas Musicais – Banhu Maria convida Camila Trindade … O evento mensal reúne artistas de vertentes musicais variadas, valorizando climas intimistas. O Banhu Maria (formado por Renato Pessoa, Rodrigo Ciampi e Lílian Rocha) recebe a cantora e compositora Camila Trindade. Na Casa Jaya, à rua Capote Valente, 305. Entrada R$15 (antecipado) e R$20 (porta).

 

… … …

Sexta-feira – 9 de dezembro – 20h … Show Isabela Moraes e Thiago K … Artistas se unem para cantar, num clima intimista, à luz de velas. Eles trazem o show que já foi apresentado nas cidades de Recife, Caruaru, Joinville e Blumenau. Couvert artístico R$20. Na Mora Mundo, à rua Barra Funda, 391.

 

 

… … …

Sexta-feira – 9 de dezembro – 20h … Taberna Restaurante & Cervejaria apresenta Noite Cultural … Lançamento do livro “Fantasmas, Demônios e Lendários”, de Claudemir Santos, que também faz show com Tarcísio Hayashi. Leitura de contos e causos do livro por artistas como Ivan Neris, Mariana Santana, e leitores da obra. Entrada franca. Rua Evangenia Ferreira Destro, 248 – São Miguel Paulista.

 

… … …

Sexta-feira – 9 de dezembro – 20h … Noites Infames 3° edição … Noite de rock com as bandas Os Infames, Navios Gigantes e 8080, além da discotecagem de Altevir Piva Jr., da Rádio Planet Music Brasil. No Rockerama Club, à rua Rui Barbosa, 401, na Bela Vista.

 

 

… … …

Sexta-feira – 9 de dezembro – 20h … Edu Sereno – Alex Sant’Anna – Márcio Lugó … ‘Esquinas, Amigos e Canções’ é o show que reúne os três músicos no Centro Cultural da Penha. Entrada R$10. No Largo do Rosário, 20.

 

 

… … …

Sexta-feira – 9 de dezembro – 21h … 2º Festival Club do Folk … Festival terá a participação de Henrique Krispim, Jhonny Jamal, Ricardo Nash, Alex Dupas, Rabo de Raposa, Pote de Ouro e Antiprisma. Microfone aberto para os músicos presentes. No Cardeal PUB, à rua Cardeal Arcoverde, 1895, com entrada gratuita e contribuição voluntária.

 

 

… … …

Sexta-feira – 9 de dezembro – 21h … Vanessa Bumagny em O Segundo Sexo no Sesc Belenzinho … Vanessa apresenta ‘O Segundo Sexo’, seu terceiro disco, que tem participações (e parcerias) de Zeca Baleiro, Luiz Tatit e Luiz Pinheiro, entre outros. No show, presenças de Helô Pinheiro e da banda formada por Zeca Loureiro (guitarra), Henrique Alves (baixo), Adriano Magoo (teclado e acordeom) e Michelle Abu (bateria). Ingressos de R$6 a R$20. No teatro do sesc Belenzinho, à rua Padre Adelino, 1.000.

 

 

… … …

05adolar

Sexta-feira – 9 de dezembro – 21h … Max Gonzaga e Adolar Marin … Café das Nove é um projeto de Max Gonzaga e Adolar Marin. Em todo local onde se apresentam, um artista da cidade é convidado a participar do show. Pra encerrar o ano, os músicos promovem uma festa com vários convidados pra cantar e declamar (clique no cartaz). Ingressos a R$20, no Gambalaia – Espaço de Artes, rua das Monções, 1018, em Santo André.

 

 

… … …

Sexta-feira (20h30) e sábado (15h30) – 9 e 10 de dezembro … 5 Olhares Sobre Lenine … Mais um espetáculo do Coral Unifesp. Cinco diretores de teatro participam da mesma montagem, cada um lançando seu olhar sobre três músicas de Lenine. Canções de diferentes épocas, temáticas e parceiros. No Teatro Marcos Lindenberg, à rua Botucatu, 862, perto do metrô Santa Cruz. Ingressos a R$20 e R$10.

 

… … …

07chicago

Sábado e domingo – 10 e 11 de dezembro – 18h … Chicago – O Musical A Vaudeville (Ultima Semana) … Musical com direção de Cezar Rocafi e grande elenco: Viviane Santos, Laryssa Oliveira, Roger Evanir, René Lucena, Patricia Moura, Talita Guidio, Juliane Rodrigues, Lucas Mello, Alana Oliveira, Anderson Neves, Gabriel Durú, Le Navarro, Sara Cherubim, Paula Boaventura e Leonardo Dáglio. Entrada franca. Na Casa de Cultura Vila Guilherme – Casarão, na praça Oscar da Silva, 110.

 

 

… … …

03KLEBER

Sábado e domingo – 10 e 11 de dezembro … Giras de dezembro no quintal … O cantor e compositor Kleber Albuquerque promove rodas de violão e apresentação de convidados no quintal do Teatro Imaginário da Fábrica de Caleidoscópios. Sábado tem show dele com Carlos Careqa (20h) e domingo tem o sarau para novos compositores (16h), além do bazar de Vivi Correa, com peças de design, cds e presentes. Reservas pelo e-mail fabricadecaleidoscopios@gmail.com

 

 

… … …

06quilombacao

Sábado – 10 de dezembro – de 8h30 às 18h … III Seminário Quilombação … Um dia inteiro com debates, exposições e sarau (clique no cartaz). No Sindicato dos Bancários, à rua São Bento, 365.

 

… … …
Sábado – 10 de dezembro – de 11h às 19h … Feira Brasa – 1ª Edição … A Feira é parceira da Galeria Nacional e da Casinha e reúne o melhor do design nacional em evento que busca mostrar o cenário independente, promovendo encontros e incentivando a produção artesanal. Na Casinha, à rua Luís Anhaia, 91, na Vila Madalena.

 

… … …

Sábado – 10 de dezembro – de 12h às 18h … Ovelhas Negras preferem Tinto ou Branco? – Wine and Roll na KMM … Degustação de vinhos ao som de rock, com os irmãos gêmeos Beto e Rubens Nardo, da banda Tutti Frutti, que acompanhou Rita Lee no famoso clássico ‘Ovelha Negra’. São três tipos de ingresso e degustação: R$14; R$29; R$50. A KMN Vinhos fica na rua Medeiros de Albuquerque, 23.

 

… … …

06charada

Sábado – 10 de dezembro – de 13h às 21h … A Idade da Terra em Transe 4 – na Charada Video … A locadora e Videoclube Charada (um dos últimos redutos do VHS em SP) promove um dia de festa e muito rock com 5 bandas, feira de vinis, vhs, posteres antigos, revistas e dvds, além de exposição de artes plásticas, performances e discotecagem. Apresentação do mc Vander Bourbon. A Charada Discos fica na rua José Antonio Fontes, 62, em Sapopemba.

 

… … …

08sobradinho

Sábado – 10 de dezembro – 17h … Lançamento do vídeo ‘Resistentes das Águas de Sobradinho’ … O Centro Cezar Baiano – Cultura e Educação Popular & a Casa Amarela, lançam o vídeo-documentário, cujo roteiro faz o contraponto entre a realidade e a ficção, ao narrar a luta e a resistência épicas de moradores da Vila de Iguira (ribeirinhos do Rio São Francisco, BA), para permanecerem na vila que seria inundada, em 1979 pela ‘Hidrelétrica de Sobradinho’. Roteiro e produção de Josafá Fabrício. Na Casa Amarela – Espaço Cultural, à rua Julião Pereira Machado, 7, em São Miguel Paulista. Veja um trecho do filme clicando nesse link para o facebook.

 

... … …

Sábado – 10 de dezembro – 18h … I Blaster ART MIX … A Temps D’ Click convida para o evento que mistura moda e arte, shows e apresentações artísticas, em um sarau repleto de atrações, com um superbazar de roupas, calçados, bolsas e acessórios. A Cia Atores Insanos traz o espetáculo ‘O bagulho é louco!’. A entrada é um quilo de alimento não perecível (doados para a ONG Anjos da Noite). No Teatro Ribalta, à rua Conselheiro Ramalho,673.

 

… … …

09banhumaria

Sábado – 10 de dezembro – 18h … Banhu Maria na Olido … Encerrando os trabalhos do ano com muita cantoria e alegria, Banhu Maria apresenta um show de arrepiar o couro, com a presença e o encanto do grupo Runsó. Na Galeria Olido, à av. São João, 473.

 

… … …

Sábado – 10 de dezembro – 18h … Brothers of Rock Edição 2016 … Evento de bandas independentes e bandas tributos de SP. Nesta edição, Wallace Dragons (som próprio), 69 Hollywood (som próprio), Megalomania (som próprio), Creepshow (Skid Row Cover), The Power Blues (Blues & Classic Rock), COMA (Guns N’ Roses Tributo) e 5TO1 (The Doors Cover). No Clube Vila Maria, à rua Professora Maria José Barone Fernandes, 483, na Vila Maria.

 

… … …

10cabecas

Sábado – 10 de dezembro – 19h … Cabeças Na Toca … Cabeças Enfumaçadas é uma excelente banda formada por Daniela Neris (vocal, gaita e percussão), Ivan Cabeça (violão) e Luis Dias (guitarra solo). Eles apresentam os grandes clássicos do rock nacional e internacional, além de músicas autorais. A Toca fica na rua Antônio Mariano, 338.

 

… … …

12tokakela

Sábado – 10 de dezembro – 19h … Tokakela na Carauari … A banda Tokakela estará na Carauari tocando o melhor do pop e do rock, além de músicas autorais. No Carauari Bar e Mercearia, à praça Carauari, 8, Na Vila Maria.

 

… … …

11contraponto

Sábado – 10 de dezembro – 19h … Show Contraponto na Casa de Convergência … A Casa (que é uma casa, mesmo!) abre suas portas para Bruno Brasil e Fernando Diniz apresentarem o show Contraponto. O evento começa às 19h e o show às 20h. Haverá bebidas e comidas a venda. Ingresso R$15 (o endereço será enviado aos que comprarem o ingresso antecipadamente).

 

… … …

Sábado – 10 de dezembro – 19h … Valério em GRU … Apresentação da banda formada por Guilherme Valério (guitarra e voz), Zé Barrichello (guitarra e voz), Marco Nalesso (teclado e voz), Rodrigo A Hara (baixo) e Esdras Oliveira (bateria). Na rua Ibiraiaras, 188, em Guarulhos.

 

 

… … …

13sopa

Sábado – 10 de dezembro – 19h … Sopa De Letrinhas Sarau & Arrasta-Pé Da Gota Serena … Um dos melhores saraus da cidade, apresentado pelo sempre inspirado poeta Vlado Lima. Nesta edição, o poeta homenageado é Daniel Perroni Ratto, que acaba de lançar seu livro de poemas “VoZmecê” (Patuá). Ilustres poetas e músicos foram convidados: Rubens Jardim, Mariana Portela, Marcelo Adifa, Pedro Tostes, Sergio Viralobos, Diogo Soares & amigos, Betto Ponciano, Davi Kinski e Adriana de Cerqueira Cesar. Haverá sorteio de livros, cds e camisetas. No final, ‘Arrasta-pé Arretado da Gota Serena’ com a banda O Zi & Os Stafuzzas tocando forró, samba, brega e mpb. Vários poetas entraram na brincadeira de ‘poeta secreto’, e farão um troca-troca (ôps) de livros. No Garagem Vinil (Julinho Clube), à rua Mourato Coelho, 585, na Vila Madalena. No pocket-show de abertura, a banda Capela:

 

… … …

Sábado – 10 de dezembro – 20h … Rock no Bar … Rod Munhoz, Dari Luzio e amigos convidam para um som ao vivo, com muito rock: Black Sabbath, Led Zeppelin, Doors, Pearl Jam e muito mais. No Bar do Anão, à rua Curuçá, 435, na Vila Maria.

 

 

… … …

Sábado – 10 de dezembro – 21h … Palavra Modulada … Partindo do encontro entre artistas que pesquisam o canto falado e a performance poética híbrida no contexto da narrativa urbana contemporânea – também conhecida como “spoken word” – o evento traz shows com Baião de Spokens (Caco Pontes), Turbulência (Sandra-X), Craca e Dani Nega. Participações: Anna Zêpa, Loop B e Zé Brown. Na engenharia de som, Duda Gomes. Pague quanto puder. No B_arco Centro Cultural, à rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 426, em Pinheiros.

 

 

… … …

17lerockbar

Sábado – 10 de dezembro – 21h … House of Rock – no Lê Rock Bar … Show de estreia do novo vocalista Flávio Camillo. Banda traz novas músicas no repertório, mas mantém o peso instrumental de sempre. No Lê Rock Bar, à rua Chico Pontes, 1791, na Vila Maria.

 

 

… … …

13anarquistas

Domingo – 11 de dezembro – de 11h às 20h … 1ª Feira Anarquista Ocupa Ouvidor … O evento antifascista conta com dois ambientes e atividades simultâneas: no porão, barraquinhas de exposição de materiais dos moradores e de coletivos, venda de comida vegana e atividade para as crianças, mães e pais. Na garagem, apresentação de bandas de rap, hard core e punk, além de discotecagem. Na programação, debate com secundaristas sobre as ocupações e a insurgência estudantil. Na rua do Ouvidor, 63. Show com as bandas:

Lixo Sonoro – 14h
Raio 2 – 14h30
Hakin&Jonatas – 15h
Tato – 15h30
Ruptura – 16h
Still – 16h30

Ataque Fatal – 17h
Tarja Preta – 17h30
Katarse – 18h
Dash – 18h30
Desacato Civil – 19h
Ataque a Jugular – 19h30

 

 

… … …

14somdobando

Domingo – 11 de dezembro – de 12h às 22h … Confraternização – 2016 – ‘O Som do Bando’ … Projeto Cultural ‘O Som do Bando’ completará dez anos e prepara festão de fim de ano pra começar as comemorações. Um domingo inteiro de música, amizade, churrasco e bebidinhas (clique no cartaz). No Bar do Casa Grande, Rua Felipe de Lucas, 19, Parque São Lucas.

 

… … …

15arrastao

Domingo – 11 de dezembro – de 14h às 22h … Arrastão Cultural – 2016 – Praça das Pedras … A cena artística autoral guarulhense se junta numa grande manifestação dominical: shows, intervenções poéticas, exposições, folia de reis, discotecagem, feira de artesanato e brechós. Na Praça das Pedras com av. Bom Clima (em frente ao colégio Macedão).

 

… … …

13casamarela

Domingo – 11 de dezembro – 15h … 51º Sarau da Casa Amarela … Um dos saraus mais legais da cidade, organizado pelos poetas Akira Yamasaki, Escobar Franelas, Luka Magalhães e grande tchurma de amigos. Na última edição do ano, os convidados são: Henrique Vitorino, Fernando Rocha (lançando o livro ‘Afetos’) e Daniel Lopes e Marcia Barbieri (lançando o livro ‘O outro lado da notícia’. Na rua Julião Pereira Machado, 7, em São Miguel Paulista.

 

… … …

Domingo – 11 de dezembro – 16h … Clarimbó no Tucupi – na Serralheria … Domingueira com muito música e gastronomia, unindo sonoridades e sabores da Amazônia. O músico e compositor paraense Antonio Novaes, funde o Carimbó a outros ritmos e estilos da região norte, como o marabaixo, a cúmbia, a lambada, o brega e a guitarrada, para criar atmosferas dançantes. O evento terá a participação da chef paraense Niceise Ribeiro. Na Serralheria, à rua Guaicurus, 857. Ingressos a R$20 (na porta) e R$15 (online).

 

 

… … …

15aquarius

Domingo – 11 de dezembro – 18h … Filme ‘Aquarius’ … No Bar do Frango, à av. São Lucas, 479, no Parque São Lucas. Entrada franca.

 

… … …

Domingo – 11 de dezembro – 20h30 e 22h30 … AI-5 – Uma Reconstituição … Uma atriz e 19 atores se reuniram e tomaram a Ata da Reunião do Conselho de Segurança Nacional do dia 13 de Dezembro de 1968, reunião que aprovou a adoção do Ato Institucional número 5 – e decidiram encená-la. Duas únicas apresentações (20h30 e 22h30). Colaboração mínima: R$10. No Casarão do Belvedere, à rua Pedroso, 283.

 

… … …

Segunda-feira – 12 de dezembro – 19h … Lançamento do livro “Cada um por si e Deus contra todos” … Coletânea de contos inspirados nas treze faixas do disco ‘Cabeça Dinossauro’, da banda de rock Titãs. Editado em homenagem aos 30 anos do lançamento do álbum, o livro, organizado por André Luiz Nabuco Tartarini, traz contos de treze talentosos autores nacionais. Na Blooks Livraria, no
Shopping Frei Caneca.

 

 

… … …

16peixe

Segunda-feira – 12 de dezembro – 19h … 1º Peixe Barrigudo Ao Vivo com Shows e Mic Aberto … O Peixe Barrigudo é um canal na internet que divulga as expressões artísticas de qualidade em todas as áreas: teatro, poesia, música, fotografia, artes plásticas ou cinema. O projeto visa divulgar a cena autoral independente e busca a interação entre os artistas que dele participam. Na Casa Clam, à avenida Rotary, 98, em Guarulhos.

 

… … …

beth22

Terça-feira – 13 de dezembro – 20h … Beth Avelar lança single e clipe … A cantora, compositora e violonista Beth Avelar lança single e clipe, apresentando algumas canções do cd ‘Pulsação’, que sairá no ano que vem. Diferentemente do seu primeiro álbum, onde interpretava somente releituras, neste ela mostra seu talento de compositora. No Julinho Bar Clube, à rua Mourato Coelho, 585. Ouça a canção ‘Ton Sur Ton’, dela e de Paulo Barroso, clicando AQUI.

 

 

… … …

Terça-feira – 13 de dezembro – 21h … Show – Nila Branco … Com cinco cds e três dvds no currículo, a cantora goiana, Nila Branco (conhecida pelo hit ‘Chama’), se apresenta no Teatro Augusta, à rua Augusta, 943.

 

 

… … …

17anaca

Terça, quarta e quinta-feiras – 13, 14 e 15 de dezembro – 21h … Anacã Cia de Dança – ‘EleEla’ … A Anacã Cia de Dança apresenta o espetáculo EleEla, com Carolina de Sá, Rafael Luz e elenco. Coreografia de Edy Wilson. Entrada franca. No Teatro São Pedro, à rua Albuquerque Lins, 207, na Barra Funda.

 

… … …

Quinta-feira – 15 de dezembro – 19h30 … Inconsciente Literário: Parcerias Contemporâneas … O Chama Poética, projeto criado para difundir a arte através da poesia, da literatura e da música, promove encontro e bate-papo com as psicanalistas Lêda Guimarães e Fernanda de Almeida Prado, que faz mediação e curadoria. Sob o tema Parcerias Contemporâneas, abre-se a questão: como homens e mulheres nadam e se afogam neste mar de amplas opções de gozo que obscurece a lógica do amor, definido por Lacan como ‘dar o que não se tem’. No Sesc Pinheiros, à rua Paes Leme, 195.

 

… … …

Quinta-feira – 15 de dezembro – 20h … Indy Naíse na Casa de Convergência … Cantora faz show com músicas próprias e também releituras de artistas independentes como Camila Trindade, Renato Pessoa e Thomas Bentancour, além da participação de Nina Oliveira e Jota.pê. No repertório, canções de amor e temas sociais. A Casa de Convergência é, de fato, uma casa. Reserve seu ingresso e receba o endereço por e-mail (é perto do metrô Vila Madalena). Entrada R$13 (antecipado) e R$15 (na hora).

 

… … …

Quinta-feira – 15 de dezembro – 20h30 … A Santa Joana dos Matadouros … Alunos da Escola Superior de Artes Célia Helena convidam para seu exercício cênico de interpretação em ‘A Santa Joana dos Matadouros’, de Bertolt Brecht. O assunto é a crise do capitalismo. No Laboratório de Artes 440, à av. São Gabriel, 440. Na sexta-feira, dia 16, mais duas sessões, às 19h e 21h. Entrada franca.

 

… … …

Quinta-feira – 15 de dezembro – 21h … Tarumã no Boutique Vintage … O Grupo Tarumã apresenta canções dos seus dois cds, ‘Histórias de cada canto’ (1993) e ‘Palavriá’ (2012), mesclando com novo repertório autoral e de outros compositores. Participação de Nô Stopa e Folk na Kombi. Couvert R$15. No Boutique Vintage Brechó e Bar, à rua Padre Adelino, 949, quase em frente ao sesc Belenzinho.

 

… … … … … … …

BOM FINDI A TODOS E
ATÉ A SEMANA QUE VEM!

… … … … … … …