Entre dois feriadões, tem muita cantoria pra quem fica: Show da Maria (com Deise Capelozza e Tião Baia), Teatro da Rotina (com Consuelo de Paula), Toca do Autor (com Brau Mendonça e Tarica) e Primeira Quarta Autoral (com Edvaldo Santana e Wolf do Vale) são alguns destaques da semana prolongada. Ou curta. Mas curta pra valer. E tem um ‘singelo’ poema pros 18 homens que ‘decidiram’ os destinos de milhões de mulheres. Só que elas não querem. Veja a programação completa, cheia de lutas, shows, saraus e poesia. E confira: a atualização do agendão é feita a cada dia.

 

… … …

SHOW DA MARIA

… … …

Sábado – 18 de novembro – 20H … SHOW DA MARIA … Com Deise Capelozza & Banda (21h) e Tião Baia & Banda (22h). No próximo sábado, o Sarau da Maria realiza seu evento bimestral chamado ‘Show da Maria‘, onde dois artistas que participam dos saraus são convidados para apresentações de uma hora cada. Fato raro no circuito alternativo, a renda da bilheteria é dividida entre os músicos (a lojinha, os shows, as feiras e eventos do Sarau da Maria também não têm fins lucrativos). Compareça e prestigie os artistas que movimentam a vida cultural da região.

DEISE CAPELOZZA >>> “Que Maneira de Amar” é o nome do show que a cantora faz, às 21h, acompanhada por João Emilio (arranjos e violão), Odair Capelozza (baixo e teclados) e Alex Pires (cajon e percussão), com participações de José Carlos Guerreiro (violão e voz) e Rafael Morais (guitarra). Deise, que sempre cantou muito bem, vem evoluindo em todos os aspectos: técnica, emoção, presença de palco e repertório, além de ter montado uma banda que lhe permitiu definir o estilo de som que tanto buscava. Veja uma entrevista com ela (de um show anterior, que deu início ao projeto atual).

Sobre o espetáculo, a própria Deise afirmou: “Este show me dá a alegria e o prazer de cantar músicas de amigos da Vila Maria, como “Corte e Costura”, de Conrado Pera e Achiles Neto”, “Isabela”, de Rogerio Duran, “Menino Sozinho”, de Jhose Cordeirovich e Luiz Carlos Afonso, e “Desvãos”, de Zé Modesto, além de duas compostas especialmente para o show: “A dor que nunca morre”, de Arnaldo Afonso (eu mesmo!), e “Pensei”, de José Carlos Guerreiro. Hoje, mais do que nunca, é necessário falar de amor. O amor em todas as suas dimensões. Esta é a ideia do show: retratar, através de lindas canções, o amor paixão, o amor maduro, o amor doído, o amor que é pura poesia, o amor sem preconceitos, o amor pela humanidade… o amor solidário.”

TIÃO BAIA >>> Marcado desde criança pela música nordestina, cujos ritmos misturou ao soul e mpb, Tião faz show acompanhado dos violonistas Ravi Landim, Paulo Miranda e Robson Gomes, trazendo um repertório de canções autorais e releituras de vários artistas que o influenciaram.

Paulistano da periferia, filho de pais nordestinos, Tião Baia fez parte do Grupo Origem, um dos primeiros agrupamentos de artistas na periferia, atuando no histórico MPA (Movimento Popular de Arte, de São Miguel), que criou atividades de lazer e música, garantindo a ocupação de espaços culturais (praças, comunidades, ruas e escolas). Tião foi finalista de vários festivais, venceu alguns e tocou com grandes músicos como Raberuan, Sacha Arcanjo, Silvio Araújo, Beto Rio, Edvaldo Santana e Ronaldo Ferro, entre outros. Também percussionista, Tião faz da sua música uma simbiose entre o legado deixado pelos seus ancestrais, negros e índios, e as manifestações culturais universais.

 

… … …

MÊS DE ANIVERSÁRIO
DO TEATRO DA ROTINA

… … …

Já falei aqui que o Teatro da Rotina é um espaço alternativo superlegal onde a gente vê shows e peças como se estivesse na sala de casa. E a programação musical é verdadeiramente incrível. Se você ainda não foi, tem que ir. Nesta quinta-feira, dia 16, tem show com a grande cantora e compositora mineira Consuelo de Paula. Com vários discos gravados, Consuelo teve sua música ‘Sete Trovas‘ interpretada por Maria Bethânia no cd ‘Encanteria’. Após assistir ao seu show “Os movimentos do amor e da luta”, escrevi:

Consuelo de Paula fez um concerto impecável um objeto sonoro uno um show que passou manso e denso que fluiu feito um rio bento de águas iluminadas correnteza de histórias negro caboclas índio brasileiras misturadas. Tons em movimento na voz afinada na cantoria madura colhida como fruta no pomar do sentimento. As canções se sucedendo e o coração enternecendo o mosaico se encaixando de forma sutil peça à peça no quebra-cabeças Brasil. Um repertório ora oratório ora guerreiro um cancioneiro amoroso repleto de festa e de luta o canto autêntico que brota da rachadura do chão a firme delicadeza como resposta à força bruta da opressão. A vida contente e carente de nossa gente ali representada. Consuelo canta com alma sem esforço com a beleza e a naturalidade de quem fala. As sílabas claras de lua cheia o sorriso solar e gentil. Sua voz cristalina escorre límpida e aquosa seu canto parece que nasceu pra ser a foz a voz desse rio. Tem o riso e a chaga o batuque e a dança o coração que pulsa no corpo na dor no dorso na caixa memória do violão. As cordas que vibram e acordam vivências esquecidas. Seus olhos amplos de pássaros montanhas despenhadeiros. Seu lamento quase silencioso ecoando uma esperança intensa e en-cantada. O som de singelas alegrias e de lágrimas emocionadas. Consuelo de Paula de pedra de terra de música das águas.

SHOWS DESSA SEMANA >>> Além de Consuelo de Paula (quinta, dia 16), saiba mais sobre a programação especial de aniversário (veja os vídeos e clique nos nomes): São Yantó (também conhecido por Lineker) faz show de ‘piano e voz’ ao lado do parceiro Chicão, na sexta (dia 17). No sábado (dia 18), é a vez do grupo Sol a Pino. O cantor e compositor Felipe Camara, da banda Folk na Kombi, mostra trabalho solo na quarta-feira (dia 22). Garanta seus ingressos antecipadamente ao preço promocional de R$20 (no link https://www.teatrodarotina.org/ingressos). Na rua Augusta, 912, sempre às 21h.

 

… … …

COMO FOI O
‘TROCAS ELÉTRICAS’

… … …

Trocas Elétricas

Publicado por Jardim Elétrico em Domingo, 12 de novembro de 2017

No domingo passado, a convite da jornalista e produtora cultural Carol Tavares (obrigado!), participei do evento de música e mídia, Trocas Elétricas, promovido pelo Jardim Elétrico. Adorei os papos, debates e pocket-shows incríveis (Indy Naíse, Lucas Adon, Ekena Monteiro e Jota.Pê). Falei de música, do mercado alternativo, dos saraus e deste blog, na ‘mesa dos jornalistas’, ao lado do colega Marcelo Costa (ver vídeo acima). Aprendi muita coisa ouvindo as palestras dos conhecedores das plataformas digitais, sobre o melhor uso de cada uma delas. Jovens empreendedores da música e da arte na internet esclareceram dúvidas, contaram segredos e deram dicas de como melhorar resultados e performance a uma atenta plateia de artistas e produtores musicais. Felipe Ventura (DRelacionamentos), Iasmine Amazonas (One rpm), Thiago Borbolla (MTV, Emmy, Judão) e Verônica Merege (Warner, TNT) falaram sobre como um artista pode planejar melhor a carreira, ampliar seu público e viver de música, ganhando dinheiro sem vender sua alma ao vil metal. Foi uma tarde inteira de interessantes discussões que não deixaram de fora assuntos como comportamento, ética, fake news, política cultural e democratização da informação. Já era noite quando começou um descontraído sarau.

Todos esses motivos já seriam suficientes para eu ter adorado esse domingão. Mas, ainda por cima, foi lá que vi, pela primeira vez, a grande cantora e compositora araraquarense Ekena Monteiro, que já conhecia de vídeos e cd. Seu modo de interpretar, intenso e arrebatador, me levou às lágrimas por mais de uma vez. Foi difícil seguir com o evento ao fim de suas cinco ou seis canções. Ekena alterou a paisagem, a ordem das coisas, a rotação do sistema e nos levou a outros mundos. Ela é inteira emoção: arrepia, comove, inquieta e faz pensar. Vê-la cantar assim, tão de perto, foi um superpresente que ganhei. Mesmo agora, ao escrever, ainda ouço sua voz reverberando profundamente em meus sentimentos. Ekena é uma experiência sensorial indispensável. É preciso vivê-la.

Dia 20 tem show de Ekena (veja no agendão).

… … …

PRIMEIRA FEIRA DE LIVROS >>> Na sexta-feira, dia 10, fui ao evento promovido pelo editor Carloz Torres, da Editora Essencial, no Armazém da Cidade, na Vila Madalena. Em sua primeira edição, a feira recebeu editoras e artistas independentes da cidade, em meio a saraus, contação de histórias, lançamento de livros, declamação de poemas e shows de música. Lá encontrei Marcelo Nocelli, Paulo D’Auria e os Poetas do Tietê, Euflavio Gois, Zé Sarmento, Marcos Fonseca, José Severino Pessoa e Ayrton Mugnaini, entre vários artistas e amigos. Parabéns ao Carloz pela iniciativa de abrir mais um espaço para as artes, nesse momento em que os artistas da cidade têm verbas congeladas, projetos cancelados e grandes eventos públicos e abertos sendo confinados a pequenos espaços fechados. A feira de livros veio pra ficar.

… … …

SARAU DESVIRTUAL >>> Choveu pra caramba e eu não pude comparecer ao Sarau Desvirtual, na ZL, conforme havia combinado com meus amigos Edu Osmedio, Tom Kbélo e Gilberto Petruche. A eles, mil desculpas. O Sarau Desvirtual é organizado por Giuliano del Sole e pelo Jardim Psicodélico Produções, coletivo que já promove festas, shows e eventos diversos na região, como Doces Tardes de Domingo, Festival Mosca Branca e A Idade da Terra em Transe. Fica pra próxima, pessoal.

 

… … …

ROUBARAM O VIOLÃO
DO BRAU MENDONÇA

… … …

O talentoso violonista e querido amigo Brau Mendonça, está inconsolável. Ele teve seu instrumento de trabalho roubado. Além do valor sentimental, pois o violão estava com ele há mais de 15 anos, é muito difícil comprar outro com a mesma qualidade. Seus amigos e admiradores, solidários, iniciaram uma campanha para arrecadar fundos e tentar adquirir outro violão semelhante (clique no cartaz e veja como colaborar).

Conheci o Brau acompanhando a saudosa cantora Lucia Helena. Músico ligado ao Clube Caiubi de Compositores, Brau faz shows com Antonio Galba e o grupo Cabedal, além de se apresentar com a banda Roda Viva no espetáculo Festival dos Festivais. É também um dos organizadores do Toca do Autor, sarau apresentado por Alexandre Tarica (ver matéria abaixo).

 

… … …

TOCA DO AUTOR
FAZ UM ANO

… … …

O sarau Toca do Autor comemora um ano de existência e de resistência ao triste cenário da jabalizada música nacional. Organizado e apresentado pelo músico e compositor Alexandre Tarica, com o apoio do violonista Brau Mendonça e das cantoras Rosangela Alves e Regina Célia (todos do Grupo Roda Viva), o sarau já abriu espaço para mais de 200 apresentações, com milhares de visualizações em seus vídeos e mais de 80 artistas apresentando suas composições. Entrada R$10. Nesta sexta, dia 17 de novembro, no bar do Hotel Cambridge, à rua João Adolfo, 108, próximo à estação Anhangabaú do metrô. Abaixo, alguns artistas que já se apresentaram por lá:

 

… … …

FEMININO INFINITO,
TERCEIRA EDIÇÃO

… … …

Sábado – 18 de novembro – das 16h às 21h … O Feminino Infinito no TG … Com curadoria da poeta e multiartista Paula Valéria Andrade, o evento (mensal) convida oito artistas mulheres de três áreas diferentes: exposição visual, sarau poético e musical e teatro e artes cênicas (ou circo). Acontece sempre na sede do Teatro Garagem, espaço alternativo mantido e dirigido pela atriz Anette Naiman, com várias salas para ensaios, reuniões e pequenas apresentações diversas, além de um agradável quintal, nos fundos. Sem falar no Teatro Garagem propriamente dito, que comemora 13 anos de atividades artísticas e resistência cultural.

Nesta terceira edição do Feminino Infinito, as artistas convidadas apresentarão trabalhos sob o tema ‘O Corpo Feminino’: aborto, estupro, abuso, violência, prazer, sexo, nudez, erotismo, prostituição e sensualidade, com leituras, dança e a exposição ‘TOQUE ME’, da fotógrafa e artista visual Alle Manzano, além da performance Burka, de Paloma Klisys.

Tamara Faifman realiza a performance poética ‘sER.á.Linha_do’, que gira em torno da troca entre corpo, palavra e poesia. As poetas Caroline Montone, Ivone Fs, Ingrid Moradian e Cae Dias (texto abaixo), declamarão poemas autorais alternadamente.

PERIGO IMINENTE
Cae Dias

Mulheres belas nas cidades, campos,
acampamentos, ocupações e favelas
Lindas como flores
Doces, apesar da vida e dos seus dessabores
Seres fortes que não fogem da luta
Que possuem força absoluta
Que vivem perigo iminente na sociedade retrocedente
Nossos corpos estão sendo violados
Por palavras, olhares, atos e o estupro
Não estamos seguras, nas ruas desertas e escuras
Na claridade ou sob a luz da lua
Nos culpam pela roupa que usamos
Pelo horário que transitamos
Por onde andamos
Pela bebida que tomamos
Querem mandar no nosso corpo
Preferem nos ver mortas do que legalizar o aborto
Minha vida
Meu corpo
Meu sexo
Minha opção
Sociedade contra o aborto
Mas quando convém não se importa em ver meu bebe morto
Ocupando postos em atividades insalubres
Que o Poder Superior nos ajude
Mulheres fortalezas geradoras da vida
Porém, com forte propensão a morrerem assassinadas
Que são agredidas pela força das suas palavras proferidas ao agressor
Eles não aguentam, esta força e sapiência
Mulheres de fibra, que sorriem e acalantam mesmo quando estão tristes
Que enfrentam lutas diárias
Pois para nós, cada dia é uma batalha.

Após o sarau, a peça ‘Alma’ será encenada ao ar livre, no quintal, sob luz de velas. O espetáculo, inspirado em Nelson Rodrigues, que aborda o feminismo. teve texto elaborado num processo criativo entre o diretor Flavio Marin e a atriz Andressa Ferreira, da Cia Teatroendoscopia. Entrada R$40 (mas quem já estiver no sarau, paga R$20). Na rua Silveira Rodrigues, 331a, na Vila Romana.

 

… … …

DANÇA NA BIBLIOTECA

… … …


A Focus Cia de Dança realiza intervenções urbanas em São Paulo nos dias 18 e 19 de novembro, e 2 e 3 de dezembro (detalhes no cartaz). Na terça, dia 21 de novembro, a Cia participa do show da cantora Fernanda Abreu, fazendo coreografia na canção ‘Amor Geral’:

 

… … …

1º QUARTA AUTORAL,
NOVO SARAU NA ZL

… … …

Primeira Quarta Autoral da Casa Amarela & Zé Rock Bar >>> 22 de novembro – 19h … Parceria do sarau de São Miguel com o bar, abre mais um espaço de exposição, divulgação e apresentação de arte autoral, visando promover um grande encontro de poetas, escritores, músicos, compositores, teatrólogos, cantores, atores e artistas visuais. Cada quarta autoral terá um ou dois pocket-shows com lançamentos de cd, livros, exposições de artes visuais e outros, além de apresentações no formato palco livre e microfone aberto a todos os artistas que se inscreverem no local. Nesta primeira edição, com os convidados Wolf do Vale e Edvaldo Santana, além de palco livre e microfone aberto a todos os artistas presentes. Entrada franca. Na rua Igarapés, 1219a, no Jardim dos Ipês, no Itaim Paulista.

 

… … …

18 HOMENS DECIDINDO
SOBRE ABORTO. PODE ISSO?

… … …

Na semana passada noticiei três atividades entre as muitas que os grupos feministas promovem na cidade semanalmente: a “Feira Vagina Dentata”, o “Festival Autônomo Feminista” e a “Ciranda Literária: Feminismo Africano”. Existe, de fato, um movimento amplo, atuante e militante, que procura debater, esclarecer e conscientizar as mulheres sobre a importância de lutar e defender os seus direitos numa sociedade machista e opressora como a nossa. Em recente pesquisa, o Brasil foi apontado como o quinto pior lugar do mundo para uma mulher viver e o quarto mais perigoso para mulheres que viajam. No Brasil, a taxa de feminicídios é de 4,8 para 100 mil mulheres, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Na semana passada (em SP, Rio e mais 12 cidades) aconteceram atos públicos de organizações feministas contra a PEC 181, que criminaliza o aborto até mesmo em gravidez resultante de estupro. Uma comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou que o princípio da dignidade da pessoa humana e a garantia de inviolabilidade do direito à vida deverão ser respeitados desde a concepção, e não apenas após o nascimento, como prevê a Constituição. E assim, a PEC que tinha o objetivo de apoiar as mulheres na licença-maternidade, se converteu numa medida constitucional para atacar o direito reprodutivo das mulheres. Mais uma ação da onda conservadora que abala o País. A bancada evangélica recebeu mensagens de repúdio até mesmo de entidades católicas. Abaixo, no cartaz e por extenso, para que não nos esqueçamos deles, publico a lista dos deputados (todos homens) que votaram a favor. Havia apenas uma representante mulher, Érika Kokay (PT), que votou contra.

VOTARAM A FAVOR DA PEC 181:

Gilberto Nascimento (PSC-SP)
Leonardo Quintão (PMDB-MG)
Givaldo Carimbão (PHS-AL)
Mauro Pereira (PMDB-RS)
Alan Rick (DEM-AC)
Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ)
Jorge Tadeu Mudalen (DEM-SP)
Marcos Soares (DEM-RJ)
Pastor Eurico (PHS-PE)
Antônio Jácome (PODE-RN)
João Campos (PRB-GO)
Paulo Freire (PR-SP)
Jefferson Campos (PSD-SP)
Joaquim Passarinho (PSD-PA)
Eros Biondini (PROS-MG)
Flavinho (PSB-SP)
Evandro Gussi (PV-SP)
Diego Garcia (PHS-PR)

Para esses 18 senhores, o poeta Manoel Gonçalves (Manogon), ligado ao Sarau da Casa Amarela, de São Miguel, escreveu o seguinte texto:

PUNHETA GRUPAL
(Manogon)

Foram dezoito escolhidos
Dezoito foram escolher
Decidir meio na surdina
Qual deveria ser a sina
Do que nem podem saber

Foram dezoito senhores
Com seus dedos malfeitores
Garras de ave de rapina
Atrás da moral como cortina
Em seus ternos bem cortados
E de seus votos comprados

Foram dezoito ratazanas
Socar os dedos nas xanas
De quem crimes já sofreu
De quem por sorte não morreu
De muitas mulheres sofridas
Só por serem mulheres na vida

Apenas um disse não
Que não era amor a violação
Talvez o único com noção
Ou com um lapso de razão

Dezoito foram os filhos
Das mães talvez subjugadas
Sem voz, sem vez, sem nada
Que não puderam fazer opção
Deixando pra todo o país
O resultado do rejeito da agressão

Dezoito foram cuspidos
Pelo ânus da besta-fera
Pra fazer o que se espera
De uma reunião de mal paridos

Dezoito opiniões de bosta
Sobre violência, estupro e aborto
Dando pra mulher as costas
E o herdeiro do desconforto

Dezoito pais e maridos
Honrados, heróicos, destemidos
Usando nome de Deus
Pra decidirem sobre corpos
E futuros que não são seus

Sábado – 18 de novembro – das 9h30 às 12h … Reunião da Frente Feminista de Esquerda … Após os atos públicos contra a PEC 181, a Frente Feminista de Esquerda chama reunião de avaliação e debate dos próximos passos. Com espaço de creche. No Sinsprev/SP, à rua Antônio de Godoy, 88 – 2º andar.

Várias artistas e amigas protestaram pelas redes sociais. A poeta Maria Giulia Pinheiro postou, indignada, um texto que reproduzo (e emendo com seu ótimo poema sobre a gravidez do papa):

“Por 18 votos de homens contra um voto de mulher, a PEC 181/2011 foi aprovada em Comissão Especial na Câmara dos Deputados. Ainda falta a aprovação do Senado e daquele homem que ocupa o cargo de presidente, sem ter sido eleito. Em 1869 o papa Pio IX declarou que o aborto, em qualquer circunstância, era motivo de excomunhão. Vocês podem substituir os Papas do século XIX (um tempo difícil para ser mulher), pelos pastores e deputados do século XXI (adivinhem).
O que será que essas duas coisas tem em comum?
A criminalização do aborto é uma questão política, não religiosa/espiritual.
A gente vai lutar, vai ter ato público, vai ter e-mails e mais e-mails para Senadores, vai ter ação”.

ABORTO LEGAL
(Maria Giulia Pinheiro)

O Papa engravidou!
Se foi castigo divino,
não sei,
sei que

O Papa engravidou.

Se foi acidente,
tudo bem,
mas podia ter usado camisinha, não?
Hoje em dia, até pílula tem.
Tem que ser mais responsável.
Se engravidou,

O Papa engravidou.
E está correndo risco de vida.
Tirar o – possível – bebê?
– hã hã –
pode não.

Mas a vida do Papa que está em jogo,
questão de saúde pública.
– hã hã –
Pode não.
E a saúde do – quem sabe? – bebê?

Consulta os livros direitinho,
que você vai ver,
é vida quando a vida é.
Primeiro, a saúde do pai
depois, a escolha do Papa,
aí, sim, deixamos que as células virem vida.

O Papa engravidou.
Foi violência, ele disse,
não queria, obrigaram.
– hã hã –
Pode não.
Quem é que vai acreditar,
quero ver ele convencer.
De batina, seu Papa?
Se foi contra, não foi a sua vontade.
Facilitou o ocorrido.
Quem manda usar roupa solta?

O Papa engravidou
e foi proibido de escolher
se arriscava ter o possível filho
ou, mesmo,
viver.

E a autonomia?
A igreja não pode perder seus direitos sobre si,
a futura vida é mais importante?
Veja bem, disse o Papa, eu estou vivo.

O que diz a ciência?
Talvez seja a hora de mudar nossa ideia
com o avanço dos estudos.
Consulta o livro que você vai ver:
só é vida quando a vida é.

O Papa engravidou
e quis tomar a santa providência
– se foi castigo divino, acidente ou violência, eu que não sei –.

O papa engravidou.
No dia seguinte, foi anunciado:
aborto pode, sim, honrados,
desde que quem tenha o direito
sobre o próprio corpo
seja considerado gente, livre e respeitado.

Da página de Selma Sarraf Bizon, uma das organizadoras do Sarau da Maria, colhi o seguinte texto (que me parece tão simples e óbvio que eu chego a duvidar que aconteça tal polêmica em pleno ano de 2017):

Ser a favor da legalização do aborto não significa que você não quer e que não adore ser mãe. Ser a favor da legalização do aborto não significa que você não ame loucamente seus filhos. Ser a favor da legalização do aborto não significa que você não goste de cuidar e amamentar seu bebê. Ser a favor da legalização do aborto não significa que você não tenha fé. Ser a favor da legalização do aborto significa única e exclusivamente defender e respeitar o direito da mulher de escolher o que quer fazer com sua vida e com seu corpo em um determinado momento, sejam quais forem seus motivos, e ter atendimento médico legalizado“.

É isso aí, Selma, Magiu, Manogon e Frente Feminista: estamos juntos na luta contra a PEC 181.

 

… … …

AGENDÃO

… … …

Eis aqui a agenda dos saraus para o seu findi, com fotos e vídeos (clique nas palavras em negrito para acessar os links e nos cartazes para ampliar a imagem e ler detalhes). Acompanhe também as muitas opções contidas na página da Agenda da Periferia. Informe-se, inconforme-se, atue e divirta-se!

… … …

CURSO – em novembro … Oficina de publicação e edição de livros … O escritor e editor da Reformatório, Marcelo Nocelli, ministra um curso rápido de edição/publicação de livros, destinado a escritores, autores estreantes, interessados em editar e/ou publicar um livro, ou a todos que queiram trabalhar com edição ou iniciar um selo editorial (editora independente). O curso acontece nos dias 21, 22 e 23 de novembro (terça, quarta e quinta-feiras), das 19h às 22h, na Livraria Zaccara, à rua Cardoso de Almeida, 1.356, em Perdizes. Investimento: R$200. Vagas limitadas. Inscrições pelo fone (11) 3384-0908 ou pelo e-mail loja@livrariazaccara.com

… … …

Quinta-feira – 16 de novembro … Lançamento VideoClipe Homem sem Rosto … A cantora e compositora Raquel Martins, em parceria com a produtora Jô Bittencourt, lançou o videoclipe de sua canção “Homem sem rosto”. Inscreva-se no canal: www.youtube.com/raquelmartinsoficial.

… … …

Quinta e sexta-feira – 16 a 17 de novembro – 20h30 … Severina – Da Morte a vida (Curta Temporada) … Peça inspirada na obra de João Cabral de Melo Neto, ‘passeia pelos fios embaraçados de um cruel sistema, buscando revelar e desfazer os nós de nossa identidade, humana’. Texto de Will Damas e direção de Naruna Costa. Pague quanto puder. No Espaço Clariô, à rua Santa Luzia, 96, em Taboão da Serra.

… … …

Quinta-feira – 16 de novembro – 21h … Bate-papo Entre Músicos … Projeto promove bate-papo entre artistas, jornalistas e produtopres culturais. Nesta edição, com Adriana Moreira, Caco Pontes, Edu Capello, Diego Moraes, Lu Vitti, Chico Suman, Rhaissa Bittar, Felipe Guimarães e Raul Misturada, entre outros. Além da troca de ideias, vai rolar um som. Ingressos a R$20 (lista) e R$30 (na porta). No Jazz nos Fundos, à rua Cardeal Arcoverde, 742.

… … …

Quinta-feira – 16 de novembro – 21h … Arthur Nogueira: “Rei Ninguém” no MIS (SP) – Grátis … Músico paraense lança cd com letras poéticas (inclusive uma versão de Bob Dylan) e faz show com arranjos iguais aos do disco. Com Allen Alencar (guitarra), Filipe Massumi (violoncelo), João Paulo Deogracias (baixo e sintetizadores), Richard Ribeiro (bateria) e participação especial de Zé Manoel (voz, piano e teclado). Ingressos na recepção do MIS, na Av. Europa, 158, no Jardim Europa.

… … …

Quinta-feira – 16 de novembro – 23h … Quinta Blue … Em apresentação solo, o guitarrista e interprete Carlos de Lucca, que se apresenta quinzenalmente na casa, embala a noite ao som de jazz, blues e clássicos do rock, como The Doors, Stray Cats, Jimmi Hendrix e Nirvana. No Ye Olde Pub, à rua Augusta, 576.

… … …

Sexta-feira – 17 de novembro – 19h … Festa Parati-Paramim-Vemnimim da Coletiva inSONIAS … Coletiva é um grupo de djs mulheres feministas, cujo nome faz alusão à primeira dj mulher do Brasil. Festa tem participação das djs Teluryca (Antonia Regina Moura), Catarina Troiano (Mademoiselle Marchand) e Trilha Sonora da Carol (Carol Marinho Martin), com projeções de Lilian Manhas. Ingressos na base do ‘contribua com quanto quiser’ (mas contribua). no Menino Muquito Bar, à Avenida Vila Ema, 5090.

… … …

Sexta-feira – 17 de novembro – 19h … Blablablá convida João Caetano dos Nascimento … Roda de conversa com o escritor e jornalista, João Caetano do Nascimento, que fala sobre seu livro ‘O rio de todas as nossas dores’, um ‘romance de denúncia das injustiças da sociedade e de como as marcas dessa injustiça podem transformar a vida de uma pessoa’. Na Casa Amarela – Espaço Cultural, à rua Julião Pereira Machado, 7, em São Miguel Paulista.

… … …

Sexta-feira – 17 de novembro – 19h30 … Daniel Conti – Show Estadia … Cantor, violonista, compositor e arranjador Daniel Conti faz show com renda revertida para a casa, que teve equipamentos roubados na semana passada. Contribuição básica R$10. Na Mora Mundo, à rua Barra Funda, 391.

… … …

Sexta-feira – 17 de novembro – 20h … Festa Jardim Psicodélico #13 – Na Sensorial Discos … A turma psicodélica da zona leste faz festa ao som das bandas Os Subterrâneos e Capitão Bourbon (que lançou o cd Terra em Transe, acima). Entrada R$12. Na rua Augusta, 2389, nos Jardins (a quatro quadras da av. Paulista).

… … …
Sexta-feira – 17 de novembro – 20h … Toca do Autor … Sarau organizado pelo músico Alexandre Tarica comemora um ano. Entrada R$10. No bar do Hotel Cambridge, à rua João Adolfo, 108, próximo à estação Anhangabaú do metrô.
… … …

Sexta-feira – 17 de novembro – das 20h à 1h … Os Amanticidas e Mamparra … Duas ótimas bandas apresentam canções de seus primeiros discos e algumas novidades. Entrada R$10. Na Casa do Mancha, à rua Felipe Alcaçova, s/n.

… … …

Sexta-feira – 17 de novembro – 20h30 … Banda Cobra Criada … Formada por Marcos Leite (baixo e vocal), Luis Lima (guitarra e vocal) e Binho (bateria), banda apresenta seu repertório de rocks e blues. Na Carauari Bar e Mercearia, à Praça Carauari, 8, na Vila Maria.

… … …

Sexta-feira – 17 de novembro – 21h … Anná no Bar do Baixo … Cantora que lançou o ótimo ep ‘Pesada’, faz show com Samuel da Silva (violão de 7), Matheus Marinho (bateria) e Lobo (percussão). Entrada franca. No Bar do Baixo, à rua Cardeal Arcoverde, 1574.

… … …

Sexta-feira – 17 de novembro – 21h … Canções & Confissões Na Casa De Francisca … A cantora Blubell conta um pouco de sua história através das canções, acompanhada por Zé Ruivo nos teclados, cordas e programações. Entrada R$44. Na Casa de Francisca, à rua Quintino Bocaiúva, 22.

… … …

Sexta-feira – 17 de novembro – 23h59 … Oração Para um Pé de Chinelo … Texto do grande Plinio Marcos será apresentado por quatro sextas-feiras consecutivas, sempre à meia-noite. A montagem é da Cia Teatroendoscopia, com direção de Flávio Marin. No elenco, Thais Dias, Ícaro Rodrigues e Alexandre Santo. Ingressos a R$40 e R$20. Teatro dos
Parlapatões, na Praça Roosevelt.

… … …

Sábado – 18 de novembro – 15h … Festival Cultural da Consciência Negra … Coletivo Negro Minervino de Oliveira – SP (CNMO) participa da programação dedicada a ampliar a reflexão sobre a presença do negro e de sua influência na formação do povo brasileiro e de celebração da resistência antirracista, em parceria com a Aldeia Satélite. Clique e leia mais no cartaz.

… … …

Sábado – 18 de novembro – 15h30 … Encontro de Saraus no Sesc Vila Mariana … Participação de vários coletivos na programação da exposição ‘Quem Sou Eu?’, parceria entre Sesc São Paulo e Museu da Pessoa. Na praça de eventos do Sesc Vila Maria, à rua Pelotas, 141. Acompanhe:
15h30 – Abertura com mestre de cerimônias Luana Hansen (10min.)
15h40 – Apresentação musical com o rapper Billy Saga (40min.)
16h20 – Improvisação com Luana Hansen (20min.)
16h40 – Sarau das Pretas (35min.)
17h15 – Sarau Suburbano (35min.)
17h50 – Sarau da Brasa (35min.)
18h25 – Sarau do Binho (35min.)
19h00 – Encerramento

… … …

Sábado – 18 de novembro – das 16h às 21h … O Feminino Infinito no TG … Terceira edição do evento traz o tema ‘O Corpo Feminino’: aborto, estupro, abuso, violência, prazer, sexo, nudez, erotismo, prostituição e sensualidade, com leituras, performance, dança e exposição de fotos. Após o sarau, a peça ‘Alma’ será encenada ao ar livre, no quintal, sob luz de velas. Entrada R$40 (mas quem já estiver no sarau, paga R$20). Na rua Silveira Rodrigues, 331a, na Vila Romana.

… … …

Sábado – 18 de novembro – 17h30 … Sarau Encontro de Utopias – 102ª edição … Sarau apresentado por Regina Tieko convida a cantora e compositora Anna Bueno para um pocket-show e Haroldo Oliveira para lançar o seu ep. Paulo Rafael lança o livro ‘Almas da Liberdade’, com textos de sua autoria, de Romildo Ibeji e StiãoJS. Com palco aberto. No Centro Cultural São Paulo – CCSP, à rua Vergueiro, 1000.

… … …

Sábado – 18 de novembro – 18h … Sará o quê? … Sarau caseiro, em clima intimista, com bebidinhas, comidinhas e bate-papos, organizado pelo cineasta Sergio roizenblit e um grupo de amigos. Nesta edição, com dois excelentes duos (clique no cartaz).

… … …

Sábado – 18 de novembro – 19h … Sarau na Galeria | Edição 50º … Sarau organizado por Raquel Pereira e equipe traz programação especial voltada para o dia da Consciência Negra. Saiba mais no cartaz.

… … …

Sábado – 18 de novembro – 20h … Peça – La Petite Mort … “Pequena morte” é o eufemismo que os franceses usam para se referir ao orgasmo. Pensando no termo, o espetáculo aborda um lado mais animal do ser humano. Ingressos a R$10 e R$20. Na Biblioteca Municipal Monteiro Lobato, à rua João Gonçalves, 439, em Guarulhos.

… … …

Sábado – 18 de novembro – 20h … Banda da Portaria + Live paint & Exposição … A Banda da Portaria faz shows poético-musicais de interação com o público. É formada por Arthur Lobo (voz e guitarra), Binho Siqueira (voz e percussão), Danilo Trevisan (voz e violino), Henrique Stella (voz e baixo), João Mantovani (voz e violão) e Vitor Miranda (poesia). No evento, Live Paint da artista Aline Seelig Fraga e mostra de fotografias do coletivo Três Amigos e Seus Olhares. Na Sub Galeria, à rua Padre Justino, 672, no Butantã.

… … …

Sábado – 18 de novembro – 20h … Show da Maria … Com Deise Capelozza & Banda (21h) e Tião Baia & Banda (22h). O Show da Maria é um evento bimestral organizado pelo Coletivo Sarau da Maria. Entrada R$10 (com renda revertida integralmente aos músicos). Na rua Prof. Maria José Barone Fernandes, 483, na Vila Maria.

… … …

Sábado – 18 de novembro – 21h … Noite Autoral do Clube Caiubi de Compositores … Renomado clube de compositores realiza seu sarau mensal. Nesta edição, pocket-show de Marilia Calderón, com participação de Sander Mecca, além de homenagem ao letrista e escritor Léo Nogueira, um dos grandes talentos do Caiubi, que se despede dos amigos e parte para uma temporada no Japão, acompanhado de sua mulher, a cantora Kana Nogueira (que participa do show). Gabriel de Almeida Prado e Fernando Cavallieri são os outros convidados. Com palco aberto, no Julinho Clube, à rua Mourato Coelho, 585.

… … …

Sábado – 18 de novembro – 21H … 6º Sarau Casa Callunga … Um encontro cultural para troca de experiências, recitais de poemas, apresentações musicais e outras intervenções. Sarau organizado por Claudio Callunga tem vários convidados (clique no cartaz para ler melhor) e palco aberto. No Bar Empório da Serra, rua Los Angeles, 10, nos Alpes da Cantareira. Entrada R$20 (individual) e R$30 (casal). Ainda no evento, lançamento do livro “Andar de Passarinho”, de Ádyla Maciel.

Ádyla Maciel, poeta brasiliense, está na 88ª postagem da série ‘As Mulheres Poetas’. A série (leia mais AQUI), idealizada e publicada por Rubens Jardim na internet, vai virar evento físico no dia 25 de novembro, em SP (ver cartaz , acima). Abaixo, um poema de Ádyla:

VENTO DE AGOSTO
Ádyla Maciel

A bruxa improvável que sou.
Voa na fé de mim mesma
Dirigindo numa vassoura
A 200 kilometros por hora
Se eu disser que vai chover
A chuva cai.
Se eu disse que vai nevar
Se prepare para congelar
Eu conheço bem o céu.
E as minhas turbulências
E antes de lutar com os inimigos
Me primavero inteira
Dou uma surra de pétalas
Em quem não tiver perfume.
Não sou anjo nem barata
E vou voar assim mesmo
Fora da asa.

… … …

Sábado – 18 de novembro – 22h … Poema Novo no Presidenta … Grupo apresenta canções do ep “Árvore dos Olhos”, disponível nas plataformas digitais. Entrada R$15 (na lista amiga, R$10 – confirme presença: poemanovo5@gmail.com). No Presidenta – Bar e Espaço Cultural, à rua Augusta, 335.

… … …

Domingo – 19 de novembro – 10h … Sarau Matinal Beco dos Poetas – Edição 83 … Sarau de poesias com espaço aberto para outras performances. No CEU Caminho do Mar, à avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 5241.

… … …

Domingo – 19 de novembro – 11h … Focus Cia de Dança … Cia realiza intervenções urbanas em São Paulo. Neste domingo, na Biblioteca Hans Christian Andersen, na av. Celso Garcia, 4142. O circuito continua nos dias 2 e 3 de dezembro (ver matéria e cartaz acima, antes do agendão).

… … …

Domingo – 19 de novembro – 14h … Héloa convida Luedji Luna e Simba Sitoi … A Feira Preta, evento de cultura negra com variada programação, convida a cantora Héloa para um show de abertura, com participação de Luedji Luna e do rapper moçambicano Simba Sitoi. Na Praça das Artes, à Av. São João, 281.

… … …

Domingo – 19 de novembro – 15h … Slam do Corre – edição de novembro …. Batalha de poesias: cada concorrente prepara (ou faz na hora) 3 textos de até 10 segundos para falar em 3 rodadas, com pontuação somada, resultando no vencedor do mês. Na Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra (Praça do Forró), em frente à estação de trem de São Miguel Paulista.

… … …

Domingo – 19 de novembro – 16h … Slam das Minas SP #20 … Slam ‘feito por minas para todas as manas’. Além da batalha de poesias tem pocket-show de Bivolt, lançamento do livro ‘Todas as funções de uma cicatriz’, de Lâmia Brito e exposição fotográfica “De perto sinto”, de Loredana Oliveira. E ainda tem o bolo para a poeta Mel Duarte, que aniversaria. No Centro Cultural Artemis, à rua Doutor Costa Júnior, 216. próximo ao metrô Barra Funda.

… … …

Domingo – 19 de novembro – 17h … Gira de Compositores … O cantor e compositor Kleber Albuquerque promove reuniões informais no quintal da Fábrica de Caleidoscópios. São encontros de compositores para troca de informações, com roda de violão para mostra de repertório autoral. Ingressos R$10. Na rua Chá de Frade, na Mooca.

… … …

Domingo – 19 de novembro – 19h … Black Box e Nel sons – no Komb Bar … Banda Black Box toca o melhor do classic rock anos 70. Na abertura, Nel Sons. Na praça Miguel Ramos de Moura, 175, na ZL.

… … …

Domingo – 19 de novembro – 20h … Dharma Samu – no Moby Dick Bar … Quarteto de música instrumental experimental paulista, com sonoridade jazzística mistura fusion, rock, ritmos latinos e música moderna. A ótima banda é formada por Dharma Samu (sax tenor, alto, soprano e barítono), Rogério Antonio (bateria), Douglas Carvalho (baixo) e Pedro Rocha (sax tenor). Entrada franca. Na rua Bento Vieira, 133.

… … …

Domingo – 19 de novembro – 22h … Sandro Premmero e Marcelo Barum no Bar do Frango … Premmero e Barum (Tarumã) realizam terceiro evento da série em homenagem ao músico e amigo Carlos Moura, falecido precocemente. Na av. São Lucas, 479.

… … …

Até Domingo – 19 de novembro – 20h … Das partes que se fazem todo – Galeria de Arte Digital/SESI … A coreógrafa e bailarina Andrea Pivatto e o Grupo Divinadança apresentam a obra ‘Das Partes que se Fazem Todo’, que combina apresentações de dança, arte interativa e conteúdo audiovisual, em duas apresentações diárias de 10 minutos cada (às 20 e 21h). Um sensor transforma os movimentos em animações abstratas exibidas na fachada do edifício. Após as duas entradas, todos poderão tentar reproduzir os movimentos, criando suas próprias coreografias e vendo seu corpo transformado em imagem. Trilha sonora a cargo dos djs Fernando Dalla Hora e Vitor Moreira. Na programação, exibição de vídeos na segunda e na terça, das 20h às 6h, e de quarta a domingo, das 22h às 6h. No sábado (dia 18, às 17h), tem oficina gratuita sobre o diálogo entre dança e tecnologia com orientação de Rogério Lima e Andrea Pivatto. Na av. Paulista, 1313. Clique no link para inscrições e informações:
http://www.sesisp.org.br/cultura/galeria-de-arte-digital-sesi-sp-workshop.htm

… … …

Segunda-feira – 20 de novembro – 11h … RE Conhecendo a Amazônia Negra … Lançamento do catálogo sobre populações negras da Amazônia com a presença da fotógrafa Marcela Bonfim e bate-papo sobre sua vivência e processo de produção fotográfica na região desde 2013. A publicação é gratuita e integra a programação da exposição (Re)Conhecendo a Amazônia Negra que fica em cartaz até 17 de dezembro na Caixa Cultural São Paulo, à praça da Sé, 111.

… … …

Segunda-feira – 20 de novembro – 14h … Encontros … A Casa Mora Mundo promove o encontro de diferentes artistas e suas linguagens no mês da Consciência Negra (ver programação no cartaz). Na rua Barra Funda, 391.

… … …

Segunda-feira – 20 de novembro – 15h … ‘As Mina Tudo’ apresenta: Todxs Por Ela … A grande cantora araraquarense Ekena fixa residência em SP e é ‘recepcionada’ por várias artistas em show (clique no cartaz). Entrada R$10. No Presidenta – Bar e Espaço Cultural, à rua Augusta, 335.

… … …

Segunda-feira – 20 de novembro – 16h … Samba de Prata no Parque Villa-Lobos … Grupo formado por Iná Rodrigues (voz e ganzá), Fernanda Araujo (vocais e violão), Kelly Adolpho (vocais e cavaquinho), Jéssica Tomaz (percussão) e Pete Zera (percussão) apresenta repertório com sambas de raiz, sambas de roda, partidos e outros ritmos da cultura afro-brasileira. Na av. Prof. Fonseca Rodrigues, 2001, no Alto de Pinheiros.

… … …

Segunda-feira – 20 de novembro – 19h … Sofar SP – Consciência Negra … Sofar realiza belas (porém ‘secretas’) apresentações em clima intimista. Edição especial com quatro artistas negros. Inscreva-se aqui .

… … …

Segunda-feira – 20 de novembro – 19h … Prisões, Feridas, Liberdade: O Estado é Culpado! … Ato musical com apresentação de trechos do espetáculo ‘Inútil Canto e Inútil Pranto pelos Anjos Caídos’, da turma 66 da EAD-USP e do show Mulheres Livres. Na Casa do Baixo Augusta, à rua Rego Freitas, 553.

… … …

Segunda-feira – 20 de novembro – 20h30 … Chico Cesar Mostra: Preto Perto … Cantor e compositor Chico César mostra canções inéditas e releituras. Ingressos a R$20 e R$10. No Espaço Clariô, à rua Santa Luzia, 96, em Taboão da Serra.

… … …

Terça-feira – 21 de novembro – 15h … Traduzir pra quê? … Poeta Claudio Laureatti disserta sobre tradução literária. Na rua Durval Guerra de Azevedo, 511, no Capão Redondo.

… … …

Terça-feira – 21 de novembro – 19h … Lançamento do Aplicativo Alfabantu … Aplicativo voltado para o público infantil, auxilia na alfabetização por meio de jogos digitais através da língua falada kimbundu. Download gratuito. No lançamento, presenças de Carlos Machado e Mwalala Kalele. Na Ação Educativa, à rua General Jardim, 660. Entrada franca.

… … …

Terça-feira – 21 de novembro – 19h30 … Sarau da Vergueiro … Sétima edição do sarau organizado por Cacá Mendes recebe o poeta Bruno Black que lança o livro ‘Perdas e Ganhos’. Com palco aberto. No Bar e Restaurante Limoeiro, à rua Vergueiro, 883.

… … …

Terça-feira – 21 de novembro – 19h30 … O Baile do Vadio – 2ª Edição … Toda terça-feira o cantor e compositor Thiago K, acompanhado por Alex Sengling (baixo) e Ivan Alves (bateria), apresenta um repertório “de primeira e não muito convencional”. Couvert R$15. No Bar do Julinho, à rua Mourato Coelho, 585.

… … …

Terça-feira – 21 de novembro – 20h … Show do Rubi … O grande cantor leva seu timbre raro ao Teatro Sergio Cardoso. Na rua Rui Barbosa, 153, na Bela Vista.

… … …

Terça-Feira – 21 de novembro – 21h … Amor Geral – Fernanda Abreu … Cantora e compositora carioca apresenta sucessos e canções do novo cd. Participação especial da Focus Cia de Dança. No Teatro Porto Seguro, à al. Barão de Piracicaba, 740, nos Campos Elíseos.

… … …

Quarta-feira – 22 de novembro – 19h … Contramão Gig apresenta: Marcelo Gross … Projeto leva música autoral ao Baixo Augusta. Nesta edição, Marcelo Gross, da banda Cachorro Grande, apresenta seu cd solo “Chumbo & Pluma”. Discotecagem de Joyce Guillarducci (Cansei do Mainstream), Rafael López Chioccarello (Hits Perdidos), João Pedro Ramos (Crush em Hi-Fi), Jaison Sampedro e Helder Sampedro (RockALT) tocando rock alternativo, sons independentes, lados B e hits obscuros. Entrada R$20. No Bar da Avareza, à rua Augusta, 591

… … …

Quarta-feira – 22 de novembro – 19h … “Nós matamos o Cão Tinhoso!” – lançamento … Clássico da literatura africana por sua linguagem inovadora, é também metáfora da resistência do negro frente à colonização portuguesa. Leitura de trechos da obra por Daisy Serena. Bate-papo com Vima Lia de Rossi Martin, Luciana Bento e Oswaldo Faustino. Mediação da jornalista Rosane Queiroz. Na Tapera Taperá, à av. São Luiz, 187, 2º andar, loja 29, na Galeria Metrópole.

… … …

Quartas-feiras – até 29 de novembro – 21h30 … Anhangabahy no Centro Cultural Butantã … O CCB recebe, às quartas-feiras, a banda Anhangabahy, formada por Hévelin Gonçalves, Rui Condeixa Xavier e Wady Issa Fernandes, artistas de práticas múltiplas, no teatro, na literatura e na música, que se uniram para dar voz aos sambas de Condeixa. Ingresso na base do ‘pague quanto puder/quiser’. Na av. Corifeu de Azevedo Marques, 1882.

.. … …

Quartas e quintas-feiras – até 7 de dezembro – 21h … Ribanceira … A peça tem texto de Aramyz, direção de Maria Basilio e uma emocionante atuação do ator e poeta Antonio Ginco. “Ribanceira” é um texto inspirado na observação de uma realidade vivida por muitas famílias no Brasil e em outros países. Leva à cena o Zé, personagem sem sobrenome que representa os diversos sobreviventes de catástrofes, sejam as causadas por enchentes, pela falta de recursos financeiros ou pela impotência de quem vive nesse lado abandonado da humanidade, à margem das benesses do dinheiro e do poder. Ingressos a R$50 (inteira) e R$25 (meia). No Espaço Cia da Revista, à alameda Nothmann, 1135 (entre as estações de metrô Santa Cecília e Marechal Deodoro).

… … …

Até 30 de novembro – 12h … À mesa negra … “Inspirado no dia da Consciência Negra, em Carolina Maria de Jesus e no pouca divulgação da literatura negra, o evento “À mesa negra” é um convite à reflexão num banquete virtual diário na página Letras Catitas: todos os dias de novembro, ao meio dia, você pode se sentar à mesa-texto de um autor negro, nacional ou internacional, da poesia, prosa ou teatro”.

… … …

Até novembro … Derivas Abertas _ CCSP (Projeto Deslocamentos Sonoros) … O Coletivo Teatro Dodecafônico foi selecionado pelo 6º Edital de Projetos de Mediação em Arte e Cidadania Cultural do Centro Cultural São Paulo. Na primeira fase, de setembro a novembro, realiza ‘Derivas Abertas’ pelos espaços e acervos do CCSP. Depois, convida a todos para percorrer e conhecer seus corredores, rampas, discos, livros, documentos e etc, de maneira experimental e lúdica. Cada ‘deriva’ começa e se encerra no mesmo dia. O material descoberto e as experiências vividas irão compor uma série de audiotours. As próximas serão dias 16 e 25 de novembro. Na Rua Vergueiro, 1000. Inscreva-se pelo www.goo.gl/osdufD

… … …

Até 22 de dezembro … Exposição de Arquitetura – Observatório + Devires do Brasil … O Observatório e a Exposição Devires do Brasil são parte das atividades da 11a Bienal de Arquitetura de São Paulo, que tem várias outras expos e atividades em diversos outros locais. Na Praça das Artes, Av. São João, 281. Saiba mais no site.

… … …

Até 23 de dezembro – Exposição … A artista plástica Beatris Maurício Rocha expõe suas pinturas no  Espaço Cultural Alberico Rodrigues, na praça Benedito Calixto, 159.

… … …

Até 30 de dezembro – das 10h às 20h … Robert Frank: Os americanos + Os livros e os filmes … A obra de Robert Frank, um dos nomes mais importantes da história da fotografia, será apresentada em duas exposições no IMS Paulista: “Os americanos” e “Os livros e os filmes”, com entrada franca. Em paralelo às exposições, o IMS promove retrospectiva de sua filmografia, exibindo 25 títulos, entre curtas, médias e longas-metragens. Na avenida Paulista, 2424.

… … …

Até 14 de fevereiro/2018 … Exposição – Histórias da sexualidade … Com mais de 300 obras e cerca de 130 artistas, tanto do acervo do MASP, quanto de coleções brasileiras e internacionais, incluindo desenhos, pinturas, esculturas, filmes, vídeos e fotografias, além de documentos e publicações, de arte pré-colombiana, asiática, africana, europeia, latino-americana, entre outras. A mostra divide-se em nove núcleos temáticos e ocupa três espaços do Museu: o primeiro andar (Corpos nus, Totemismos, Religiosidades, Performatividades de gênero, Jogos sexuais, Mercados sexuais, Linguagens e Voyeurismos), a galeria do primeiro subsolo (Políticas do corpo e ativismos) e a sala de vídeo (Voyeurismos). No Masp, à av. Paulista, 1578. Só para maiores de 18 anos (pode isso, Arnaldo?).

 

… … …

ANOTE NA AGENDA >>> 27 de novembro – segunda-feira – 21h … 5º Peixe Barrigudo – Ao Vivo – Edição de Primeiro Aniversário … Com vários pocket-shows. Entrada R$5. Na Master MC, à rua dr Ramos de Azevedo, 30, em Guarulhos.

… … …

BOM FINDI A TODOS.

E lembre-se: o agendão vai ser atualizado diariamente. Acompanhe.

… … …