jeans fabiana correa consultoria de estilo

Um parente do mom jeans com mais bossa. Look: Hello Fashion

jeans_fabianacorrea_estilo

Alexa Chung pegando o jeans da mãe.

As passarelas já vêm mostrando isso há algum tempo, mas eu sempre prefiro acreditar na voz rouca das ruas. Sim, o jeans skinny, aquele mais justo que Deus, está em queda livre. A gente sabe disso quando vê as meninas no ponto de ônibus, nas lojas de departamento, nos cafês, usando – e não as modelos de passarela. E, sinceramente, eu acho essa notícia boa. Sabe por quê? Acho que o skinny fica muito bem em quem tem quadris retinhos, as modelos mesmo, magras até não poder mais. O corpo mais tipicamente brasileiro é bem curvilíneo da cintura pra baixo, e eu acho que muitos outros modelos fazem melhor por esse tipo de silhueta. Nada que impeça você de continuar usando (muita gente vai e eu sou da opinião que a gente não deve só usar porque fica bem, mas porque gosta e acabou). Quem quiser manter no closet vai manter, mas quem não curtia muito essa parada, tipo eu depois que passei dos 40, vai ter mais opções nas lojas. Sem contar que é muuuito mais confortável. E isso eu amo.

Milan Fashionweek SS2015 day1, outside alberta ferretti, emmanuelle alt

Minha musa Emanuelle Alt de mom jeans. Foto by Sandra Semburg

jeans_fabianacorrea_estilo

Olha só como cintura alta faz uma silhueta mais bacana (e de quebra, não nesse caso, dá uma moldada nos pneuzinhos)

O jeans que a gente vê nos desfiles e no guarda-roupa das fashionistas no momento é o mom jeans, tipo aquela Levi’s 505 reta, de cintura mais alta e tecido bem grosso, meio duro, que eu acho tão desconfortável quando uma skinny mega apertada. Também não é esse que vai pegar. O que eu estou vendo são calças justinhas, sim, tipo flare, com a boca mais larguinha, ou apenas mais retas na parte de baixo, mas não exatamente o jeans mom sem modelagem. O que a mudança traz de bom é que agora a gente tem mais opção de calça de cintura no lugar ou de cintura alta, que eu acho que fica bem mais bonito e é mais confortável porque: 1) não mostra o cofrinho quando se senta; 2) não pega bem no meio dos pneuzinhos quando a gente quer usar com blusa por dentro; 3) “cria” uma impressão de cintura mais fina porque não acaba bem no meio do pneuzinho, e acaba deixando o corpo mais bonito, penso eu. Porque nem todo mundo mede 1,70 e pesa 55 quilos. E essa é a beleza da vida.

MG_5946-480x720

Cintura alta e boca mais fininha, mais confortável que o skinny. Blog da Helena Bordon

 

Acho que na vida real, no metrô, no balcão do shopping, no escritório, nos corredores do Pão de Açúcar, as multidões não irão trocar a skinny por uma calça grossa e larga, que não mostra nada das curvas, coisas que brasileira ama. Mas acho que vão, sim, adotar um modelo de cintura mais alta, que não faça a barriguinha “saltar” quando usada com top justinho. E, vou contar só pra vocês, os modelos de boca mais larga têm ainda outra vantagem em relação à skinny: eles fazem os quadris parecerem menores em comparação com o resto do corpo. Então, se você gostaria de ficar um pouco mais retinha visualmente, chegou a hora. De resto, como eu sempre digo, cada um usa o que quer e como se sente bem.

Dúvidas, reclamações, dicas de estilo? Meu insta @fabianacorreasaranha. Ou entra aqui, ó,  manda seu email.

Beijo beijo

 

 

 

 

 

Calça jeans dura muito tempo, mesmo que a qualidade não seja lá essas coisas, então é claro que as pessoas ainda vão usar a calça justa por um tempo, mas quem fez compras recentemente já vem mudando de ideia e passando a usar um modelo um pouco diferente.