“E lá se vai mais um dia”… e lá se vai mais um ano & mais um plano, ‘como tudo passa como vai para o céu a fumaça como fica na terra o carvão’. E passam nossos projetos & 2017 ‘como tudo passa tomando chá ou cachaça tomando champanhe ou não’. Com textos de Guilherme de Almeida & Itamar Assumpção, com novíssima poesia & inédita canção. Nesses dois anos de blog, agradeço aos bródis (artistas & amigos) que nele palpitam (tum-tum) que dele participam e o escrevem & creem & comungam comigo esse coro. Feliz 2018 e um brinde a vocês todos, de novo!

OS PROJETOS >>> Como todo mundo está viajando ou bebemorando e ninguém está lendo este texto (exceto malucos maravilhosos como você), me dei a liberdade de falar um pouco de mim (posso?). Por isso, a brincadeira do título: um ‘post-enganação’, já que este blog quase nunca fala de seu autor. Então, vamo lá: no ano passado, como qualquer artista, fiz planos para o ano novo. Publiquei aqui e disse que ficaria muito feliz se terminasse 2017 com ao menos um dos seguintes projetos realizados:
1 – transformar este blog num programa da Rádio Eldorado (que amo e ouço desde meus 15 ou 16 anos)
2 – gravar cd (duas possibilidades: um poderia ser com parceiros e o outro solo, uma simples necessidade de registrar minhas canções)
3 – publicar livro (duas possibilidades: um poderia ser com meus poemas e o outro, com textos deste blog e fotos de Roberto Candido)
4 – montar minha peça de teatro (concorrer a edital e assumir a montagem ou apresentar a companhias teatrais meu texto sobre a vida e obra do compositor Cartola)
5 – manter atualizadas minhas duas páginas no Facebook, a do blog e a de poemas e canções

COMO FOI >>> Não sei como foi com vocês. Mas não é nada agradável reconhecer que nenhum dos meus projetos para 2017 vingou. Aqui vão minhas explicações para cada um dos ‘fracassos’:
1 – Eu cheguei a produzir três programas-piloto e os ofereci à Rádio Eldorado, com duas variações: poderiam ser drops inseridos em sua grade musical ou um único programa semanal de 40 minutos. A cada programa, eu apresentaria um pequeno perfil e uma canção de um artista da cena alternativa (ou quatro artistas juntos, na opção semanal). Conversei, aguardei, fui atrás, mas não rolou. Até pedi orientações para refazê-los ‘melhor’ ou num outro formato. Não percebendo interesse da rádio, acabei por desistir (ou adiar, quem sabe?). Poderia postar os programas aqui, mas prefiro esperar a experiência amadurecer. Não quis levar a proposta a outras rádios. Mas talvez eu ainda crie o programa no youtube (projetos para 2018?).
2 – Compus um bom punhado de canções e me apresentei com razoável assiduidade pelos saraus, mas em nenhum momento a realização de um cd se impôs. Por outro lado, minha parceria com a cantora Helen Torres se tornou frequente e requisitada, recebendo elogios (ver vídeo mais abaixo). Fiquei feliz (além de vislumbrar desdobramentos para a dupla em 2018).


3 – Não me dediquei à poesia (como deveria) em 2017. Mesmo assim, fui convidado e participei de dois livros-coletâneas (agradeço ao Sopa de Letrinhas e aos Poetas do Tietê – capas acima), mas meu livro de estreia (solo) não veio. Assim como também não vingou o projeto de transformar meus textos do blog num catálogo poético (e ilustrado) sobre os talentos da cena alternativa. É um belo projeto que se mantém.
4 – A peça sobre Cartola é um sonho que cultivo, mas dependo de gente da área teatral que se encante pelo texto e se esforce por levar adiante a ideia. Cartola merece (e sua legião de admiradores vai curtir).
5 – Atualizar as páginas do Facebook seria o mais realizável dos projetos, mas o menos inspirador. Talvez por isso as páginas continuem como estavam, totalmente desatualizadas. Fazer vem antes de divulgar. E eu tenho feito.

O BALANÇO >>> Em 2017 me dediquei bastante a este blog, que evoluiu, sim: está maior e melhor, além de ter alcançado algum reconhecimento na seara dos saraus e espetáculos, o que gerou mais compartilhamentos e exposição no portal do Estadão. Fico feliz pelo blog ter se transformado numa revista cultural ampla, diversificada e de qualidade, mesmo que o crescimento do agendão me consuma duas madrugadas semanais. O tempo escapa entre diagramar para o jornal e ganhar grana, organizar saraus e shows, ler, escrever e compor, ensaiar e se apresentar, manter um blog e ser artista, além de viver minha vidinha familiar normal (tudo é muito prazeroso e exige disciplina e organização, matérias que não são meu forte). O fato dos projetos não terem vingado, não significa que fracassaram. Estou mirando neles ainda, mas de uma forma gradual e mais pé-no-chão. Minha produção, como a de muitos artistas alternativos, tem bom conteúdo e alguma originalidade. Porém, como em muitos casos, peca pelo mau acabamento e amadorismo. Daí a importância das festas e encontros em bares e saraus, para o artista se soltar, amadurecer tecnicamente e sedimentar contatos e parcerias que lhe propiciem um salto de qualidade. Esta é a função também deste blog: respeitar os diversos estágios de poetas e músicos e noticiar o que acontece, o movimento dos grupos, os shows e tentativas de todos. Com mais ou menos profissionalismo ou talento, é a força do coletivo que abre os espaços para que todos usufruam. A minha história pessoal é mais uma entre essas tantas, com seus múltiplos projetos e escassas realizações, plena de sonhos, luta e resistência. Eu fico feliz em participar do processo, escrever sobre ele e repercutir sua voz. Aqui você vai continuar lendo e sabendo de nós. ‘Nóis trupica mas não breca’, como diz a galera. Então, vamos lá, que o show não pode parar.

 

… … …

AGENDINHA

… … …

Eis aqui uma pequena agenda de eventos para esse final de ano. Acompanhe também as muitas opções contidas na página da Agenda da Periferia. Informe-se, inconforme-se, atue e divirta-se!

… … …

SEXTA-FEIRA – 29 de dezembro – 18h … 1º Poesia na Praça- em Porto Alegre … Último sarau do ano reúne Gente de Palavra, Sarau Selvagem, Siriricas Poetisas, Cidade Poema, Sarau Livre, Mulherio das Letras, Café Poético e A Boa Prosa. Com varal de poemas, livros, camisetas e badulaques poéticos. Na praça Otávio Rocha, no centro histórico de Porto Alegre – RS.

… … …

SEXTA-FEIRA – 29 de dezembro – 18h30 … Luiz Claudio na Casa Fórum (com Celso Mantovani) … O compositor, cantor, violonista e contrabaixista Luiz Cláudio de Santos (ouçam que bela canção, no vídeo) convida o talentoso músico Celso Mantovani para uma noite de bate-papo e muita cantoria. Couvert R$12. Na rua Primeiro de Maio, 57, em Santos.

… … …

SEXTA-FEIRA – 29 de dezembro – 20h … Tinho Ribeiro e Eduardo Neves – na Carauari … Na última sexta-feira do ano a dupla Tinho Ribeiro e Eduardo Neves traz o melhor da mpb, com sucessos de Caetano, Lenine, Luiz Melodia e Djavan, entre outros. No Carauari Bar e Mercearia, à praça Carauari, 8, na Vila Maria.

… … …

SEXTA-FEIRA – 29 de dezembro – 20h … Lançamento do livro ‘O miolo do mundo é macio’, de Luciane Lopes … Luciane é poeta e letrista (tem várias parcerias com os músicos do Clube Caiubi de Compositores). A entrada para o evento é gratuita e o exemplar estará à venda por R$38. No Santo Arco Bar e Petiscaria, à rua Campos Sales, 2220, em Mirassol. Abaixo, dois poemas do livro:

CAUSA MOTRIZ

Bobagem justificar
me afoguei
porque quis
Me deram um mar
na entrada do corpo
e tinha lua e fogueira
Eu bebi
Só isso.

NECROPSIA

A pessoa morre
nas horas mais absurdas.
Antes de marinar a carne,
de cheirar as flores,
de trocar de roupa.
A pessoa morre
sem avisar seus amigos
e seus amores.

… … …

SEXTA-FEIRA – 29 de dezembro – 20h … Santo Veneno no Muquito … Os roqueiros da banda Santo Veneno fazem show de saideira do ano no Menino Muquito Bar, com entrada franca e festa de confraternização. Na avenida Vila Ema, 5090, na ZL.

… … …

SEXTA-FEIRA – 29 de dezembro – 20h … JC – Fim de Ano no The Brother´s … Músico conhecido por seus covers de Led Zeppelin, apresenta sucessos dos anos 70, baladas, pop-rock e rock and roll. Na av.Buturussu, 1250.

… … …

SEXTA-FEIRA – 29 de dezembro – 21h … Show Arvoredo – Consuelo de Paula e João Arruda em Caldas – MG … Show é resultado do processo criativo entre a cantora, compositora e poeta Consuelo de Paula e o violeiro, compositor e multi-instrumentista João Arruda. Mistura músicas a projeção de imagens e vídeos. No Barracão das Artes, à rua Almirante Barroso, 46, em Caldas – MG.

… … …

ATÉ 30 DE DEZEMBRO – das 10h às 20h … Robert Frank: Os americanos + Os livros e os filmes … A obra de Robert Frank, um dos nomes mais importantes da história da fotografia, será apresentada em duas exposições no IMS Paulista: “Os americanos” e “Os livros e os filmes”, com entrada franca. Em paralelo às exposições, o IMS promove retrospectiva de sua filmografia, exibindo 25 títulos, entre curtas, médias e longas-metragens. Na avenida Paulista, 2424.

… … …

ATÉ 14 DE FEVEREIRO … Exposição – Histórias da sexualidade … Com mais de 300 obras e cerca de 130 artistas, tanto do acervo do MASP, quanto de coleções brasileiras e internacionais, incluindo desenhos, pinturas, esculturas, filmes, vídeos e fotografias, além de documentos e publicações, de arte pré-colombiana, asiática, africana, europeia, latino-americana, entre outras. A mostra divide-se em nove núcleos temáticos e ocupa três espaços do Museu: o primeiro andar (Corpos nus, Totemismos, Religiosidades, Performatividades de gênero, Jogos sexuais, Mercados sexuais, Linguagens e Voyeurismos), a galeria do primeiro subsolo (Políticas do corpo e ativismos) e a sala de vídeo (Voyeurismos). No Masp, à av. Paulista, 1578. Eu soube que menores de 18 anos, inicialmente proibidos de entrar, agora já podem ir, desde que acompanhados de seus pais ou responsáveis (aos poucos, a gente vai saindo das trevas).

… … …

ATÉ 22 DE JANEIRO … Edital … O poeta e ator Antonio Ginco (da peça Ribanceira) avisa aos artistas e coletivos interessados: há um edital que possibilita concorrer a equipamentos de iluminação cênica. Serão doados 54 kits para espaços de circo, dança e teatro. Inscreva-se até 22 de janeiro. Saiba mais aqui.

… … …

COLABORE 1 >>> Bento, o filho da artista plástica Luiza Pannunzio, nasceu com fissura lábio palatina e sem o canal lacrimal. Para ele, Luiza desenhou um poético personagem: ‘O Menino que não Sabia Chorar’. A escritora e dramaturga Paula Autran se juntou ao projeto que está no Catarse em campanha de financiamento para:
1- Produção da peça ‘O Menino que não Sabia Chorar’ e sua apresentação gratuita em hospitais que tratam de pacientes com fissura lábio palatina.
2- Publicação da peça ilustrada em livro e sua distribuição gratuita nos hospitais.
Clique aqui para saber mais e colaborar com essa bela iniciativa.

… … …

COLABORE 2 >>> O talentoso violonista e querido amigo Brau Mendonça teve seu instrumento de trabalho roubado. Além do valor sentimental, pois o violão estava com ele há mais de 15 anos, é muito difícil comprar outro com a mesma qualidade. Seus amigos e admiradores, solidários, iniciaram campanha para arrecadar fundos e tentar adquirir outro violão semelhante (clique no cartaz e veja como colaborar).

 

… … …

ANOTA AÍ

… … …

Dia 5 de janeiro, sexta, tem a banda CiriloAmém no Boutique Vintage. Dia 6 de janeiro, sábado, tem Arnaldo Antunes no Sesc Belenzinho. Dia 7 de janeiro, domingo, tem Edvaldo Santana no Sesc Itaquera. Três ótimos programas para o primeiro fim de semana ‘útil’ do ano. Arnaldo é um poeta consagrado. Edvaldo é um talento que merece o mesmo destaque. Cirilo é uma banda que vai chegar lá. Se você não trabalha à noite (como eu), vá ver esses três shows. Quando a gente vê artistas assim, com conteúdo e verdade, muitas ideias irrigam nossa mente. São os nossos (novos) deuses da fertilidade. Nos engravidam de sonhos.

 

… … …

MENSAGEM DO SARAU DA MARIA

… … …

Pra quem não viu, segue a mensagem de fim de ano do Sarau da Maria, coletivo de que faço parte, ao lado de Nilzete Lalá, Marici Silva, Oswaldo Alves, Helen Torres, Selma Bizon, Veronica Lopes e Deise Capelloza (clique para ver o vídeo), com a ajuda de muitos amigos e colaboradores como Francisco Fanca, Sidney Kitagawa, João Emilio, Cida Sarraf, Vlado Lima, Roberto Candido, Moacir Barbosa e muitos outros que nem estou citando, mas que sempre estão por lá (e em nossos corações). Beijos, abraços e obrigado a todos (o Sarau folga em janeiro e retorna no primeiro sábado de fevereiro).

UM ANO NOVO A CADA DIA >>> Não tem ponto final. O jogo é jogado sem intervalo e o resultado é sempre parcial (dá pra virar, pessoal!). Um ano termina e outro inicia. A gente inventa um breque e brinda, mas logo segue na lida corrida. Já em fevereiro, o Sarau da Maria aniversaria. Meia década de voz rouca e de muita cantoria. De poesia afiada na ponta da língua. De folia livre e coletiva. De convivência no Clube, nas casas e praças da Vila Maria. De beijos, abraços, amizade e alegria. Sim, é nisso que a gente acredita… Os caras lá no comando estão sempre tramando contra essa nossa fantasia (eles nos querem calados, parados, sem ideologia, consumindo letargia). Somos mais ‘nóis’ na fita, nas frita e na luta: a gente não desanima. E nem se desgruda. Por isso, o Sarau da Maria convida, a cada um e a todos, pra seguir conosco em 2018. Feliz Natal, amigos dos saraus e de todas as Vilas. Tem muito amor e suor nessa nossa parceria. Quem se alimenta de utopia, refaz a vida (e cria um ano sempre novo) a cada dia.

… … …

BOM FINDI A TODOS E ATÉ 2018!

… …. …